Game of Thrones (HBO)

Discussão de Séries de TV, Operadores, tudo o que seja relacionado com a caixa mágica.

Moderador: JRibeiro

Responder
Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 4983
Registado: fevereiro 19, 2009, 9:07 pm
Contacto:

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por Samwise » abril 22, 2019, 5:54 pm

PanterA Escreveu:
abril 22, 2019, 7:50 am
Diziam atrás que isto não é game of thrones, mas isto "È" game of thrones. Em todo o seu máximo esplendor.

Para mim, um dos melhores episódios da série. :handsdown:
Para mim um dos mais fracos. Canções à volta da lareira??? Beijinhos e abracinhos??? WTF! Só faltou o Ed Sheeran aparecer outra vez também... :evil:

Espero que estes dois primeiros episódios sejam uma preparação para um grande banho de sangue. :twisted:

Fico a pensar que houve ali uma brutal concessão narrativa...
O Snow teria feito melhor em não abrir a boca antes da batalha, mesmo que isso implicasse mentir temporariamente à K.
Só entendo que isto suceda desta forma porque os argumentistas têm algo na manga.
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

PanterA
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 2543
Registado: fevereiro 21, 2012, 12:14 am
Localização: Viseu

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por PanterA » abril 22, 2019, 8:07 pm

Sim, é um episódio humano, para sensibilizar e sobretudo sobre o perdão e redenção. Eu prefiro estes momentos que os das batalhas e por aí fora. E nos próximos de certeza que vamos ter bastante sangue, cabeças a voar e mortes das personagens que vimos desde o day 1. Têm mais de 5 horas e tal para isso tudo.

Então com este clip então, quase que me caem aqui umas lágrimas de macho. È muita qualidade!!!

https://youtu.be/eTa1jHk1Lxc

Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 4983
Registado: fevereiro 19, 2009, 9:07 pm
Contacto:

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por Samwise » abril 22, 2019, 10:04 pm

Não foi só a candura e a "softness" de todo o episódio que me decepcionou, foi (sobretudo) a ausência daqueles diálogos afiados e inteligentes, mais intensos do que as batalhas campais, e que em seasons passadas por vezes se sucediam uns aos outros através dos episódios.

Aqui havia pelo menos três momentos que exigiam muito mais dos argumentistas, e que se ficaram por meras trocas de argumentos simplórios, facilmente encaixados e aceites pelos interlocutores adversários:
- O "julgamento" de Jaime - too easy!
- O quase (pena) confronto entre a Sansa e a Daenerys (de onde saiu uma "faisquinha" tímida, em vez das fortes labaredas que seriam desejáveis - pode ser que venha a haver uma luta na lama, sem dragões à mistura :-))) :-))) :-))) );
- O diálogo Snow-Daenerys... nem sei bem o que dizer dele, para além de ter sido convenientemente interrompido.
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

PanterA
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 2543
Registado: fevereiro 21, 2012, 12:14 am
Localização: Viseu

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por PanterA » abril 22, 2019, 11:19 pm

São diálogos de quem está a menos de 24h de irem todos para debaixo da terra. Não achei que houvesse uma necessidade extrema de diálogos perspicazes, inteligentes ou cheios de parábolas. Foi tudo feito no conforto e simplicidade de quem vai ter levantar a espada nas hora seguintes. Nem tudo o que é simples é mau, e aqui é um bom exemplo.
- Fácil do ponto de vista dele, mas teve as ramificações do Tyrion e não só. Aquilo que estava à espera depois de a Danny ter dito que matou o seu pai pelas costas, o Bran sacasse da sua Internet ambulante e dizia a todos que foi ele que salvou King's landing depois de o Mad King ter dito para incendiar a cidade toda.

- Por acaso discordo. Até acho que houve uma química interessante onde cada uma tentava sacar sempre o melhor da situação para ficarem bem vistas numa futura relação de amizada, mas a Sansa há muito que já não é Sonsa e lançou uma boas bujardas. Aqui não pedia mais.

