Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Todos os assuntos relativos ao home cinema que não se enquadrem nos restantes fóruns.
Avatar do Utilizador
Rui Santos
Site Admin
Mensagens: 5846
Registado: junho 4, 2001, 11:42 pm
Localização: Portugal - Lisboa / MAC
Contacto:

Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por Rui Santos » dezembro 4, 2018, 12:16 am

Acabo de vir da Fnac Colombo... e o espaço já miserável de DVDs / BluRays diminuiu mais uma vez...
Agora em toda a zona das série mais ao fundo... está merchandising...

De uma zona pequena, a Fnac do maior centro comercial do pais... (ou certamente o mais frequentado)... ficou reduzida a meia secção, 1/4 da do gaming para terem noção.
Em contrapartida, no local de passagem, uma prateleira da Disney cheia de DVDs... e com zero BluRays.
Perfeito... não se admirem por terem afastado o consumidor com €€€ em detrimento das vendas de natal. Daqui a pouco esses estão todos nos Kodis desta vida.

Compreendo a decisão, mas as lojas tem também um papel diferente e de educação ao cliente. É um trabalho de longo prazo, não de curto prazo.

Eu também sou culpado pois muitas das minhas compras são online na Fnac... mas com a visita de hoje cada vez mas a Fnac deixa de ser um espaço de visita para filmes.

Ok ainda são melhores que a Worten e que o ECI 😈

Outros tópicos semelhantes:
El Corte Inglês: quase nenhuns filmes mas muita PSP!
Fnac Vasco da Gama reduz espaço para filmes
Rui Santos - 50 Anos | 17 Anos DVDMania
DVD/BR | Jogos | Life is Short, Play More | FB Collectors HV-PT

Grimreaper
Especialista
Especialista
Mensagens: 1827
Registado: setembro 17, 2006, 2:20 am
Localização: Beja

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por Grimreaper » janeiro 2, 2020, 11:12 am

Boas, já não publicava a algum tempo e tenho andado completamente afastado aqui do coleccionismo, alias... já nem me lembro quando comprei o ultimo filme pois tenho andado a vender a colecção mas cada vez vejo que fiz a melhor escolha em deixar de coleccionar.

Fui na semana passada à fnac de faro e para meu espanto não havia filmes... a secção dos filmes desapareceu por completo, ainda procurei noutras zonas mas apenas encontrei alguns poucos filmes. O mercado em portugal esta a morrer aos poucos e daqui a uns tempos vai ser raro ver a venda filmes em lojas apenas olnine

Avatar do Utilizador
Cabeças
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 6632
Registado: dezembro 26, 2000, 9:58 pm
Localização: Portugal

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por Cabeças » janeiro 2, 2020, 12:04 pm

O mercado nacional, na minha opinião merece apenas reciprocidade. Sendo mais claro, merece apenas desprezo. O mesmo desprezo com que trata os coleccionadores por quem devia ter respeito e tentar manter.

Confesso-vos que para mim o "click" definitivo foi a situação que coloquei em tópico próprio, sobre a edição do segundo bluray do "IT". Na Fnac do Chado, apesar de uma das pessoas com quem falei me conhecer há muitos anos e por quem eu tinha bastante estima, e apesar de estar ele e outro funcionário sentados na banca de atendimento com um leitor a 5 metros, recusaram-se a confirmar se o bluray em questão tinha os extras ou não, apesar de eu lhe ter dito que tinha uma fonte fidedigna que referia que os extras vinham anunciado mas não estavam presentes no filme. Falei depois ainda com outro funcionário e depois com a gestora de loja, mas a arrogância e a falta de bom senso prevaleceram. Segundo a Sra. "chefe", (que também tinha outro leitor muito perto, mas que deve achar que era muito importante para perder tempo a atender a solicitação de um cliente) tinha os colaboradores "focados nos clientes e nas vendas". Algo completamente imbecil de dizer na minha opinião, pois eu também sou cliente e também estava a comprar. Mas é um indicador claro da falta de bom senso destas pessoas formatadas e da falta de uma completa falta de atenção ao cliente. A informação na minha opinião ter-lhes-ia até sido muito útil, pois podiam ter prevenido mais reclamações e devoluções.

