Film Noir - o Tópico

Discussão de filmes; a arte pela arte.

Moderators: mansildv, waltsouza

Post Reply
Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 4253
Joined: Thu Feb 19, 2009 9:07 pm
Contact:

Film Noir - o Tópico

Post by Samwise » Mon Dec 01, 2014 2:00 pm

"o Tópico" ... que não vai poder contar, para já, com os textos a que me propus inicialmente (ainda estou na fase de "ver os filmes"), mas que fica aqui lançado para poder recolher tudo aquilo que quiserem partilhar sobre o tema/género/estilo/estado de espírito.

Já houve em tempos um tópico aqui no fórum - pode ser consultado neste link.

Deixo a lista das obras que pretendi seguir desde o início da iniciativa e que, longe de ser exaustiva ou sequer de apresentar o cânone para film noir (pelo que li, é coisa para ascender a 300/400 títulos), é um resumo de realizadores e obras que são consideradas importantes dentro da temâtica.

Para o "registo", fica esta pequena informação inicial: as "convenções" do género ditam por estes dias que o film noir do período clássico começou oficialmente com o The Maltese Falcon - A Relíquia Macabra (John Huston - 1941) e terminou com o Touch of Evil - A Sede do Mal (Orson Welles - 1958). Não significa ísto que não haja outros títulos fora deste período que partilhem de alguns dos seus elementos mais característicos, mas estes dois títulos são de alguma forma obras importantes que marcaram o noir no seu arranque em termos de producção em "larga escala" em Hollywood, e depois na sua "saída de cena". Tudo aquilo que vem antes é considerado "proto-noir", e tudo aquilo que vem depois "neo-noir".

Ainda assim, o noir deve ser o género mais complicado de circunscrever quando pensamos em características e elementos. Identificar estas características é substancialmente mais fácil do que inscrever depois as obras dentro deste género - um género que ainda assim não gera consenso quanto à ideia de formar um "género".

---

Tendo em conta o "período clássico" anos 40-50 (o único que me interessa por agora abordar), a pré-lista de realizadores (e obras noir) que estou seguir:

Abraham Polonsky
x - 1948 - Force of Evil - A Força do Mal

Akira Kurosawa
x - 1948 - Yoidore Tenshi - Drunken Angel - Anjo Ébrio
x - 1949 - Nora Inu - Stray Dog - Cão de palha
x - 1960 - Warui Yatsu Hodo Yoku Nemuru - The Bad Sleep Well
x - 1963 - Tengoku to Jigoku - High and Low

Alexander Mackendrick
x - 1957 - Sweet Smell of Success - Mentira Maldita

Alfred Hitchcock
x - 1940 - Rebecca
x - 1941 - Suspicion - Suspeita
x - 1943 - Shadow of a Doubt - Mentira!
x - 1945 - Spellbound - A Casa Encantada
x - 1946 - Notorious - Difamação
x - 1947 - The Paradine Case - O Caso Paradine
x - 1951 - Strangers on a Train - O Desconhecido do Norte Expresso
x - 1953 - I Confess - Confesso
x - 1954 - Rear Window - A Janela Indiscreta
x - 1956 - The Wrong Man - O Falso Culpado
x - 1958 - Vertigo - A Mulher que Viveu Duas Vezes
x - 1960 - Psycho - Psico

Allen Baron
x - 1961 - Blast of Silence - Crime e Silêncio

Anthony Mann
- 1944 - Strangers in the Night - ?
x - 1945 - The Great Flamarion - ?
- 1945 - Two O'Clock Courage - ?
- 1946 - Strange Impersonation - Estranho Pesadelo
x - 1947 - T-Men - Moeda Falsa
x - 1947 - Railroaded! - O Crime não Compensa
- 1947 - Desperate - Desesperado
- 1948 - He walked by Night - O Foragido
- 1948 - Raw Deal - Destino em Segunda Mão
- 1949 - Border Incident - ?
- 1950 - Side Street - ?

Basil Dearden
- 1959 - Sapphire - Safira
x - 1960 - The League of Gentlemen - Cavalheiros da indústria

Billy Wilder
x - 1944 - Double Indeminty - Pagos a Dobrar
x - 1945 - The Lost Weekend - Farrapo Humano
x - 1950 - Sunset Boulevard - O Crepúsculo dos Deuses
x - 1951 - Ace in the Hole - O Grande Carnaval

Carol Reed
x - 1947 - Odd Man Out - A Casa Cercada
x - 1949 - The Third Man - O Terceiro Homem

Charles Laughton
x - 1955 - The Night of the Hunter - A Sombra do Caçador

Charles Vidor
- 1941 - Ladies in Retirement - Retiradas do Mundo
x - 1946 - Gilda

Delmer Daves
x - 1947 - Dark Passage - O Prisioneiro do Passado

Edgar G. Ulmer
x - 1944 - Bluebeard - Barba Azul
- 1945 - Strange Illusion - Estranha Ilusão
x - 1945 - Detour - Desvio
- 1948 - Ruthless - Ambição
- 1955 - Murder Is My Beat - ?