- Pseudo cliffhanger. O Snow a guardar tudo até á ultima da hora, porque se calhar não queria morrer sem contar ao seu grande amor que afinal ela é sua Tia e não podiam continuar no incesto. Podia ser melhor? Talvez, mas serviu para lançar as bases se ainda houver disputa pelo Iron Thrones.

lud81
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 5419
Registado: março 16, 2001, 6:56 pm
Localização: Portugal

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por lud81 » abril 23, 2019, 10:11 am

Eu achei um episódio excelente, finalmente a série respirou. No entanto concordo com o Samwise, pois a falta de substância a sério nos diálogos é algo que já critico há umas duas seasons, pois foi notória a mudança quando acabou source material. Este episódio continua a ser o que a série é desde que acabou o source material, mas ao menos desta vez deu-se a oportunidade de respirar, o episódio não andou a mil à hora. Sobretudo, teve feeling. E é obviamente inspirado no The Two Towers do LOTR, sem qualquer vergonha. Isto não é uma crítica, mas é 100% notório como praticamente decalcaram o que Peter Jackson fez nesse filme para este episódio.

Só lá faltou uma cena destas :biggrin: :


Quanto à cena entre Sansa e Dany, houve ali outra coisa, antes da Dany retirar a mão. Um sorriso que ela faz a mim parece-me falso. Já há alguns tempos (desde outras seasons, nunca fui muito à bola com ela) que ando com a desconfiança de que a Dany é uma personagem maliciosa, não é a menininha justa e nobre que todos pensam que é. E alguns toques da interpretação da Emilia Clarke dão a entender isso, como se ela já soubesse o que vai acontecer e já está a dar pistas subtis nas expressões faciais da Dany. Posso estar enganado ou pode ser ineptitude da actriz, não sei. Eu vou acompanhando a série e não perco tempo a procurar teorias sobre isto ou aquilo. Vou vendo e absorvendo à medida que vejo, e depois espero pelo próximo.
Imagem

Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 4983
Registado: fevereiro 19, 2009, 9:07 pm
Contacto:

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por Samwise » abril 23, 2019, 11:44 am

lud81 Escreveu:
abril 23, 2019, 10:11 am
Este episódio continua a ser o que a série é desde que acabou o source material, mas ao menos desta vez deu-se a oportunidade de respirar, o episódio não andou a mil à hora. Sobretudo, teve feeling.
Eu vejo estes dois primeiros episódios como se fossem um só, apesar de neste último se ter acentuado bastante a dose de "sentimentalismo" - o que de resto seria normal se se tratasse mesmo de um só episódio: as emoções concentram-se sempre mais para o final.

Só que eu acho que série sempre teve fartos momentos "para respirar" - logo desde o início - , este é que se prolongou por mais tempo do que o normal. Não critico isso, mas critico negativamente a forma fragmentada e curta como geriram as interacções entre as personagens durante esta "intermission". Muitos saltos de umas para as outras, e pouco tempo junto de cada "agrupamento". Daí resultam os diálogos algo desenxabidos e com relativa falta de profundidade - ou se calhar foi devido a eles que filmaram desta forma...

Quanto ao "feeling", devo ser eu que já estou demasiado anestesiado/numbed pela violência endémica e estrutural que domina a série - estou feito pedra e senti algum aborrecimento por terem passado o episódio a puxar pela lagrimita...
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

lud81
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 5419
Registado: março 16, 2001, 6:56 pm
Localização: Portugal

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por lud81 » abril 23, 2019, 12:50 pm

Samwise Escreveu:
abril 23, 2019, 11:44 am
Só que eu acho que série sempre teve fartos momentos "para respirar" - logo desde o início - , este é que se prolongou por mais tempo do que o normal.
Sim, no início tinha. Mas eu separo a série em duas eras: GRRM e pós-GRRM. No pós-GRRM a série não respira, conflitos criados num episódio são resolvidos dentro do mesmo, personagens praticamente teletransportam-se, aparecem onde convém à narrativa, parece que é tudo ali na esquina, quando estamos a falar de um continente que pelo menos será metade da Europa e eles andam a cavalo ou de barco... Da era pós-GRRM este foi dos poucos que se deu ao luxo de respirar.

Mesmo neste episódio, Tormund e o seu grupo chegam a Winterfell na boa e poucos minutos depois de partirem de Last Hearth, onde estavam no final do episódio anterior. Nesse episódio Tormund referiu que tinham mais homens do que cavalos e que só chegariam a Winterfell antes do Night King com muita sorte e se os cavalos aguentassem a viagem e levar mais do que um home. Obviamente aguentaram, mas lá está, parece-me apressado.
Theon também chegou a Winterfell, vindo do Narrow Sea no episódio anterior, e estando numa frota de navios. Teve de navegar até à costa, atracar o(s) barco(s) e cavalgar até Winterfell. Tudo isto se passa enquanto os dramas em Winterfell parecem 2 ou 3 dias.
Samwise Escreveu:
abril 23, 2019, 11:44 am
Não critico isso, mas critico negativamente a forma fragmentada e curta como geriram as interacções entre as personagens durante esta "intermission". Muitos saltos de umas para as outras, e pouco tempo junto de cada "agrupamento". Daí resultam os diálogos algo desenxabidos e com relativa falta de profundidade - ou se calhar foi devido a eles que filmaram desta forma...
Lá está, isso são tudo problemas da era pós-GRRM. Deixou de ser uma adaptação literária para ser uma série como as outras, tipo Lost. Sim, é boa, como muitas séries actualmente, mas é uma sombra do que já foi.
Imagem