E depois... a tal edição com os extras anunciados que não estão presentes e que custa em Portugal 20,00, custa em Espanha o mesmo preço, mas lá a edição tem 2 discos, o segundo todo com os extras.

Portanto, confesso-vos que me senti mesmo gozado. Ando há anos a encher de dinheiro esta gente para quê? Para ser gozado tanto em termos de falta de atenção ao cliente como relativamente aos preços e à qualidade das edições?

Reciprocidade. Dão-nos desprezo, merecem desprezo. Acabem com os filme de vez. Continuem a vender aspiradores. Qualquer dia também vendem sardinhas e lotaria.

Eu à Fnac do Chiado não volto nos próximos anos. Comprarei daqui para a frente noutra qualquer algumas edições, como a do Starwars, o Sr. Sleep, mas muito poucas. Vou passar a privilegiar completamente as edições da União Europeia compradas nas amazons. Não vale a pena estar a contribuir para o mercado nacional, se ele nos trata abaixo de cão.

Por me terem tratado como trataram, perderam em tempo muito mais do que os 5 minutos que teriam sido precisos para confirmar se o disco tinha os extras. Escrevi no livro de reclamações. E podiam como referi ter evitado mais devoluções. E perderam quase completamente um cliente fiel. Mas esta gente, é mesmo estúpida (desculpem o termo, mas é mesmo a minha opinião).
Cabeças
Imagem

Grimreaper
Especialista
Especialista
Mensagens: 1827
Registado: setembro 17, 2006, 2:20 am
Localização: Beja

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por Grimreaper » janeiro 2, 2020, 3:06 pm

o meu click foi com os filmes da marvel, sempre optei por ter todos os filmes com legendas em pt-pt, edição nacional e depois em alternativa outra edição estrangeira mas sempre com legendas em pt. ora quando a disney opta por não colocar filmes em BD com legendas em pt, então não vale a pena... as editoras não querem saber de nós e eu assim também não quero saber delas. Nem das editoras nem das lojas nacionais que cada vez possuem menos oferta.

Avatar do Utilizador
Cabeças
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 6632
Registado: dezembro 26, 2000, 9:58 pm
Localização: Portugal

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por Cabeças » janeiro 2, 2020, 3:40 pm

Grimreaper Escreveu:
janeiro 2, 2020, 3:06 pm
o meu click foi com os filmes da marvel, sempre optei por ter todos os filmes com legendas em pt-pt, edição nacional e depois em alternativa outra edição estrangeira mas sempre com legendas em pt. ora quando a disney opta por não colocar filmes em BD com legendas em pt, então não vale a pena... as editoras não querem saber de nós e eu assim também não quero saber delas. Nem das editoras nem das lojas nacionais que cada vez possuem menos oferta.
Completamente de acordo.

A Disney ter retirado as legendas das edições bluray portuguesas foi uma tremenda aberração e uma profunda falta de respeito pelo país e pelos coleccionadores portugueses. O tema foi amplamente falado e criticado, mas estão-se marimbando.

Donde se prova mais uma vez que a malta que se calhar consegue os filmes por outros meios e goza com o pessoal que compra é que sempre teve razão.
Cabeças
Imagem

Von Stroheim
Novato
Mensagens: 15
Registado: setembro 20, 2019, 7:49 pm

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por Von Stroheim » janeiro 2, 2020, 8:07 pm

O mercado de DVD/Blu-ray em Portugal começou a morrer há cerca de 10 anos (muito antes de existir o streaming), em grande parte por causa da crise económica, que infelizmente coincidiu com o "boom" internacional do Blu-ray, que neste país nunca chegou a ocorrer.

Entre 2011 e 2013 (os piores anos da crise), as pessoas praticamente deixaram de comprar filmes e foi precisamente a partir dessa altura que as editoras nacionais começaram a desmazelar-se, apostando cada vez menos em edições especiais de coleccionador e permitindo que as edições em Blu-ray dos títulos de catálogo dos grandes estúdios como a Paramount ou a Warner passassem completamente ao lado do nosso mercado (clássicos como Casablanca, Sunset Boulevard, Shane, Os Dez Mandamentos, A Desaparecida, Apocalypse Now, a trilogia de Indiana Jones, e títulos mais recentes como Forrest Gump ou O Resgate do Soldado Ryan nunca viram a luz do dia em Blu-ray neste país).

