Седьмой спутник / The Seventh Companion (1967) - Grigori Aronov / Aleksei German

Discussão de filmes; a arte pela arte.

Moderadores: waltsouza, mansildv

Responder
JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 3039
Registado: agosto 30, 2011, 9:33 pm
Localização: Lisboa

Седьмой спутник / The Seventh Companion (1967) - Grigori Aronov / Aleksei German

Mensagem por JoséMiguel » outubro 15, 2017, 4:58 am

Imagem

Wikipedia (Russo): https://ru.wikipedia.org/wiki/%D0%A1%D0 ... %8C%D0%BC)
Wikipedia (Inglês): https://en.wikipedia.org/wiki/The_Seventh_Companion
IMDB: http://www.imdb.com/title/tt0062245/

Sinopse (Wikipedia)
... The film is set in 1918, St. Petersburg, Russia. The new government has announced a Red Terror, and now a merciless extermination of "counter-revolutionaries" is underway. Eugene Pavlovich Adamov, general of the royal army and professor at the Military Academy of Law, is arrested and placed in a kind of "room" which is arranged as a prisoner's cell. However, it does not only contain the king's soldiers, officials and aristocrats, but also ordinary criminals. Every day prisoners who are shaking from fear are being taken away for "trial" from the horrible room. And the verdict is almost always the same – execution by the firing squad.

Adamov has no illusions as he quietly waits for death, but suddenly a miracle happens: he is freed. Being an honest and principled man, Adamov in 1905 refused to be a prosecutor at the trial of the revolutionary sailors, and now the new government considered this sufficient grounds for release of the old tsarist general. However, Adamov has no place to go: his apartment with numerous rooms has been given to other people a long time ago, and the general has to go back to the place of his recent confinement where he finds a job as a launderer.

Some time later Adamov is offered a job as an investigator and he begins to serve the new government. However, as he investigates the murders of the military confiscation unit ("prodotryad") members, the general is faced with an attempt of lawlessness on the part of the "reds" and resolutely tries to prevent this. Alas, no one listens to Adamov, innocent people are shot without trial, and the general himself falls into the hands of the "whites". Adamov tries to explain to the officer of the detachment his reasons for him going over to the Bolshevik side, but he sees only a traitor in Adamov, and he orders to shoot his old professor ...
Excerto



Realizadores soviéticos

Este filme possui dois realizadores (não de estranhar no cinema soviético)...

Imagem
Alexey German
Alexey German was born on July 20, 1938 in Leningrad . The son of the writer Yuri (Georgy) Herman and Tatiana Alexandrovna Rittenberg.

In 1960 he graduated from the directing department of the Leningrad State Institute of Theater, Music and Cinematography (LGITMiK) ( Grigory Kozintsev's workshop , course leader Alexander Muzil ).

He worked at the Smolensk Drama Theater , then, in 1961 - 1964 , - at the Leningrad Grand Drama Theater with Georgi Tovstonogov .

Since 1964 - the second director, then the director of the studio Lenfilm . His film "Check on the roads" lay on the shelf for 15 years and was released on the screen only during perestroika . In 1985 he was elected secretary of the Union of Cinematographers of the USSR .

In 1990 he organized the studio " SPiEF " (Studio of the first and experimental film) and until its death in 2013 was its artistic director.

Since 1998, A. Herman led the author's studio at the Higher Courses of Scriptwriters and Directors .

Since 2010 - President of the St. Petersburg International Film Forum .

Alexey German died on February 21, 2013 at the 75th year of life in the clinic of the Military Medical Academy of St. Petersburg from renal failure [4] [5] ; was buried on February 24 at the Bogoslovsky Cemetery of St. Petersburg [6] .

In autumn 2013 he was posthumously awarded the prize of the Rome Film Festival "Golden Capitol Sheep" for his contribution to the cinema art ( Lifetime Achievement Award ). The awarding ceremony took place in Rome on November 13 as part of the world premiere of Hermann's final tape " It 's Hard to Be God ", the award was received by the widow of the filmmaker Svetlana Karmalita and his son Alexei German Jr. [7] [8] . The organizers of the review noted that for the first time in the history of European festivals a decision was made to award such a reward to a deceased cinematographer [9] . Organizers of the more famous Cannes Film Festival asked the German family for permission to include " It 's hard to be a god " in the main competition, but they refused [10] .
Imagem
Aronov, Grigory Lazarevich
For some time he lived in the village of Saltykovka, Reutov district, Moscow region. He graduated from the local school (now school number 17). I started to shoot as a teenager. The first role - in the film "Seventh-grade" (1938). Then he starred in the films "Personal Affair" (1939), "How the Steel Was Tempered" (1942).