PanterA
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 2543
Registado: fevereiro 21, 2012, 12:14 am
Localização: Viseu

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por PanterA » abril 23, 2019, 7:21 pm

Game of Thrones uma série como as outras? Só me resta então perguntar, onde raio é que andam essas outras?

lud81
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 5419
Registado: março 16, 2001, 6:56 pm
Localização: Portugal

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por lud81 » abril 23, 2019, 11:51 pm

Atenta que estou a referir-me ao estilo de escrita e estrutura de episódios. Estamos a falar de uma coisa muito específica, não de um todo. O novo modelo da série segue o manual de regras de escrita de TV americana à risca.

E quando digo outras não me refiro apenas às do momento, eu não vivo apenas no momento. Não conheces mais nenhuma série de qualidade?
Imagem

PanterA
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 2543
Registado: fevereiro 21, 2012, 12:14 am
Localização: Viseu

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por PanterA » abril 24, 2019, 9:19 am

Com esta qualidade? Nem de perto. Neste momento tens GoT e depois tens tudo o resto. E por mais que eu adoro outras séries também com grande nível, GoT é de outro patamar.

E que manual de escrita americana? Vejo sempre o mesmo argumento da escrita para aqui escrita para ali mas por muito que se queira, isto já não é uma Olenna a fazer mindgames com o Twyin e quem é que vence no jogo de poderes. Esses tempos já lá vão por circunstâncias da história, não da escrita.

lud81
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 5419
Registado: março 16, 2001, 6:56 pm
Localização: Portugal

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por lud81 » abril 24, 2019, 10:49 am

PanterA Escreveu:
abril 24, 2019, 9:19 am
Com esta qualidade? Nem de perto. Neste momento tens GoT e depois tens tudo o resto. E por mais que eu adoro outras séries também com grande nível, GoT é de outro patamar.
The Sopranos, The Wire e True Detective, por exemplo. Talvez Breaking Bad e Deadwood também, por tudo o que se fala delas, mas apenas vi a primeira season de Breaking Bad e não vi Deadwood, por isso não o posso afirmar. Game of Thrones, se está acima destas séries em qualidade, não é por muito. Tu afirmas que nenhuma sequer lhe chega perto, portanto daí segue que Game of Thrones é a melhor série de sempre, e por larga margem.

PanterA Escreveu:
abril 24, 2019, 9:19 am
E que manual de escrita americana? Vejo sempre o mesmo argumento da escrita para aqui escrita para ali
Não sei especificar ao pormenor, mas que existe, existe. Duração das cenas, a forma como acabam (com uma pergunta ou afirmação que deixa outra personagem a olhar no vazio e a cena corta para outra sem que fique explícito como essa personagem deu a volta à situação), se os diálogos parecem conversas ou se são apenas bocas (das que deixam as personagens a olhar no vazio), conveniência de certas personagens aparecerem ou situações acontecerem, etc.

Basicamente, se consegues imaginar realisticamente o que aconteceu antes e o que acontece depois às personagens de cada cena. Como chegaram ali e como partiram (assumindo que não ficam a olhar no vazio até se teletransportarem para a cena seguinte). Não estou a dizer que se deve mostrar tudo o que acontece na vida das personagens, para isso terias de ter sempre uma câmara a segui-las, mas deve-se certificar de que a porção que vemos (a cena) faz sentido num todo que não vemos.