Depois, para agravar a situação, fomos subitamente invadidos pelas editoras piratas espanholas (nomeadamente a CineDigital, a Estevez Seven e a Resen), que durante vários anos, de forma completamente impune e ainda por cima com a cumplicidade evidente de lojas como a Fnac e a MediaMarkt, inundaram o mercado português com edições ilegais que até tinham direito ao selo do IGAC e tudo. O facto de a Disney ter deixado de editar Blu-rays em Portugal foi apenas mais um prego no caixão do mercado home video, que já se encontrava moribundo há algum tempo.

technicolor
Fanático
Fanático
Mensagens: 552
Registado: março 2, 2016, 9:00 pm
Localização: Pinhal Novo

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por technicolor » janeiro 2, 2020, 9:00 pm

Embora não me afecte muito dado que comecei a comprar online em 2003 (e se não fosse assim não teria mais de metade dos títulos que tenho) considero verdadeiramente lamentável esta atitude da Fnac. Estou portanto solidário com um boicote a essa cadeia de lojas. Se é para acabar com a comercialização destes produtos então que seja já. É fácil e vantajoso comprar online e para quem eventualmente não tiver experiência nesse campo poderá criar-se aqui um tópico com "dicas" para e como o fazer, com "consultório" para casos mais específicos. Os tempos e os hábitos de consumo de conteúdos poderá(ão) ter mudado e o mercado reduzido mas quem se dispõe a permanecer deverá actuar com ética. Seremos talvez (nós os coleccionadores ) uma "espécie em vias de extinção" mas eu por mim não vou desistir do meu hobby preferido. Estou com o Cabeças; quem encheu os bolsos com o nosso dinheiro durante décadas e agora nos trata com desprezo merece reciprocidade. E felizmente, haja dinheiro que não falta onde comprar e com todas as garantias.

P.S.: O ano passado estive no ECI e vi-me à rasca para encontrar filmes, há uns meses na Fnac do Oeiras Park a mesma coisa, no MM de Setúbal é só "restos" e no de Sintra pouquíssima coisa, as Worten quase nada ou zero...

rui sousa
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 4153
Registado: setembro 6, 2008, 12:05 pm
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por rui sousa » janeiro 3, 2020, 12:50 am

Não tenho comprado muito nos últimos tempos, e por falta de recursos para pagar quantias avultadas pela edição de um filme, privilegio as pechinchas baratas que descubro por aí. Por exemplo, fiquei mais triste por passar no mítico Jumbo (agora Auchan) de Alfragide, e constatar que lá, que foi a verdadeira meça de DVDs a 1 euro, já não se vendem filmes. Em Portugal ou é o 8 ou o 80: ou compram-se filmes a 1 euro ou edições especiais lá fora a 20 ou 25. Como as plataformas de streaming não se interessam pelos tipos de filmes que quero ver, legalmente as edições físicas são a única solução. Mas não há volta a dar, em Portugal isto já morreu há muito tempo. Entrar numa fnac desde há muito tempo que é uma desilusão.

advdgeek
Fanático
Fanático
Mensagens: 860
Registado: dezembro 28, 2008, 9:37 pm

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por advdgeek » janeiro 3, 2020, 7:07 am

O mercado morreu em Portugal. Não há volta a dar.
Auchan e ECI deixaram completamente de vender. MediaMarkts estão a escoar os stocks restantes. Wortens não recebem metade dos títulos, e há lojas com duas ou três prateleiras no máximo com meia dúzia de títulos recentes. O último resistente vai sendo a FNAC, que consegue ter um acervo de filmes à venda ainda considerável (principalmente online), lançando todas as novidades e fazendo muitas vezes campanhas interessantes, mas não há solução. Se lá fora o mercado físico está na iminência de acabar, aqui vai acabar muito antes. E o mais engraçado é que primeiro vão os 4K, depois os blu-rays, e finalmente os DVDs (quando, de um ponto de vista tecnológico, devia de ser o contrário).

