Dark (Netflix)

Discussão de Séries de TV, Operadores, tudo o que seja relacionado com a caixa mágica.

Moderator: JRibeiro

Post Reply
nimzabo
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 3219
Joined: July 16th, 2013, 9:16 pm

Dark (Netflix)

Post by nimzabo »

Last edited by nimzabo on November 13th, 2019, 4:08 pm, edited 1 time in total.
nimzabo
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 3219
Joined: July 16th, 2013, 9:16 pm

Re: Dark (Netflix)

Post by nimzabo »

PanterA wrote:
August 18th, 2018, 5:43 pm
Dark teve muita parra e pouca uva
(o que se segue é ligeiramente spoiler mas não muito)
Acabei agora de ver e não sabendo as razões para a afirmação parece-me algo possível de se dizer da série.
Anda à volta de uma pequena cidade alemã onde por motivos vários pessoas transitam entre momentos no tempo, umas vezes voluntariamente vão e voltam, e em outras sem querer ficam aprisionadas no tempo para onde foram.
O que se passa vai sendo desvendado aos poucos se bem que no fim ainda fique muito por responder.

A série é um bocado complicada porque em momentos diferentes no tempo as personagens são diferentes ou são as mesmas mas num tempo diferente e pode ser difícil fixar quem é quem e qual a relação entre as pessoas. Convém ver as temporadas de seguida para não se perder a memória das personagens e porque a história é encadeada.
O argumento é bastante complexo e até algo rebuscado. Nalgumas situações a mesma personagem encontra-se no mesmo tempo mas com idades diferentes, porque viajou doutro ponto temporal.

Tenho noção de que não apanhei tudo e numa segunda visualização talvez conseguisse apanhar mais algumas coisas.
Normalmente em ficções sobre viagens no tempo, o que fazemos no passado poder mudar o presente e o futuro. Nesta série também é assim mas ao mesmo tempo não é. Não sei se percebi muito bem.
A realização e a musica são muito boas mas pareceu-me detetar um ou outro plot hole também.

Recomendo para quem goste deste género de histórias mas fica o aviso de que a história é uma grande salganhada.
O 'muita parra' empregue pelo Pantera deve referir-se a isto. O pouca uva não sei bem mas talvez não tenha ficado muito satisfeito com o final.
Está prevista a terceira e julgo que ultima temporada para 2020. Pode ser que traga mais respostas.
PanterA
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2641
Joined: February 21st, 2012, 12:14 am
Location: Viseu

Re: Dark (Netflix)

Post by PanterA »

Tenho que dar o braço a torcer, porque realmente tiveram kit de unhas (algo que não acreditava que era possível) para continuarem naquela complexidade narrativa, e para meu agrado melhorarem em todos os aspectos e até fui daqueles que nem fui grande fã da 1º season como citaste em cima.
A série neste momento está um completo mindfuck. A criação de mais timelines ficando com 5 no total e a decorrem todas ao mesmo tempo, praticamente que fazem parte do mesmo presente por estarem a contar eventos que no final vão-se sempre interligar. O fio condutor com o passar dos episódios torna-se mais difícil de seguir, mas ao mesmo tempo, da maneira como é série é realizada e editada é uma ajuda tremenda e é difícil perder ali o norte. Descomplicam o complicado, basicamente.
E algo muito bom foi como estiveram ali a jogar com a religião em metáforas e personifica-la em leis da física. A maneira como construiram toda aquele lore do tempo foi muito acima da média.

Por outro lado e em relação ao final. Não sei se gostei muito da maneira como vão implementar o multiverse com a vinda de um outro mundo (mundos?). Diria que já é inventar em demasia, como fizeram por exemplo nas relações genealógicas que parecia uma telenovela mexicana que no fundo quase que dava a entender que ninguém podia ter casos com ninguém porque acabavam em incesto. A ideia percebe-se mas não gostei dessa progressão.
nimzabo
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 3219
Joined: July 16th, 2013, 9:16 pm

Re: Dark (Netflix)

Post by nimzabo »

Se não estou em erro só a passagem do Mikkel para 1986 é que teve implicações no futuro, o que é estranho.
Com toda a gente a viajar entre tempos seria de esperar que houvesse modificações sentidas nos períodos subsequentes.
(já nem falo na facilidade e naturalidade com que as pessoas 'embarcam' nas viagens; não parecem colocar sequer a possibilidade de não ser seguro).
Há um tempo que nunca muda e esse é o interno das pessoas cujo envelhecimento decorre sempre ao mesmo ritmo. Acontece quer fiquem sempre no mesmo plano temporal quer andem a passar de uns para os outros.
Não apreciei muito nem penso ter compreendido bem aquela coisa do Noah e da irmandade do mal. Não gostei muito dessa parte das forças do mal.