Para exemplificar o que estou a dizer, meto aqui uma cena do TTT (só porque me lembro dela):



Esta cena é bonita, tem lá umas frases bonitas e tal. Mas vejamos a realidade do que se passou. No meio de uma sala com pessoas a andarem de um lado para o outro, Éowyn tira uma espada de um baú e começa a manejá-la para lá. Do nada, por trás, aparece Aragorn que lhe interrompe um movimento com o seu punhal. Porquê? O que lhe deu para ir interrompê-la de surpresa? Depois ela diz o que receia só porque ele diz que ela tem perícia e no fim a cena é rematada com Aragorn a dizer "you're a daughter of kings. I do not think that would be your fate", volta costas e baza deixando-a a olhar no vazio. Imaginas isto a acontecer na vida real? Está alguém a treinar, chegas lá de surra, interrompes, mandas uns bitaites, viras costas e bazas.
Nós estamos tão habituados a ver este tipo de cena que já nem nos apercebemos de que não faz sentido e que apenas está lá para servir um propósito, não tendo grande lógica o que aconteceu antes e o que acontece depois ou o como aconteceu.

Séries de TV são feitas de cenas deste tipo (mas mais óbvias), coladas umas às outras. Posso estar a lembrar-me através de óculos cor de rosa, mas não penso que GoT dependia deste tipo de cena nas primeiras temporadas. Que as tinha, claro que as tinha pois como disse há pouco, esta é a linguagem audio-visual a que estamos habituados. Mas agora é mais notório.
Imagem

Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 4983
Registado: fevereiro 19, 2009, 9:07 pm
Contacto:

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por Samwise » abril 24, 2019, 10:59 am

PanterA Escreveu:
abril 24, 2019, 9:19 am
Com esta qualidade? Nem de perto. Neste momento tens GoT e depois tens tudo o resto. E por mais que eu adoro outras séries também com grande nível, GoT é de outro patamar.
Cof.... Cof...

Sabes que isso é sempre relativo. :mrgreen:

Acho que GOT, mesmo no seu melhor, não entra sequer o meu TOP 5 de séries de eleição e talvez só entre no TOP 10 porque não sou devorador de séries e a minha bagagem neste domínio é declaradamente leve - mas também posso levar a coisa para o sentido contrário dizendo que mesmo tendo visto poucas séries, o GoT não está nem nas 5 primeiras. como?-)

Só para te dar um exemplo simples - e salvaguardando o facto de não podermos directamente comparar séries desta forma - cada diálogo na terceira season do True Detective dá dez a zero aos quase one-liners do GoT season 8 so far. E nem estão assim tão particularmente excepcionais...

Não há que negar que o GoT tem um conjunto de qualidades e características únicas que a distanciam de outras séries (a ponto de podermos seguramente afirmar "não há nada como isto"), mas que isso não sirva de espécie de "carimbo cego certificador de qualidade".

Em todo o caso, concordo em grande medida com o Lud numa coisa: há um antes e um depois a nível qualitativo que tem directamente a ver com a influência do GRRM e do material original na série. Assim que essa fonte secou, a habilidade menor dos argumentistas para construir micro-espaços de interacção entre personagens veio ao de cima - e foi em parte substituida por aquilo a que chamo "hollywoodismo", mesmo que executado com alguma qualidade.
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

No Angel
Especialista
Especialista
Mensagens: 1815
Registado: abril 2, 2012, 9:58 pm

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por No Angel » abril 24, 2019, 11:24 am

Das mais antigas, Twin Peaks e a Buffy são bem melhores, na minha opinião. Das mais recentes, Borgen, Mad Men, Homeland, Outlander e Once Upon a Time. E isto sem pensar muito sequer, GOT restá bem longe de ser essa obra-prima que tanto pintam, ainda para mais tendo dois protagonistas tão mal interpretados (o Jon e a Daenerys), duas "atuações" que são do pior que já vi em séries.

Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 4983
Registado: fevereiro 19, 2009, 9:07 pm
Contacto:

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por Samwise » abril 24, 2019, 11:34 am

"Lud" Escreveu:Mesmo neste episódio, Tormund e o seu grupo chegam a Winterfell na boa e poucos minutos depois de partirem de Last Hearth, onde estavam no final do episódio anterior. Nesse episódio Tormund referiu que tinham mais homens do que cavalos e que só chegariam a Winterfell antes do Night King com muita sorte e se os cavalos aguentassem a viagem e levar mais do que um home. Obviamente aguentaram, mas lá está, parece-me apressado.
Theon também chegou a Winterfell, vindo do Narrow Sea no episódio anterior, e estando numa frota de navios. Teve de navegar até à costa, atracar o(s) barco(s) e cavalgar até Winterfell. Tudo isto se passa enquanto os dramas em Winterfell parecem 2 ou 3 dias.
Ahhh... isto é a velha questão do "tempo narrativo" vs "tempo que o espectador vê a decorrer". Já os (pseudo) fãs do Star Wars se queixavam disto a propósito das viagens para zonas distantes do universo. :-))) :-))) :-)))