Edward Dmytryk
x - 1944 - Murder, My Sweet - Enigma
x - 1945 - Cornered - Beco sem Saída
x - 1947 - Crossfire - Encruzilhada
- 1952 - The Sniper -

Elia Kazan
x - 1947 - Boomerang! - Crime sem Castigo
x - 1950 - Panic in the Streets - Pânico nas Ruas

Fritz Lang
x - 1931 - M - Matou
x - 1936 - Fury - Fúria
x - 1937 - You Only Live Once - Só Vivemos Uma Vez
x - 1942 - Moontide - Maré Cheia
x - 1943 - Hangmen Also Die! - Os Carrascos Também Morrem
x - 1944 - Ministry of Fear - Prisioneiros do Terror
x - 1944 - The Woman in the Window - Suprema Decisão
x - 1945 - Scarlet Street - Almas Perversas
x - 1947 - Secret Beyond the Door - O Segredo da Porta Fechada
x - 1950 - House by the River - A Casa à Beira do Rio
x - 1952 - Clash by Night - Desengano
x - 1953 - The Blue Gardenia - A Gardénia Azul
x - 1953 - The Big Heat - Corrupção
x - 1954 - Human Desire - Desejo Humano
x - 1956 - While the City Sleeps - Cidade nas Trevas
x - 1956 - Beyond a Reasonable Doubt - A Verdade e o Medo

George Marshall
x - 1946 - The Blue Dahlia - A Dália Azul

Henri‑Georges Clouzot
1947 - Quai des Orfèvres - O Crime da Avenida Foch
x - 1954 - Les Diaboliques - As Diabólicas

Henry Hathaway
- 1945 - The House on 92nd Street - A Casa da Rua 92
- 1946 - The Black Corner - Perdido na Sombra
x - 1947 - Kiss of Death - O Denunciante
x - 1948 - Call Northside 777 - A Verdade Triunfou
x - 1953 - Niagara

Henry Levin
x - 1946 - Night Editor - Ronda Nocturna
- 1950 - Convicted - Código Penal
- 1951 - Two of a Kind - ?

Howard Hawks
x - 1946 - The Big Sleep - À Beira do Abismo

Ida Lupino
x - 1953 - The Hitch-Hiker - Arrojada Aventura

Jacques Becker
x - 1954 - Touchez pas au Grisbi - O Último Golpe
x - 1960 - Le Trou - O Buraco

Jacques Tourneur
x - 1947 - Out of the Past - O Arrependido
- 1948 - Berlin Express - O Expresso de Berlim
- 1957 - Nightfall

Jean-Pierre Melville
x - 1956 - Bob le Flambeur
x - 1962 - Le Doulos - O Denunciante

John Huston
x - 1941 - The Maltese Falcon - A Relíquia Macabra
x - 1948 - Key Largo - Paixões em Fúria
x - 1950 - The Asphalt Jungle - Quando a Cidade Dorme

Joseph H. Lewis
x - 1945 - My Name is Julia Ross - Angústia
x - 1946 - So Dark the Night - Noite de Terror
- 1949 - The Undercover Man - Todos Os Que Falaram Morreram
- 1950 - A Lady Without Passport - A Mulher Sem Nome
x - 1950 - Gun Crazy/Deadly Is the Female - Mortalmente Perigosa
- 1953 - Cry of the Hunted - ?
x - 1955 - The Big Combo - Rajada de Morte

Joseph L. Mankiewicz
x - 1946 - Somewhere in the Night - Uma Aventura na Noite
x - 1949 - House of Strangers - Sangue do Meu Sangue
x - 1950 - No Way Out - Falsa Acusação

Jules Dassin
x - 1947 - Brute Force - Brutalidade
x - 1948 - The Naked City - Nos Bastidores de Nova Iorque
x - 1949 - Thieves' Highway - O Mercado dos Ladrões
x - 1950 - Night and the City - Foragidos da Noite
x - 1955 - Du Rififi Chez les Hommes - Rififi

Max Ophüls
x - 1949 - Caught - A Cilada da Ambição
x - 1949 - The Reckless Moment - Momento de Perdição

Michael Curtiz
x - 1945 - Mildred Pierce - Alma em Suplício
- 1950 - The Breaking Point - À Sombra do Mal