In 1940-1941 he studied at the theatrical school. M. Schepkin .

In 1951 - graduated from the directing department of VGIK (workshop I. Savchenko ).

In 1941-1945 he worked as an aircraft technician at the Kazan and Ramenskoye plants . At the end of VGIK - director at the Kuibyshev studio newsreels .

In 1956-1958 - the director of the Odessa film studio , later - at the film studio " Lenfilm ." In his creative asset there are several documentaries ("Rural Club", "Kazan University" and others). Co-author of the script "If You Leave" (1977, together with Yu. A. Rybchinsky ). He was buried in the cemetery in memory of the victims of 9 January in St. Petersburg .
Comentários e observações

O realizador Alexey German é muito famoso neste fórum, pelo remake de 2013 do filme de ficção científica"Hard to be a God", onde o realizador faleceu durante as filmagens.

Eu sou dos poucos adeptos de sci-fi que ainda não viu esse filme, embora já tenha divulgado muito a co-produção entre a Europa Ocidental e o Bloco de Leste de 1989...



"Organizers of the more famous Cannes Film Festival asked the German family for permission to include " It 's hard to be a god " in the main competition, but they refused [10] ."

Quanto ao outro realizador Grigory Lazarevich Aronov, o homem foi director do estúdio soviético Odessa, e com isso não se brinca nem há "pão para malucos", o estúdio Odessa era um dos dois estúdios soviéticos ucranianos (o outro era o estúdio Dovchenko), e de entre outras produções criaram o famoso D' Artagnan soviético de 1978 (é uma super-produção infantil e musical mas muito jeitosa), embora eu também j+a tenha mostrado filmes mais sérios e adultos do estúdio ucraniano Odessa, que fazia contra-peso ao estúdio ucraniano Dovchencko, que era mais vocacionado para filmes históricos poéticos, numa atitude muito singela e diferente do restante cinema dos outros países do bloco sovético.


JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 3039
Registado: agosto 30, 2011, 9:33 pm
Localização: Lisboa

Re: Седьмой спутник / The Seventh Companion (1967) - Grigori Aronov / Aleksei German

Mensagem por JoséMiguel » outubro 15, 2017, 5:39 am

Breve opinião

Já vi este filme há uns anos, mas esta é daquelas obras que deixam marcas...

Em particular, este filme possui importância crítica nos debates do DVD Mania, quando se compara a liberdade política do cinema norte-americano contra a liberdade política do cinema soviético, no ano de 1967 (data em que este filme foi lançado).

Numa ou noutra ocasião deste fórum, eu defendi o cinema soviético, contra o mal entendido da noção geral de que o cinema norte-americano "era livre" e o cinema soviético "não era livre", a nível de auto-crítica sócio-política, citando o exemplo deste filme.

Neste fórum existem dois tipos de comentadores, uns que sabem do que escrevem e outros que escrevem à toa...

Este exemplo deste filme não terá grande interesse para os que sabem do que escrevem, e debatem questões a um nível mais avançado, mas para os "putos zombies" do fórum (aqueles jovens ou não, cuja lavagem ao cérebro pelos "media" portuguesas deixaram-nos a julgar que a URSS era algum demónio religioso), fica aqui este exemplo de um filme soviético de 1967 que critica a revolução soviética e deixa o espectador (ainda hoje no séc. XXI) com pena dos desgraçados dos ricos, nobres, etc. que foram executados sumariamente, em nome do Comunismo Soviético.

Um filme como este apenas foi possível após a morte do Estaline em 1953, pois durante o Estalinismo, a maioria do cinema russo era uma pouca vergonha de palhaçada de propaganda, onde não se podia criticar o regime (fuzilamento de cineastas, e não estou a exagerar, pois já escrevi uma crítica a um filme russo, cujo realizador foi executado, a pedido do Estaline).

Imagem
Estaline: O ditador malandro que mandava fuzilar cineastas, porque sim.

Agora, é importante que os membros do fórum mais preguiçosos em História (não os culpo, pois os livros oficiais do ensino secundário português estavam cheios de propaganda política), percebam bem a diferença entre as várias etapas da União Soviética, após-Estaline, seja no Cinema ou não... E já agora se compararem o cinema soviético com o cinema norte-americano, vejam bem o que os americanos andavam a fazer em 1967, antes e depois (fim da censura religiosa do Production Code, Golden Age moral da década de 1970, e segunda Idade das Trevas a partir da década de 1980, a nível ideológico).

