Dv-depot

Sugestões de sites, comentários a páginas.
jo alves
Novato
Mensagens: 18
Registado: novembro 16, 2000, 9:31 am
Localização: Portugal

Mensagem por jo alves » agosto 31, 2001, 4:33 pm

OK Ricardo
Por mim tudo bem só acho que este tema das alfandegas ja se esgotou a muito tempo e tudo o que se diga penso que só nos vai prejudicar.
Aproveito para dar os meus cumprimentos pois regressei agora de ferias e ca tinha 2 caixas da DHL a minha espera, hoje portanto os vizinhos não vão ter descanso ja deviam
estar a estranhar.

JORGE ALVES

Edited by - jo alves on 31/08/2001 16:34:18

am
Novato
Mensagens: 6
Registado: maio 20, 2001, 10:36 am

Mensagem por am » agosto 31, 2001, 4:44 pm

Ricardo,

Não foi o Reino Unido que foi considerado destino inviável pela "Play247".

Penso que a nossa realidade não é idêntica ao do RU e é um erro orientarmo-nos pelos padrões de conduta de outros países.

Ter em consideração, claro que sim!
No entanto... temos que o adaptar à nossa realidade.

abraço,
am

Cinedie
Entusiasta
Entusiasta
Mensagens: 413
Registado: janeiro 28, 2001, 12:32 am
Localização: Portugal
Contacto:

Mensagem por Cinedie » setembro 1, 2001, 12:07 am

O meu post evitou precisamente falar disso. Mas o outro, precisamente com o aviso sobre falar demais, foi directo ao assunto <img src=icon_smile.gif border=0 align=middle>


--
Luis Canau
luis at canau net

Oblivion
Especialista
Especialista
Mensagens: 1096
Registado: novembro 15, 2000, 2:10 am
Localização: Aveiro

Mensagem por Oblivion » setembro 1, 2001, 2:07 pm

Boas ppl,

Proponho o seguinte cada um de vós deixa um post em branco e quem estiver interessado pode aceder ao vosso endereço de e-mail através dos icons da barra azul.

Assim poderemos trocar estas informações por mail ou ÍCQ ou IRC.

Que tal ?

PEACE !!!

Bruno Valério

ICE-Angel
Entusiasta
Entusiasta
Mensagens: 269
Registado: julho 1, 2001, 12:12 am

Mensagem por ICE-Angel » setembro 2, 2001, 7:55 am

Sem deixar de compreender a preocupação expressa em alguns dos posts, justamente tendo em conta a "realidade nacional", como alguém muito bem lhe chamou, não posso da mesma forma deixar de achar tudo isto um pouco tosco.

Convenha-se: fazer compras no estrangeiro não é um crime, não cabendo às pessoas que o fazem qq tipo de receio ou remorso por isso, nem necessitando de o fazer às escondidas; da mesma forma, tb não é crime a alfândega taxar - pelo menos se o fizer devidamente, de que seria bom exemplo como modelo a recente petição - uma pequena percentagem das encomendas que entram no país.

Esta e outras lojas são públicas, e como tal a alfândega não precisa de fóruns como este para vir a tomar conhecimento da sua existência, cujos produtos acabarão de qq modo por lhe passar pelas mãos...

Um pouco como o Ricardo exprime, julgo que a solução para os problemas é a sua exposição e o debate aberto com vista ao acordo (mais uma vez vem à cabeça a petição efectuada justamente neste sentido), e não assumir comportamentos de avestruz ou de ninja-cyber-hacker-cuidado-malta-shiu-que-vem-aí-a-bófia...

___________
./ICE_Angel

Cinedie
Entusiasta
Entusiasta
Mensagens: 413
Registado: janeiro 28, 2001, 12:32 am
Localização: Portugal
Contacto:

Mensagem por Cinedie » setembro 2, 2001, 3:33 pm

<BLOCKQUOTE id=quote><font size=1 face="Verdana, Arial, Helvetica" id=quote>quote:<hr height=1 noshade id=quote>
Convenha-se: fazer compras no estrangeiro não é um crime, não cabendo às pessoas que o fazem qq tipo de receio ou remorso por isso,
<hr height=1 noshade id=quote></BLOCKQUOTE id=quote></font id=quote><font face="Verdana, Arial, Helvetica" size=2 id=quote>

Remorso não, receio depende... Acho que a questão não é bem essa.