Algumas coisas pareceram-me não bater muito certo.
- Não percebi minimamente como é que o primeiro policia concluiu que tinha sido o Helge a matar as crianças. Fiquei com a impressão que não havia evidência alguma disso (mas também pode ser que não tenha percebido).
- Quando o Jonas viaja pela primeira vez e descobre o Mikkel em 1986 aparece o Jonas intermédio e os dois conversam um bocado. A conversa pareceu-me pouco natural pois uma questão que devia logo surgir na mente do Jonas novo é como é que o Mikkel tinha caído 33 anos no tempo.
- Aliás o centro da história que é o Mikkel simplesmente não faz sentido por ser em circuito fechado. O Mikkel é o pai do Jonas que foi quem o colocou no passado, isto é, um é a origem do outro. Tal e qual como a história do ovo e da galinha. Não parece possível, pelo menos numa visão sequencial da história e nem mesmo se é o futuro a condicionar o passado.
- A certa altura o Jonas velho disse que havia uma maneira de mudar as coisas e arranjou aquele portal para o Jonas novo viajar e evitar o suicídio do pai mas se bem percebi essa não era a questão. Era ser mesmo impossível mudar o que quer que fosse.

Vi tudo de seguida e não senti diferença entre as temporadas. Foi quase como se fosse uma temporada apenas mas com mais episódios.
Não sei se a história vai sendo construída ou se já estava toda idealizada à partida mas como não para de se tornar mais complexa parece cada vez mais remota a possibilidade de no fim ser tudo embrulhado de forma satisfatória.
A série levanta tantas questões sobre a natureza do real que a única forma de lhes responder seria ela própria dar a chave para essas questões e isso parece ser pedir de mais de uma série. A ciência e a arte e a religião já o fazem há centenas ou milhares de anos e até agora ainda não conseguiram.

Claro que pode acabar de várias maneiras umas melhores e outras piores (talvez possamos escolher um final entre os vários universos :-) ).
Para ser sincero aquilo já está a ficar uma trapalhada tal que não tenho grandes expectativas de que seja embrulhado de forma muito satisfatória.
Com uma realidade multiverse mais difícil fica. Acho que a série deve acabar depressa caso contrário pode perder qualquer credibilidade ainda tenha (se é que ainda tem) e tornar-se numa série de acção e ficção cientifica com um argumento para esquecer.
PanterA
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2641
Joined: February 21st, 2012, 12:14 am
Location: Viseu

Re: Dark (Netflix)

Post by PanterA »

Eu ali até ao 4º episódio da 1º season não estava achar aquilo nada de especial. E no conto geral da coisa achei a season apenas razoável. Mas a 2º houve uma evolução de qualidade que me surpreendeu e me agarrou completamente.

Quanto ás perguntas, eram realmente boas se me tivesses perguntado dias depois de ter visto a season. Agora tenho que admitir que já estou a leste disso, e não tenho argumento nem razoabilidade para sequer iniciar o debate. O que mostra que se não revir a 1/2º season quando a 3º estrear, vai ser complicado seguir tudo como deve ser.
nimzabo
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 3219
Joined: July 16th, 2013, 9:16 pm

Re: Dark (Netflix)

Post by nimzabo »

A nova e última temporada de “Dark” estreia a 27 de junho
PanterA
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2641
Joined: February 21st, 2012, 12:14 am
Location: Viseu

Re: Dark (Netflix)

Post by PanterA »

Estava com algum receio de pegar nesta última season, mesmo com 2 recaps em cima e ter perdido 15-20 minutos a lembrar-me das árvores genealógicas de cada família mas a partir do momento que fixas os nomes e caras das personagens e estás atento ao que estás a ver, foi outra season que se seguiu bastante bem sem grandes complicações. Podia falhar por vezes num ou outro momento, mas a série de uma maneira ou de outra ajuda-te sempre. Quando tens uma realização e edição de topo tudo fica mais fácil.

Pessoalmente desiludiu um pouco. Talvez desiludir seja uma palavra bastante forte, mas deu a ideia que atalharam demasiado a complexidade narrativa que tinham criado na season anterior em alguns pontos.
Estava com receio da maneira como iriam abordar o multiverse e nesse aspecto surpreendeu-me bastante. Aliás, adorei todo aquele loop das timelines. Nota-se que foi uma série que foi pensada ao longo dos anos para fazer sentido no seu todo. Agora, a parte de como quebraram a explicaram o nó dos 2 mundos com amor shakespeariano soube-me a pouco. Depois de tantas camadas teológicas e existencialistas na série, abordarem algo tão crucial de uma maneira tão simples para mim não resultou. Acima de tudo neste ponto contava com outro tipo de análise, que para o tema em questão certamente não faltariam teorias.

De qualquer das maneiras com matéria tão complicada como são as viagens do tempo para que depois faça sentido, mesmo com aqueles atalhos narrativos onde podiam fazer bem melhor, tiro-lhes o chapéu terem conseguido ligar tudo sem dar aquela sensação que muitas vezes acontece no género que se desculpam com o tema por não ter kit de unhas para mais. E mesmo o final em si foi no ponto, ainda que acho que lhe tirava 10 segundos.

Venham mais séries destas que o povo agradece. :)
Post Reply