Neste filme temos claramente uma crítica interna à Revolução de 1917! Esta tendência iria tomar dimensões ultra-extremas na década da Perestroika, com o filme "O checkista" de 1991:


JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 3039
Registado: agosto 30, 2011, 9:33 pm
Localização: Lisboa

Re: Седьмой спутник / The Seventh Companion (1967) - Grigori Aronov / Aleksei German

Mensagem por JoséMiguel » outubro 15, 2017, 6:18 am

O filme completo (estúdio Lenfilm de Leninegrado) está no You Tube, mas sem quaisquer legendas!



No entanto, e perante a minha impossibilidade presente de criar vídeos, espreitem o filme (não é preciso legendas para perceberem o drama e angústia) ao tempo 26m00s. Trata-se de um desgraçado aristocrata que vai ser fuzilado, apenas porque sim, porque é aristocrata! Regime sovético da era do Lenine, no seu melhor... Grr:-) mau-)

Ditadura soviética em modo de terror, violência e injustiça... evil-)

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Mensagens: 3039
Registado: agosto 30, 2011, 9:33 pm
Localização: Lisboa

Re: Седьмой спутник / The Seventh Companion (1967) - Grigori Aronov / Aleksei German

Mensagem por JoséMiguel » julho 18, 2018, 3:11 am

Quando criei este tópico, não tinha possibilidade de criar um trailer, e por isso fi-lo agora. É uma versão com comentários em inglês, destinada à comunidade cinéfila do You Tube, mas no entanto não foi possível carregá-lo no You Tube, o que é uma pena. Fica por isso no Vimeo.

É um pouco longo, mas eu usei músicas muito bonitas do compositor francês de cinema Philippe Sarde, que junto com a cinematografia também lindíssima, fica muito agradável de ver.



Informação histórica interessante acerca do Terror Vermelho: https://en.wikipedia.org/wiki/Red_Terror

No meu trailer eu coloquei a tradução do manifesto bolchevique, que "justifica" o genocídio do Terror Vermelho, fui ver quem era esse tal chefe de polícia assassinado.

O chefe da polícia política Cheka, que foi assassinado: https://en.wikipedia.org/wiki/Moisei_Uritsky

O assassino: https://en.wikipedia.org/wiki/Leonid_Kannegisser

Já antes do Terror Vermelho ser auto-proclamado como tal, o Lenine já tinha dado ordens para o genocídio, que já estava em marcha. Esse chefe da polícia secreta era um dos arquitectos desse extermínio.

Uma das suas vítimas foi o namorado do cadete Leonid Kannegisser (ele era homossexual), que depois pegou na sua bicicleta e pedalou até à porta da sede da Polícia Política. Ele esperou que o Moisei Uritsky chegasse de carro e deu-lhe um tiro na cabeça e outro no peito.

Esse assassinato foi usado como pretexto para a auto-proclamação do genocídio, da mesma forma que o 11 de Setembro foi utilizado como pretexto para perda de direitos e implementação de leis de estado policial, pelo George W. Bush.

Tal como eu que não tomo partidos e sou politicamente neutro, o filme também o é e diz mal quer dos bolcheviques, quer dos russos Imperialistas, quer da coligação internacional (Que incluiu a Grã-Bretanha, França e os EUA) que interveio militarmente contra a Revolução Comunista. Por exemplo no meu trailer mostro uma foto de arquivo (do filme) com soldados americanos que invadiram a Rússia entre 1918-1920, podem ver a foto ao tempo 2m39s, e ler abaixo os pretextos do presidente Wilson dos EUA, para o fazer:

https://en.wikipedia.org/wiki/American_ ... e,_Siberia

Por último, estive a rever o que escrevi no ano passado, e há ali uma parte lamentavelmente escrita em tom agressivo e defensivo por mim, julgo que estava arreliado com algum debate de ideias algures no fórum. Peço desculpa por isso.

drakes
Especialista
Especialista
Mensagens: 1697
Registado: junho 10, 2015, 11:44 pm

Re: Седьмой спутник / The Seventh Companion (1967) - Grigori Aronov / Aleksei German

Mensagem por drakes » julho 18, 2018, 1:52 pm

- Existe em duas partes o filme no dailymotion (1) com legenda em inglês, para dar os direitos do estúdio o ideal seria clicar lá no youtube e depois ir ver ali.

(1) https://www.dailymotion.com/video/x1cngex

Responder