A culpa, na minha opinião, não é de ninguém em particular. Somos um país pequeno, sem poder económico nenhum, e é mais do que claro que, sendo o ordenado mínimo 700 euros, não existe espaço para comprar filmes (para comparação, na França o ordenado mínimo é mais do dobro...e os filmes são mais baratos). Não conhecendo de todo a realidade lá fora, tenho altas dúvidas de que em países como a Bulgária, a Eslováquia, a Estónia ou a Grécia, com economias muito semelhantes à nossa, terão um cenário de mercado físico de filmes muito diferente do nosso. Simplesmente nunca nos poderíamos ter colocado no patamar dos países grandes e ricos, porque não o somos. Nunca o fomos, e (aqui passando para um campo mais político e pessoal), com estes sucessivos governos socialistas, dificilmente o seremos.

Mesmo eu, confesso colecionador e apaixonado pelo hobby, estou quase a desistir de continuar com isto.
Uma pessoa tem de abraçar e aceitar a realidade. O streaming é realmente o futuro, e tudo passará por aí, quer queiramos quer não. Foi bom enquanto durou, e das nossas prateleiras aquilo que compramos ao longo do tempo ninguém nos tira (a menos que decidamos vender por algum motivo).

Avatar do Utilizador
Cabeças
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 6632
Registado: dezembro 26, 2000, 9:58 pm
Localização: Portugal

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por Cabeças » janeiro 3, 2020, 10:02 am

advdgeek Escreveu:
janeiro 3, 2020, 7:07 am

A culpa, na minha opinião, não é de ninguém em particular. Somos um país pequeno, sem poder económico nenhum, e é mais do que claro que, sendo o ordenado mínimo 700 euros, não existe espaço para comprar filmes (para comparação, na França o ordenado mínimo é mais do dobro...e os filmes são mais baratos). Não conhecendo de todo a realidade lá fora, tenho altas dúvidas de que em países como a Bulgária, a Eslováquia, a Estónia ou a Grécia, com economias muito semelhantes à nossa, terão um cenário de mercado físico de filmes muito diferente do nosso. Simplesmente nunca nos poderíamos ter colocado no patamar dos países grandes e ricos, porque não o somos. Nunca o fomos, e (aqui passando para um campo mais político e pessoal), com estes sucessivos governos socialistas, dificilmente o seremos.
Sem querer de modo algum entrar em mais uma conversa sobre política, que é algo que felizmente pelo que me parece já não sucede já há anos, deixo a minha opinião, concordando no geral contigo.

Para mim a culpa tem mesmo responsáveis bem definidos. Os políticos que "venderam" as nossas áreas de produção em negociações ruinosas com a União Europeia, por exemplo pagando para abater a nossa frota de pesca quando a deviam ter desenvolvido,
Também quem geriu pessimamente os fundos que entraram durante muitos anos, e que serviram para comprar muitas propriedades, muitas vivendas e muitos jipes.
E claro, os governos que independentemente da orientação política há muitos anos que roubam escandalosamente o erário público e os cidadãos para taparem buracos financeiros na banca privada, um dos maiores crimes feitos em Portugal contra o país e os cidadãos completamente às claras, de maneira completamente impune e sem os responsáveis estarem na cadeia.
Outros dos factores é a promiscuidade entre a política, a alta finança e as grandes empresas no nosso país, e a completa exploração da maioria dos cidadãos, cuja maioria tem o tal valor de 700,00 que referiste, mas contando com o subsídio de Natal e de Férias.
As grandes empresas no nosso país lucram milhões, e pagam o ordenado mínimo, é absolutamente vergonhoso. Em Espanha o ordenado mínimo são 1050,00 e por exemplo lá têm a gasolina muito mais barata e não têm portagens na autoestrada (ou não tinham quando fui a Madrid de carro há uns 15 anos).
Tudo o que referi atrás empobreceu o país e os cidadãos, aumentou a corrupção e a cultura miserabilista em Portugal. Não acho que o país seja "pobre". Acho que o país tem sido roubado indecentemente. Um país onde a maioria dos cidadãos ganha uma miséria dificilmente fomentará a economia. Um país onde o que é público é constantemente roubado para o privado e para interesses particulares, dificilmente algum dia será um país "rico". Os portugueses tratam-se muito mal a si próprios e há uma pretensa "elite" que para mim é absolutamente miserável em termos éticos.
E claro que os cidadãos têm também responsabilidade pois para mim é absolutamente incompreensível como é possível haver 50% de abstenção quando há eleições.