Nicholas Ray
x - 1948 - They Live by Night - Filhos da Noite
- 1949 - Knock on any Door - O Crime Não Compensa
- 1949 - A Woman's Secret - O Íntimo Segredo duma Mulher
x - 1950 - In a Lonely Place - Matar ou Não Matar
- 1950 - Born to be Bad - A Deusa do Mal
- 1951 - The Racket - Suborno
x - 1951 - On Dangerous Ground - Cega Paixão
- 1952 - Macao - Macau
- 1958 - Party Girl - A Rapariga Daquela Noite

Orson Welles
x - 1943 (uncredited) - Journey into Fear - A Jornada do Medo
x - 1945 - The Stranger - O Estrangeiro
x - 1947 - The Lady from Shanghai - A Dama de Shangai
x - 1955 - Mr. Arkadin/Confidential Report - Relatório Confidencial
x - 1958 - Touch of Evil - A Sede do Mal

Otto Preminger
x - 1944 - Laura
x - 1945 - Fallen Angel - Anjo ou Demónio?
x - 1949 - Whirlpool - Turbilhão
x - 1950 - Where the Sidewalk Ends - O Castigo da Justiça
- 1951 - The 13th Letter - A 13ª Carta
x - 1953 - Angel Face - Vidas Inquietas

Raoul Walsh
x - 1941 - High Sierra - O Último Refúgio
- 1947 - The Man I Love - ?
x - 1948 - Pursued - Núpcias Trágicas
x - 1949 - White Heat - Fúria Sanguinária
- 1951 (uncredited) - The Enforcer - Sem Consciência

Robert Aldrich
- 1954 - World for Ransom
- 1955 - The Big Knife
x - 1955 - Kiss Me Deadly
- 1957 - The Garment Jungle

Robert Siodmak
x - 1944 - Phantom Lady - A Mulher Desconhecida
x - 1944 - Christmas Holiday - Luz na Alma
- 1944 - The Suspect - Eu Matei!
- 1945 - The Strange Affair of Uncle Harry - Veneno que Liberta
- 1946 - The Spiral Staircase - A Escada de Caracol
- 1946 - The Dark Mirror - O Espelho da Alma
x - 1946 - The Killers - Assassinos
- 1948 - Cry of the City - A Fera da Cidade
x - 1949 - Criss Cross - Dupla Traição
- 1950 - The File on Thelma Jordon - Duas Confissões

Robert Wise
- 1947 - Born to Kill
x - 1949 - The Set-Up
- 1951 - The House on Telegraph Hill
- 1952 - The Captive City
- 1958 - I Want to Live!
- 1959 - Odds Against Tomorrow

Rudolph Maté
- 1948 - The Dark Past
x - 1950 - D.O.A.
- 1952 - The Green Glove
- 1953 - Forbidden

Samuel Fuller
x - 1953 - Pickup on South Street
x - 1955 - House of Bamboo
- 1959 - The Crimson Kimono
- 1961 - Underworld U.S.A.
- 1963 - Shock Corridor
x - 1964 - The Naked Kiss

Stanley Kubrick
- 1955 - Killer's Kiss - O Beijo Assassino
x - 1956 - The Killing - Roubo no Hipódromo

Tay Garnett
x - 1946 - The Postman Always Rings Twice - O Destino Bate à Porta

William Castle
- 1944 - When Strangers Marry
- 1944 - The Whistler (+ whistler series...)
- 1949 - Johnny Stool Pigeon
- 1951 - Hollywood Story
- 1951 - The Fat Man
-1955 - New Orleans Uncensored
- 1958 - The Houston Story

---

Ao longo da iniciativa, considerei e acrescentei igualmente os seguintes títulos:

1931 - The Maltese Falcon - Roy Del Ruth
1934 - The Thin Man - W.S. Van Dyke
x - 1935 - The Glass Key - Frank Tuttle
1941 - The Shanghai Gesture - Aconteceu em Xangai - Josef von Sternberg
1941 - I Wake Up Screaming - Acordei aos Gritos - Bruce Humberstone
x - 1942 - This Gun for Hire - Aluga-se Esta Arma - Frank Tuttle
x - 1942 - The Glass Key - Sou Eu o Criminoso - Stuart Heisler
1942 - Street of Chance - Rua da Sorte - Jack Hively
x - 1943 - Ossessione - Obsessão - Luchino Visconti
x - 1944 - Gaslight - Meia Luz - George Cukor
x - 1945 - Leave Her to Heaven - Amar Foi a Minha Perdição - John M. Stahl
1945 - Conflict - Conflitos de Alma - Curtis Bernhardt
x -1946 - The Strange Love of Martha Ivers - O Estranho Amor de Martha Ivers - Lewis Milestone
1946 - Green for Danger - O Criminoso Vestia de Branco - Sidney Gilliat
1946 - Undercurrent - Estranha Revelação - Vincente Minnelli
1946 - Black Angel - O Anjo Negro - Roy William Neill
x - 1947 - Monsieur Verdoux - O Barba Azul - Charles Chaplin
x - 1947 - Nightmare Alley - O Beco das Almas Perdidas - Edmund Goulding
1947 - Lady in the Lake - Robert Montgomery
1947 - Dead Reckoning - Maldita Mulher - John Cromwell
x - 1947 - Johnny O'Clock - A Hora Decisiva - Robert Rossen
x - 1947 - Body and Soul - Corpo e Alma - Robert Rossen
x - 1948 - Moonrise - Consciência em Paz - Frank Borzage
1948 - I Walk Alone - Lábios que Sangram - Byron Haskin
x - 1948 - Sorry, Wrong Number - Três Minutos de Vida - Anatole Litvak
x - 1948 - Act of Violence - Acto de Violência - Fred Zinnemann
1948 - Sleep, My Love - Sonha Meu Amor - Douglas Sirk
1948 - Pitfall - Caminho da Tentação - André De Toth
1949 - Beyond the Forest - A Filha de Satanás - King Vidor
x - 1949 - Champion - O Grande Ídolo - Mark Robson
1949 - The Window - O Que Viram os Meus Olhos - Ted Tetzlaff
1951 - Under the Gun - ? - Ted Tetzlaff
1951 - No Highway in the Sky - Viagem Fantástica - Henry Koster
1951 - The Well - Ainda Acontecem Milagres - Russell Rouse
x - 1952 - Sudden Fear - Medo Súbito - David Miller
1953 - The Glass Wall - A Torre de Cristal - Maxwell Shane
1954 - Dragnet - Nas Malhas da Rede - Jack Webb
1955 - Not as a Stranger - Médico e Só Médico - Stanley Kramer
1955 - The Phenix City Story - Pânico na Cidade - Phil Karlson
1955 - New York Confidential - Código do Crime - Russell Rouse
x - 1956 - The Harder They Fall - A Queda de Um Corpo - Mark Robson
x - 1958 - Pętla - Wojciech Has

Joseph Losey
1950 - The Lawless - Intolerância
1951 - M - Matou (remake)
x - 1951 - The Prowler - O Cúmplice das Sombras
1951 - The Big Night
1954 - The Sleeping Tiger - A Fera Adormecida
1960 - Concrete Jungle - Prisão Maior (?)

Don Siegel
1946 - The Verdict - ?
1949 - The Big Steal - O Grande Assalto
1954 - Riot in Cell Block 11 - ?
1954 - Private Hell 36 - ?
1956 - Crime in the Streets - Juventude em Perigo
1957 - Baby Face Nelson - Sem dó nem piedade
x - 1958 - The Lineup - O Homem do Revólver Silencioso

William Wyler
1940 - The Letter - A Carta
X - 1951 - Detective Story - História de um Detective
1955 - The Desperate Hours - Horas de Desespero

John Farrow
1947 - Calcutta - Calcutá
x - 1948 - Night Has a Thousand Eyes - A Noite Tem Mil Olhos
x - 1948 - The Big Clock - Olhos na Noite
x - 1949 - Alias Nick Beal - Tentação do Diabo
1950 - Where Danger Lives - Infiel
x - 1951 - His Kind of Woman - Redenção
1957 - The Unholy Wife - A Leviana

Richard Fleischer
1948 - Bodyguard - O Meu Guarda-Costas
1949 - The Clay Pigeon - O Pombo de Barro
1949 - Follow Me Quietly - Segue-me em Silêncio
1949 - Trapped - Fuga Para a Morte
1950 - Armored Car Robbery - Brigada Criminal
1952 - The Narrow Margin - Forças Secretas
1955 - Violent Saturday - Sábado Trágico

Russell Rouse
1951 - The Well
1952 - The Thief
1953 - Wicked Woman
1955 - New York Confidential
1957 - House of Numbers


--- ÚLTIMA ACTUALIZAÇÃO 22-03-2017
Last edited by Samwise on Wed Mar 22, 2017 11:14 am, edited 51 times in total.
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

No Angel
Especialista
Especialista
Posts: 1602
Joined: Mon Apr 02, 2012 9:58 pm

Re: Film Noir - o Tópico

Post by No Angel » Mon Dec 01, 2014 2:27 pm

Eu gosto muito de noirs/thrillers psicologicos, quer sejam classicos ou neo-noirs, ou simplesmente thrillers. Nao vi assim muitos dos classicos (anos 40/50), mas para alem dos Hitchcock, gostei bastante do Double Indemnity, Mildred Pierce e do Postman Always Rings Twice. Tambem gostei muito do What Ever Happened to Baby Jane? mas nao sei se e noir ou nao, sinceramente. E um bocado difícil distinguir o que e noir ou nao, pelo menos pra mim.