<BLOCKQUOTE id=quote><font size=1 face="Verdana, Arial, Helvetica" id=quote>quote:<hr height=1 noshade id=quote>
nem necessitando de o fazer às escondidas;
<hr height=1 noshade id=quote></BLOCKQUOTE id=quote></font id=quote><font face="Verdana, Arial, Helvetica" size=2 id=quote>

Cada um julgará melhor aquilo de que necessita. "Necessidade" aqui não está a ser usado no sentido mais usual do termo, penso eu. Não é uma questão de ter que ser.

<BLOCKQUOTE id=quote><font size=1 face="Verdana, Arial, Helvetica" id=quote>quote:<hr height=1 noshade id=quote>
da mesma forma, tb não é crime a alfândega taxar
<hr height=1 noshade id=quote></BLOCKQUOTE id=quote></font id=quote><font face="Verdana, Arial, Helvetica" size=2 id=quote>

Claro que não, e o Estado também tem o direito de cobrar impostos. Mas não é lá muito Justo que se cobrem impostos só de retenção e que, estranhamente, uns 90% dos contribuintes independentes (médicos, advogados e outro pessoal que vive miseravelmente, por vezes tendo de pernoitar nos seus jaguars) declarem rendimentos tipo 100 contos por ano... Reter é muito fácil. Cobrar impostos A SÉRIO é um bocadito mais difícil.

<BLOCKQUOTE id=quote><font size=1 face="Verdana, Arial, Helvetica" id=quote>quote:<hr height=1 noshade id=quote>
Esta e outras lojas são públicas, e como tal a alfândega não precisa de fóruns como este para vir a tomar conhecimento da sua existência,
<hr height=1 noshade id=quote></BLOCKQUOTE id=quote></font id=quote><font face="Verdana, Arial, Helvetica" size=2 id=quote>

Não é por isso que lhes vamos escrever uma cartinha a dar os dados todos de como serem "mais eficientes". Mais valia tentarmos dar dicas de como serem mesmo mais eficientes, por exemplo, no que toca a despachar rápido.

<BLOCKQUOTE id=quote><font size=1 face="Verdana, Arial, Helvetica" id=quote>quote:<hr height=1 noshade id=quote>
cujos produtos acabarão de qq modo por lhe passar pelas mãos...
<hr height=1 noshade id=quote></BLOCKQUOTE id=quote></font id=quote><font face="Verdana, Arial, Helvetica" size=2 id=quote>

Brrrrrrrr <img src=icon_smile_sad.gif border=0 align=middle><img src=icon_smile_sad.gif border=0 align=middle><img src=icon_smile_sad.gif border=0 align=middle>
Que pensamento tão negativista, bate três vezes no teclado, que mau agoiro, deus nosso senhor obvie tal coisa protele para a eternidade tal momento essas coisas nem se devem dizer

<BLOCKQUOTE id=quote><font size=1 face="Verdana, Arial, Helvetica" id=quote>quote:<hr height=1 noshade id=quote>
Um pouco como o Ricardo exprime, julgo que a solução para os problemas é a sua exposição e o debate aberto [...]
<hr height=1 noshade id=quote></BLOCKQUOTE id=quote></font id=quote><font face="Verdana, Arial, Helvetica" size=2 id=quote>

Acho que primeiro se devia debater se se devia debater assim tão em "aberto" <img src=icon_smile_big.gif border=0 align=middle>

--
Luis Canau
luis at canau net

ICE-Angel
Entusiasta
Entusiasta
Mensagens: 269
Registado: julho 1, 2001, 12:12 am

Mensagem por ICE-Angel » setembro 2, 2001, 8:58 pm

Cinedie, compreendo a perspectiva com que escreves o post, mas o meu ponto é o seguinte: creio que alguns de nós preferem a idéia de viver numa sociedade aberta e justa para todos (ou pelo menos para a maioria, visto isto fazer parte da condição humana) a fazê-lo num clima de corrupção, ilegalidade, receios, medos, secretismo... é que disso já por cá tivemos demais antes do 25 de Abril, compreendes ?

A atitude "o estado é mau pq cobra impostos, psiu pode ser que a malta escape ao IRS" parece-me um pau de dois bicos. Vejamos, se há problemas por resolver e serviços a melhorar, de qq forma não será escondendo-nos deles que o faremos, enquanto contribuintes e benificiários do dito estado...