Acho que no caso do GoT é uma falsa questão, essencialmente porque não tens meios de medir o tempo narrativo decorrido entre cada interacção. Não consegues determinar quanto tempo decorreu a partir do que nos é mostrado em Winterfell. Os "poucos minutos na boa" que eles demoraram de um lado ao outro foram "comprimidos" pela necessidade de síntese narrativa (e devido a não ter havido incidentes relevantes durante a viagem :lol: ), mesmo que fique a parecer que tiveram uma ajudinha das estrelas, do Scottie do Star Trek. :-)))

---

Mais reflexões minhas sobre o episódio passado e sobre o que talvez se avizinhe:
A batalha que se avizinha. Não estive a estudar as características do castelo de Winterfell, mas tenho em ideia que numa batalha com estas características (forças atacantes em número imensamente superior às forças em defesa), a parte que tem o castelo normalmente barrica-se e defende a partir de dentro. Não envia a força maior dos soldados para campo aberto para um confronto. Mas era isso que estava sobre o plano em cima da mesa - batalha em campo aberto em frente ao castelo.

Mesmo com dragões à mistura, parece-me que o mais lógico seria aproveitar a vantagem concedida pelas muralhas.

Posso estar a falar cedo demais porque ainda não vi a batalha, mas deu-me a entender que o grosso das tropas ia concentrar-se em frente ao castelo.

Outro aspecto que não faz grande sentido para mim é o plano de atrair o Rei do gelo com Bran e esperar que ele caia. O Bran pode ser um objectivo essencial, mas não é um objectivo prioritário, no sentido em que pode esperar, até porque não tem qualquer influência no desfecho da batalha. A lógica pelo lado do Rei do Gelo seria mais aguardar à distância e esperar que a batalha termine. Depois avançar para o Bran.

O que eu acho que vai acontecer:

- Umas quantas situações Deus Ex-machina. Situações desesperadas que estão perdidas, mas que mesmo, mesmo à última hora são invertidas pelo aparecimento milagroso e in-extremis de um qualquer salvador que não antecipámos. A Melisandre, que ainda não apareceu, pode ser um desses casos. A Cersei também, embora aqui aposte mais em que ela vai aguardar o desfecho da batalha. É o mais lógico (deixar que os opositores se enfraquecem mutuamente para depois batalhar as sobras).

- Uns quantos sacrifícios de personagens semi-principais. Vão morrer uns quantos, é certo, e mais certo ainda em situações de mártir, dando a vida para salvar algo mais importante, ou então simplesmente salvando um amigo ou limpando a honra.

- Não estou concordante que a Daenerys virá a ser a "má" da fita. Penso que ela está (legitimamente) céptica, mas que a prova de que Jon é o herdeiro virá muito facilmente à intriga: basta um dragão... :wink: Em todo o caso, face ao passado dela, custar-me-ia muito ver esse volte-face de se tornar "A má" (o poder a qualquer custo) por parte dos argumentistas.
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 4983
Registado: fevereiro 19, 2009, 9:07 pm
Contacto:

Re: Game of Thrones (HBO)

Mensagem por Samwise » abril 24, 2019, 11:53 am

lud81 Escreveu:
abril 24, 2019, 10:49 am
The Sopranos, The Wire e True Detective, por exemplo. Talvez Breaking Bad e Deadwood também, por tudo o que se fala delas, mas apenas vi a primeira season de Breaking Bad e não vi Deadwood, por isso não o posso afirmar. Game of Thrones, se está acima destas séries em qualidade, não é por muito. Tu afirmas que nenhuma sequer lhe chega perto, portanto daí segue que Game of Thrones é a melhor série de sempre, e por larga margem.
A primeira season do Breaking Bad vale aí um 8/10 - relativizando comparativamente às seasons que vêm a seguir, isto é, e que melhoram a cada nova season (com excepção da última, que para mim volta a descer o nível). Se só viste a primeira season, então não viste nada. :twisted:

Que isto sirva de incentivo para investires tempo na série, porque vai valer a pena. salut-)

Isto também sucedeu no Mad Men. A primeira season é "agradável", mas o que vem a seguir, degrau a degrau, chega ao excepcional.

Deadwood é um must. Must, must, must! É o GoT do Western, e sem o "hollywoodismo". salut-)
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

Responder