Ja tou pra ver o Sunset Boulevard ha bastante tempo, mas ainda nao calhou... parece ser mesmo o meu genero.

paupau
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 3276
Joined: Fri Jan 07, 2005 6:13 pm

Re: Film Noir - o Tópico

Post by paupau » Mon Dec 01, 2014 4:05 pm

Xi patrão, quanto tempo vamos levar a falar destes filmes todos? :mrgreen:

Este é um género tipicamente americano, embora as sementes acho que começam no realismo poético da França dos anos 30, com filmes como o Quais des Brumes do Marcel Carné ou o Pepe le Moko do Julien Duvivier. Ambos apresentam protagonistas com passados criminosos dos quais tentam fugir, homens duros e solitários que são dos primeiros anti-heróis e cujas mulheres acabam por ser a sua perdição. Além disso, passam-se em ambientes sujos e enevoados, com fotografia com muita sombra e outras caraterísticas do noir.
Esticando um pouco a corda, mesmo o Anjo Azul do Sternberg já tem vários dos elementos do noir. A Lola de Dietrich é uma femme fatale por excelência.
Do que leio, o movimento surge da reação negativa às velhas temáticas de um novo público embrulhado em plena WWII. As pessoas estavam desencantadas com o mundo e surgiram realizadores a criar filmes com um novo grau de crueza que não existia até aí.
Pode ser uma evolução do género gangster, que era um tipo de violência que as pessoas já conheciam (nem que fosse dos filmes) para uma nova escala de atrocidades.

Dessa lista já exaustiva - boa parte dos principais já estarão incluídos - os meus realizadores favoritos para Noir são O Kurosawa, o Lang, o Jacques Becker, Jules Dassin, Otto Preminger, Samuel Fuller e Billy Wilder. Há alguns famosos que conheço pouco como o Siodmak.
O Hitchcock não considero como realizador de noir, não sei bem porquê, não o consigo associar ao género.

Edit: já há um tópico com 10 (!) anos. Vendo que basicamente ninguém continua por cá, acho que devemos continuar este.
CC - 174 MoC - 73 BFI - 21

Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 4253
Joined: Thu Feb 19, 2009 9:07 pm
Contact:

Re: Film Noir - o Tópico

Post by Samwise » Mon Dec 01, 2014 8:50 pm

paupau wrote:Xi patrão, quanto tempo vamos levar a falar destes filmes todos? :mrgreen:
Uma eternidade, espero. :-)))
Este é um género tipicamente americano, embora as sementes acho que começam no realismo poético da França dos anos 30, com filmes como o Quais des Brumes do Marcel Carné ou o Pepe le Moko do Julien Duvivier. Ambos apresentam protagonistas com passados criminosos dos quais tentam fugir, homens duros e solitários que são dos primeiros anti-heróis e cujas mulheres acabam por ser a sua perdição. Além disso, passam-se em ambientes sujos e enevoados, com fotografia com muita sombra e outras caraterísticas do noir.
Esticando um pouco a corda, mesmo o Anjo Azul do Sternberg já tem vários dos elementos do noir. A Lola de Dietrich é uma femme fatale por excelência.
Do que leio, o movimento surge da reação negativa às velhas temáticas de um novo público embrulhado em plena WWII. As pessoas estavam desencantadas com o mundo e surgiram realizadores a criar filmes com um novo grau de crueza que não existia até aí.
Pode ser uma evolução do género gangster, que era um tipo de violência que as pessoas já conheciam (nem que fosse dos filmes) para uma nova escala de atrocidades.

Dessa lista já exaustiva - boa parte dos principais já estarão incluídos - os meus realizadores favoritos para Noir são O Kurosawa, o Lang, o Jacques Becker, Jules Dassin, Otto Preminger, Samuel Fuller e Billy Wilder. Há alguns famosos que conheço pouco como o Siodmak.
O Hitchcock não considero como realizador de noir, não sei bem porquê, não o consigo associar ao género.