___________
./ICE_Angel

am
Novato
Mensagens: 6
Registado: maio 20, 2001, 10:36 am

Mensagem por am » setembro 2, 2001, 11:55 pm

Ola a todos,

Ice-Angel, tal como o colega Cinedie tão bem escreveu, o que acontece e ao contrário do que tu dizes a justiça não é equilibrada nem imparcial. O assunto fiscal (que tão bem se enquadra dentro da justiça, pois deve ser justo), pelo menos neste país é totalmente inadequado à nossa realidade.

Acho muito bonito que se diga que agora que houve uma petição a nossa alfandega vai passar a actuar de uma maneira correcta, com a tal pequena taxa de importação...

Essas taxas como nos sabemos (ou pelo menos aqueles que foram taxados), têm muitas falhas na sua aplicação. e infelizmente no nosso país não existem organizações de consumidores com força suficiente (como por exemplo na Alemanha), para obrigar ao nosso estado a actuar de maneira correcta (muitas vezes o correcto seria dizer legal) e aqui coloco especial incidência no IRS, o que já nos desvia um pouco do que estamos a debater.

Em conclusão, penso que a tua opinião é um pouco demasiado teórica e muito pouco prática.

A proposito, penso que o Pedro Caldeira já tem a sua licença de volta e trabalha na bolsa à 1 ou 2 anos novamente ?


abraço,

am

Cinedie
Entusiasta
Entusiasta
Mensagens: 413
Registado: janeiro 28, 2001, 12:32 am
Localização: Portugal
Contacto:

Mensagem por Cinedie » setembro 3, 2001, 12:02 am

<BLOCKQUOTE id=quote><font size=1 face="Verdana, Arial, Helvetica" id=quote>quote:<hr height=1 noshade id=quote>
A atitude "o estado é mau pq cobra impostos, psiu pode ser que a malta escape ao IRS" parece-me um pau de dois bicos.
<hr height=1 noshade id=quote></BLOCKQUOTE id=quote></font id=quote><font face="Verdana, Arial, Helvetica" size=2 id=quote>

Claro, mas não foi nada disso na base do meu post, antes pelo contrário. Enquanto contribuinte independente, com rendimentos miseráveis, paguei substanciais fatias do que realmente auferia. Revolto-me com a incapacidade do Estado de cobrar impostos a quem deve cobrar, pois conheço pessoas com dificuldades em pagá-los, que com ordenados modestos, pagam o 2, 3, 4X aquilo que as estatísticas revelam para profissionais liberais com sinais exteriores de riqueza óbvios.

Acho que é um bocadito diferente, da suposta "justeza" em taxar todas as encomendazecas com um valor de 3 ou 5 contos que apareçam à frente com correspondente retenção por um mês. Não tiremos as coisas das suas proporções. Eu não acho que seja justo. Mas claro que é legal. Nem todos aqui somos "burgueses" a comprar DVDs por atacado. (Sem querer ofender ninguém, que eu sei que anda por aí muita gente muito sensível a qualquer comentário menos "polido" <img src=icon_smile_clown.gif border=0 align=middle> )

Mas não queria desviar a discussão para o lado da ridícula política económica nacional.

--
Luis Canau
luis at canau net

ICE-Angel
Entusiasta
Entusiasta
Mensagens: 269
Registado: julho 1, 2001, 12:12 am

Mensagem por ICE-Angel » setembro 4, 2001, 12:47 am

<BLOCKQUOTE id=quote><font size=1 face="Verdana, Arial, Helvetica" id=quote>quote:<hr height=1 noshade id=quote>
...ao contrário do que tu dizes a justiça não é equilibrada nem imparcial.
<hr height=1 noshade id=quote></BLOCKQUOTE id=quote></font id=quote><font face="Verdana, Arial, Helvetica" size=2 id=quote>
Mas eu NÃO disse isso, e muito menos penso desse modo. Revê os posts :>

<BLOCKQUOTE id=quote><font size=1 face="Verdana, Arial, Helvetica" id=quote>quote:<hr height=1 noshade id=quote>
Mas não queria desviar a discussão para o lado da ridícula política económica nacional.
<hr height=1 noshade id=quote></BLOCKQUOTE id=quote></font id=quote><font face="Verdana, Arial, Helvetica" size=2 id=quote>
De acordo. De facto, o tema já está a variar um pouco (conheço quem afirme que "tudo é política"). Talvez se possa criar um fórum IRSMania ? :)))

Fiquem bem.