Enfim, quanto aos dvds o meu "desabafo" não é para apelar a nenhum boicote à Fnac... quem faz a diferença são as pessoas, eu apenas apanhei algumas pessoas que se dependesse de mim iam trabalhar imediatamente para os armazéns pois não acho que tenham qualquer sensibilidade para estarem a atender clientes. Mas como referi a minha decisão está tomada.

Concordo que o paradigma infelizmente está a mudar (já mudou), e também me congratulo por ter a colecção que tenho, feita ao longo de mais de 20 anos. Não vou aderir a nenhuma plataforma de streaming, pessoalmente. É um modelo onde acho que se paga para ver, mas onde nunca se tem nada.

Abraços
Cabeças
Imagem

technicolor
Fanático
Fanático
Mensagens: 552
Registado: março 2, 2016, 9:00 pm
Localização: Pinhal Novo

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por technicolor » janeiro 3, 2020, 12:29 pm

Peço desculpa e sem querer entrar em polémicas penso que o que aconteceu com o Cabeças (e ele é esteve lá a viver a situação poderá dizer mais e melhor sobre o assunto) e com outros clientes também, a mim não me parece ter sido (apenas) má educação dos funcionários e principalmente se o conheciam há vários anos. O produto tinha informação incorrecta deveria ser retirado temporariamente ou no mínimo corrigido com autocolante; é da lei (não faço ideia da tiragem da edição BD em questão talvez entre 300 e 1000 exemplares mas com recurso a impressão digital o erro poderia ter sido corrigido de um dia para o outro e "reencapadas" as embalagens em horas sem perca significativa de vendas) Portanto para mim a empresa agiu de má fé. O erro "tipográfico" não terá sido da Fnac mas de quem produziu? ok, mas a empresa tem responsabilidades para com os seus clientes e a persistência em mesmo assim continuar a vender e a recusar esclarecer os compradores terá partido de cima (da cadeia hierárquica). Não posso afirmar com toda a certeza mas quer-me parecer que funcionários terão recebido ordens para actuar assim naquela situação... e nós sabemos como é o hoje o ambiente de trabalho e pressão nas grandes cadeias de distribuição; baixos salários, excesso de horas trabalho (que entram em banco para serem gozadas quando eles autorizarem) muita "polivalência" etc.

Eu não comprei essa edição, mas a minha relação com a Fnac pt termina aqui.

Como disse a permanência no mercado exige ética, respeito pelo cliente e não pode ser vista como estando a fazer um favor ao coitadinho que não tem mais onde comprar. Toda a oferta existente na Fnac existe online e muitas vezes em condições mais vantajosas mesmo os livros de autores nacionais podem ser comprados nos sites dos editores com facilidade
E sim concordo que a oferta sempre foi muito limitada comparando com outros países mas agora (por cá) parece que estará mesmo em vias de desaparecer totalmente. A ver vamos como dizia o cego como?-)


Para finalizar e mudando ligeiramente de assunto e respondendo agora ao Rui Sousa; O jumbo de Alfragide tinha efectivamente muita coisa mas de todos o de Setúbal teve sempre mais e melhor... (e o antigo Carrefour do Oeiras Park oh là là :shock: ) mas tudo o vento levou eh-)

Tojal City
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 4907
Registado: abril 6, 2002, 5:23 pm
Localização: Tojal..duh

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por Tojal City » janeiro 3, 2020, 4:56 pm

A última vez que postei aqui acho que os dinossauros ainda andavam no planeta. E lembrei-me de dizer algo pois revi-me no fim de uma era..

Continuo a ser fã de bom cinema e da boa qualidade visual e audio, abandonei há algum tempo o mercado português e o mercado físico não faço questão de dar continuidade ao mesmo.

Comprei há coisa de um ano um leitor Ultra-Bluray da LG (importado na alemanha pois não havia em Portugal) para ver os filmes que ainda tenho em formato físico, mas a compra de edições físicas, agora em 4k, HDR e sem legendas em português, resumem-se a 3 ou 4 edições por ano (quanto há uns anos era capaz de adquirir dezenas).