Edit: já há um tópico com 10 (!) anos. Vendo que basicamente ninguém continua por cá, acho que devemos continuar este.
Óptimo resumo da história e das características do Noir, Paupau. yes-)

Acrescento algumas informações complementares:

No que respeita a influências que deram origem a este estilo, a nível visual é de considerar a importância do Expressionismo Alemão, e mais das técnicas de iluminação low-key e de planos invulgares de filmagem que migraram para Hollywood com uma série de autores de renome, quando a ameaça do nazismo começou a tornar-se intolerável (exs: Wilder, Lang, Siodmak). A juntar a estas intenções deliberadas destes realizadores e directores de fotografia, houve também a questão da falta de meios de alguns estúdios americanos (o noir foi uma moda "transversal" em termos de poder económico das produtoras - todas elas investiram no género) a ditar que não se gastasse tanta luz nem tantos decors nas filmagens.

Em termos literários, houve uma mudança de paradigma que acompanhou depois a mudança de expectativas do público no decorrer da WWII. Na década anterior, anos 30, a literatura policial hard-boiled norte americana (Hammett, Chandler, Woolrich e Cain) ganhou terreno à literatura dita clássica (dominada por nomes como Conan Doyle e Agatha Christie). Nestes contos e romances pulp, e contrariando a literatura clássica, a ideia prevalecente era a de um mundo perverso, decadente, corrupto, e irrecuperável na sua essencia - os polícias/detectives não lutavam para repor a "ordem natural das coisas", corrigindo os elementos que destoavam num conjunto essencialmente "bom", mas lutavam antes para sobreviver no fundo da "escuridão", utilizando os mesmos meios e o "mesmo código de honra" dos criminosos que combatiam. A dúvida, os dilemas morais e o desespero estão, nesta vertente da literatura, muito mais presentes do que na clássica, ao passo que são também injectados no intelecto dos novos protagonistas formas para os contratriar. A linha entre o preto e o branco, o bem e o mal, dilui-se por completo nestes contextos, e passa a haver um enorme espaço cinzento nos quais vagueiam as personagens. Ora, alguns dos nomes grandes de tal vertente literária (exemplos mencionados acima) fizeram parte da nova vaga de argumentistas dos "melodrama de crime" que começaram a aparecer nos anos 40, bem como viram algumas das suas obras e personagens mais importantes adaptadas por estudios e realizadores de renome.

Em termos de géneros que gravitam em torno do noir (e que o compõem), identifico três principais: o filme de gangsters, o filme de tribunal e o filme de heist/assalto, se bem que também não é por aqui que podemos delimitar o género, nem por aproximação. Pegando um pouco naquilo que o No Angel disse acerca do Sunset Blvd., e olhando para os outros três filmes do Wilder que coloquei na lista, é impossível estabelecer uma relação entre eles (excepto o nome na cadeira de "director") - não têm nada a ver em termos de tema, narrativa, estilo de filmagem, personagens, tom/ambiente... mas o facto é que foram todos associados ao noir por algum motivo. Diria que, desses, o Double Indemnity é o noir mais óbvio e puro (aquele que reune dentro de si o maior número de elementos característicos do género), e que o The Lost Weekend não é de todo um noir, mesmo considerando a forma como o Wilder o captou e os tons que imprimiu à ebriedade. Dos outros dois, o Sunset Blvd. é o que mais se aproxima do core do noir (começa com uma voz-off que vem do além :mrgreen: ) e que o The Big Carnival pertence a outro sub-género muitas vezes utilizado no noir, o da denúncia da "Imprensa Falsa" - o (des)equilíbrio entre o poder e a podridão na Comunicação Social - a falta de valores que regem a formulação do termo "notícia". Tendo em conta que o crime é mesmo o prato principal do noir (creio mesmo que é o único elemento transversal a todo o género), a associação entre "crime" e "notícia" é a fórmula mais frequente neste tipo de filmes.

---EDIT

Em relação ao Hitch, totalmente de acordo. Os filmes dele só pretencem a um género - o género Hitchcock. Mesmo acima do Welles, o cunho autoral do Hitch é demasiado único para poder ser "apropriado" e separado por géneros. Dito isto, penso que todos os filmes que mencionei na lista contêm uma infinidade de elemento "naturais" ao noir, a começar no gótico Rebecca e a terminar no móbil que dá origem à viagem/fuga em Psycho.
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

paupau
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 3276
Joined: Fri Jan 07, 2005 6:13 pm

Re: Film Noir - o Tópico

Post by paupau » Mon Dec 01, 2014 10:17 pm

Também acho que a influência do Expressionismo Alemão (outro género que chega a ser debatido se realmente existe) é inegável. Apesar de ser transversal a várias artes e até ter a sua principal expressão na literatura, hoje em dia são os filmes da época que são o exemplo mais conhecido. Lembro-me de um sketch dos Gato (os verdadeiros, não a palhaçada blackface deste Natal (Vergonha!) a porta do S. Jorge em que um fazia spoiler da corrente cinematográfica de um filme e era mesmo o expressionismo alemão. Totalmente desconhecido não será.
Os mais famosos tentam representar visualmente pelos cenários, arquitetura e luz/sombra as mentes torturadas dos seus protagonistas, como no Caligari, M, Golem, Aurora, etc, etc.
Acabam por ser o reflexo de uma época fascinante mas decadente que foi a República Weimar. Esses realizadores que referes acabaram por se apropriar dessas técnicas aprendidas na UFA e foram para Hollywood com histórias novas.