___________
./ICE_Angel

Cinedie
Entusiasta
Entusiasta
Mensagens: 413
Registado: janeiro 28, 2001, 12:32 am
Localização: Portugal
Contacto:

Mensagem por Cinedie » setembro 4, 2001, 12:58 am

OK, pondo a moral fiscal e a política sócio-económica de lado, passemos ao mais prático para a thread.

Volto de férias, selecciono artigos do flexi-cart numa quinta-feira, pacote enviado numa sexta, recebido numa segunda (hoje). 21 contos por 5 filmes (referidos acima) incluindo 2 de portes.

Azar: o «Memento» canadiano não tem extras NENHUNS, mas - ZAP - hoje já há reconhecimento e instrucções de como trocar pela ed US (chama-se "serviço a clientes")

--
Luis Canau
luis at canau net

am
Novato
Mensagens: 6
Registado: maio 20, 2001, 10:36 am

Mensagem por am » setembro 4, 2001, 1:24 pm

Ola a todos,

Penso que quem não leu os posts ou se esqueceu do que disse ou deu a entender, foi o ICe-Angel.

Excertos:
Meu post: "...para obrigar ao nosso estado a actuar de maneira correcta (muitas vezes o correcto seria dizer legal) e aqui coloco especial incidência no IRS, o que já nos desvia um pouco do que estamos a debater."

Como é obvio é um desvio ao assunto debatido, no entanto é um exemplo, para ilustrar o comentario do Angel-Ice:

"...psiu pode ser que a malta escape ao IRS" parece-me um pau de dois bicos. Vejamos, se há problemas por resolver e serviços a melhorar, de qq forma não será escondendo-nos deles que o faremos, enquanto contribuintes e benificiários do dito estado..."

De facto quem introduz a politica e o IRS é o ICE-ANGEL.
Penso que o fez, para endossar a discussão aberta dos meios que usamos para receber DVDs de fora da Europa sem pagar taxas alfandegarias.
Assim e seguindo o raciocinio, se acontecer que esse método seja descoberto, pura e simplesmente, ficaremos contentes por cumprirmos a nossa obrigação legal.

Ice-Angel, com esta tua filosofia (naõ tenho a certeza se é de facto filosofia), espero que quando recebas encomendas de fora da Europa e estas não sejam taxadas, te dirigas imediatamente à alfandega e os obrigues a taxar os teus DVDs.
Estou certo se eles te taxarem muitas vezes, tomarão a consciência de que estão a exagerar e a legislação, assim como a atitude das alfandegas, mudará radicalmente.

abraço,

am

ICE-Angel
Entusiasta
Entusiasta
Mensagens: 269
Registado: julho 1, 2001, 12:12 am

Mensagem por ICE-Angel » setembro 5, 2001, 12:40 am

Vejamos:

É evidente que prefiro que as minhas encomendas extra-UE fiquem no lote que escapa à taxa alfandegária, quanto mais não seja pq não sou rico. Quando tenho o azar ocasional de isso não acontecer, simplesmente pago aquilo que considero ser de direito do estado cobrar-me - tal como os impostos.

Considero que a existência das mencionadas imperfeições/problemas nos serviços de administração pública não devem servir como desculpa para tomar posições de fugir ao pagamento devido, sendo mais lógico lutar para que se resolvam as coisas pelas vias apropriadas - recorrendo (mais uma vez) a petições como a realizada ou a um nível mais geral, VOTANDO; coisa que muitos jovens que passam o tempo a falar mal do governo não parecem interessados em fazer, hoje em dia!

Com a experiência, algumas pessoas aprendem que as feridas de uma perna não se curam cortando a perna, gritando com ela e muito menos tentando ignorar a sua existência; mas sim com bastante persistência e um pouco de pomada...

___________
./ICE_Angel

GenesisPT
Iniciado
Iniciado
Mensagens: 137
Registado: novembro 17, 2000, 3:36 pm
Localização: Portugal

Mensagem por GenesisPT » setembro 5, 2001, 10:46 pm

...ou seja,
o problema estava resolvido se nós cá em Portugal tivessemos edições de jeito e a preços decentes. Se assim fosse já não se mandava vir tanta coisa de fora e o estado até recebia mais impostos...

GenesisPT (AAFS)

ICE-Angel
Entusiasta
Entusiasta
Mensagens: 269
Registado: julho 1, 2001, 12:12 am

Mensagem por ICE-Angel » setembro 6, 2001, 2:04 am

Touche !

___________
./ICE_Angel

Responder