E foram vários os motivos que me fizeram abandonar este hobby de colecionismo (não o prazer de ver filmes ;) ) o preço pedido pelas edições física são muito altas; a Netflix e brevemente a Disney + começam a ser grandes alternativas no que toca a filmes, a Apple TV e o Rakuten TV disponibilizam VOD 4k HDR com grande qualidade de imagem, embora não adquira, somente alugue (faz falta na Europa um sistema semelhante ao Movies Anywere) e como o dinheiro não abunda o Plex completou-me o resto das minhas necessidades de uma forma perfeita.

São evoluções. O formato físico continuará a existir lá fora, mas não em Portugal e o VOD também irá crescer bastante lá fora, mas não em Portugal onde 5 euros por um aluguer é um preço elevado. Se os "outros" métodos são mais praticados por cá, isto se deve a inércia das editoras.

Há dias uma distribuidora portuguesa ficou lixada por não poder distribuir nos cinemas o filme do Irishman. Eu fico feliz que a netflix apanhe e distribuía estes filmes (vai tb distribuir na Europa o Uncut Gems) e fico feliz pela existência da Disney + , agora pelo preço que dava num mês para a compra ou aluguer de filmes consigo de forma legitima ter acesso uma maior coleção de filmes.

Até um dia destes :)

Avatar do Utilizador
Cabeças
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 6632
Registado: dezembro 26, 2000, 9:58 pm
Localização: Portugal

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por Cabeças » janeiro 3, 2020, 5:05 pm

Tojal City Escreveu:
janeiro 3, 2020, 4:56 pm
A última vez que postei aqui acho que os dinossauros ainda andavam no planeta. E lembrei-me de dizer algo pois revi-me no fim de uma era..

Continuo a ser fã de bom cinema e da boa qualidade visual e audio, abandonei há algum tempo o mercado português e o mercado físico não faço questão de dar continuidade ao mesmo.

(...)

Até um dia destes :)
Ena, caro Tojal City, fiquei muito contente por te ler novamente! :-D Eu era um desses dinossauros de que falaste! :-)))

Fico satisfeito por teres tomado as tuas opções e estares contente, ainda bem. O que importa realmente é que existam várias opções disponíveis e que cada um tome as decisões com que se sinta melhor.

Vê lá se não estás mais nenhum período geológico sem nos escrever! :-)
Cabeças
Imagem

rui sousa
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 4153
Registado: setembro 6, 2008, 12:05 pm
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por rui sousa » janeiro 6, 2020, 2:50 pm

O meu problema com as plataformas de streaming é a segmentação em tantas diferentes, o que vai criar uma saturação e a hegemonia de apenas uma ou duas (não vejo nada de espantoso que a Disney tenha o seu streaming, é só a enésima maneira de ver todos os filmes que já estão presentes, de forma sufocante, a toda a hora e em todo o lado no audiovisual). Se fosse como o Spotify, ou seja, uma plataforma com tudo disponível, eu percebia a vantagem do streaming. Mas como acontece o contrário, não percebo como é que ter Netflix significa ter mais variedade, quando a plataforma se nega a ter filmes dos anos 80 para trás (e quando os tem, ficam pouco tempo disponíveis). Eu sei que ninguém aqui gosta da pirataria, mas pensem que, provavelmente, será a única forma de ver uma boa parte da História do Cinema num futuro não muito distante.

siroco
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 3080
Registado: dezembro 2, 2004, 7:40 pm
Localização: Sintra

Re: Fnac Colombo - Mais uma loja a reduzir o espaço de DVD/BR

Mensagem por siroco » janeiro 7, 2020, 10:16 am

rui sousa Escreveu:
janeiro 6, 2020, 2:50 pm
Eu sei que ninguém aqui gosta da pirataria, mas pensem que, provavelmente, será a única forma de ver uma boa parte da História do Cinema num futuro não muito distante.
Infelizmente é já no presente. Curiosamente o melhor serviço de streaming é mesmo a pirataria, e não pelo preço, mas pela variedade. Eu estaria disponível para pagar um serviço semelhante legítimo, mas julgo que somos uma pequena minoria, a grande maioria dos espectadores só está interessado em filmes, e séries, recentes. Não somos sequer um nicho de mercado, tenho de me contentar com a minha coleção (cerca de 1.000 títulos) e streamings "alternativos" onde ainda se podem ver todos os clássicos que a netflix despreza.

Responder