Também a escassez de meios teve a sua influência. Em exemplos tangentes, depois do flop financeiro do Kane e dos Ambersons, a RKO criou a unidade de terror do Val Lewton para fazer filmes baratinhos que fizessem dinheiro urgentemente. A magnífica escadaria dos Ambersons aparece reutilizada, elevando uma película série B. Já para não falar dos cenários do Kong queimados para o Tudo o Vento Levou.

O Hitch sou da opinião que a ter filmes noir, só se forem da fase britânica. Este género pela temática, sempre foi marginal e sem grande sucesso crítico e financeiro. Da lista inicial, muitos terão sido flops. Já o Hitch chega aos states com estatuto de estrela, a fazer blockbusters com as principais estrelas. Noir é feito com um Joseph Cotten ou um Richard Widmark, não um Jimmy ou um Cary

Nota mental: a ver se falo destes filmes do Val Lewton que são magníficos, verdadeiros marcos do terror e filmes ultra série b, mas imensamente influentes e hoje em dia um pouco esquecidos. Esqueçam é gore, é tudo por sugestão. Pensem num Silent Hill em vez de um Resident Evil.
CC - 174 MoC - 73 BFI - 21

paupau
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 3276
Joined: Fri Jan 07, 2005 6:13 pm

Re: Film Noir - o Tópico

Post by paupau » Mon Dec 01, 2014 10:34 pm

Dos que me lembro de momento, os seguintes filmes já foram falados noutros tópicos e quem tiver curiosidade, já pode ir explorando por aí e fazer uns updates:
Sweet Smell of Success
I Confess
Billy Wilder
- 1944 - Double Indeminty - Pagos a Dobrar
- 1945 - The Lost Weekend - Farrapo Humano
- 1950 - Sunset Boulevard - O Crepúsculo dos Deuses
- 1951 - Ace in the Hole - O Grande Carnaval
- 1955 - The Night of the Hunter - A Sombra do Caçador
M - Matou
- 1954 - Les Diaboliques
Le Trou - O Buraco
The Maltese Falcon - A Relíquia Macabra
1950 - The Asphalt Jungle
- 1950 - Night and the City
- 1955 - Du Rififi Chez les Hommes
In a Lonely Place
- 1958 - Touch of Evil - A Sede do Mal
- 1944 - Laura
- 1949 - White Heat
- 1955 - Kiss Me Deadly
- 1946 - The Killers
- 1963 - Shock Corridor
- 1964 - The Naked Kiss
- 1946 - The Postman Always Rings Twice - O Destino Bate à Porta

Neste tópico pode-se falar de outros. Não fica tão disperso como o último filme que viram com uma lista mais pequena. O que acham?
CC - 174 MoC - 73 BFI - 21

THX
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2030
Joined: Thu Jan 31, 2013 11:04 pm
Location: Invicta

Re: Film Noir - o Tópico

Post by THX » Mon Dec 01, 2014 10:57 pm

No Angel wrote:Ja tou pra ver o Sunset Boulevard ha bastante tempo, mas ainda nao calhou... parece ser mesmo o meu genero.
Podes crer que É mesmo o teu gênero.
Sei que admiras as "divas" do cinema e que nutres um sentimento especial pelas actrizes de certos filmes, por essa razão sei que vais gostar imenso de "Sunset Boulevard".
Os meus 200 filmes inesquecíveis :
http://www.imdb.com/list/ls077088728/?s ... s077088728

Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 4253
Joined: Thu Feb 19, 2009 9:07 pm
Contact:

Re: Film Noir - o Tópico

Post by Samwise » Mon Dec 01, 2014 11:36 pm

THX wrote:
No Angel wrote:Ja tou pra ver o Sunset Boulevard ha bastante tempo, mas ainda nao calhou... parece ser mesmo o meu genero.
Podes crer que É mesmo o teu gênero.
Sei que admiras as "divas" do cinema e que nutres um sentimento especial pelas actrizes de certos filmes, por essa razão sei que vais gostar imenso de "Sunset Boulevard".
Ou não... :-)))

Muito a sério - há ali uma componente de auto-paródia, exposição e devassidão de tal forma degradante (explorada com avidez e oportunismo(?) pelo Wilder), e que não sei até que ponto terá sido uma escolha totalmente consciente por parte dos protagonistas. Estou a pensar na Gloria Swanson e no Erich Stroheim, face àquilo que foram as suas vidas passadas e o seu percurso em Hollywood.

Em todo o caso, é um filme obrigatório. Aliás, na lista que coloquei acima, ainda há uma série alargada de títulos que vão para além de um "bom posicionamento" numa lista dos melhores noir. São clássicos imortais do Cinema e obras estimulantes sob qualquer ponto de vista (gostando-se ou não deles), pelo que merecem -pelo menos- a atenção de uma visualização. O Crepúsculo dos Deuses é um desses casos. Dos quatro do Wilder, a escolher um filme, seria esse. Mas a escolher um filme noir, seria o Pagos a Dobrar.

---

Para o Lorde X, e lembrando-me de uma ideia de recomendação que ficou no ar quando primeiro falei nesta minha iniciativa, recomendo para já um título em particular: o Boomerang! - Crime Sem Castigo, de Elia Kazan.

Image

Tal como sucede no The Wrong Man - O Falso Culpado, de Hitchcock, estamos perante uma situação de falsa culpa (desta feita a propósito de um homicídio) em que todos os factores parecem conjugar-se de forma sólida para incriminar o suspeito. Mas o Procurador Geral encarregado da acusação (Dana Andrews) parece ter dúvidas. Enquanto que o filme de Hitchcock gira em tonro dos sentimentos íntimos de medo e revolta do homem que é falsamente acusado (Henry Fonda), este Boomerang! aborda uma série de outros ângulos mais abrangentes, como o trabalho de investigação da polícia e a forma como "arrancam uma confissão", a pressão da opinião pública para que se condene alguém, a forma como a imprensa reage a cada novo avanço no caso, e a corrupção política que de repente começa a revelar-se, quando o desfecho do caso se torna demasiado importante para acalmar a comunidade em que o crime sucedeu. No meio de tudo, mesmo no centro dos holofotes, está um homem de enorme popularidade, que tem todas as condições para poder obter uma condenação (à morte) facilmente, garantindo com isso um bom avanço para o cargo de Governador, mas que decide investigar, contra tudo e contra todos, as pequenas incoerências que não batem certo no meio de uma avalanche esmagadora de provas. Só tenho a dizer bem deste filme. Não será propriamente um film noir o mais puro sentido da expressão (está mais perto do court-room drama), mas aborda algumas das temáticas "naturais" ao género.

---

Bom tópico, este. yes-) Depois lembrem-me para cumprimentar o autor. :-)))
Last edited by Samwise on Tue Dec 02, 2014 11:24 pm, edited 2 times in total.
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 4253
Joined: Thu Feb 19, 2009 9:07 pm
Contact:

Re: Film Noir - o Tópico

Post by Samwise » Tue Dec 02, 2014 12:07 am

paupau wrote: Este género pela temática, sempre foi marginal e sem grande sucesso crítico e financeiro. Da lista inicial, muitos terão sido flops.
Não é assim. Sem dúvida que o grosso da produção noir é composto por filmes de baixo orçamento *, e que muitos terão tido um sucesso modesto nas bilheteiras (ou nenhum sucesso de todo), mas os grandes estúdios, os grandes realizadores e as grandes estrelas participaram com igual entusiasmo e empenho nesta "onda". Não há uma separação a fazer neste domínio. A lista que coloquei é maioritariamente composta pela "classe alta" do noir - alguns com direito a oscares e tudo. Os que faltam são as (centenas de) pequenas produções que entretanto se perderam nas malhas do tempo.

* uma estatística que de resto penso que se estende a todo o tipo de géneros e produções.
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

paupau
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 3276
Joined: Fri Jan 07, 2005 6:13 pm

Re: Film Noir - o Tópico

Post by paupau » Tue Dec 02, 2014 12:26 am

Não é nada a ideia que tenho. Se retirarmos o Hitch, qual o realizador da lista que seria realmente popular durante as décadas de 40 e 50 ( ou antes, que alguns já estavam na fase final da carreira)? O Vidor e o Walsh? O Robert Wise? Convém não esquecer que a noção de autor ainda não existia nesta altura. As pessoas iam ver as estrelas e o Hitch foi um dos primeiros a levar as pessoas ao cinema pela sua assinatura.
Alguns como o Nicholas Ray e o Samuel Fuller eram basicamente uns renegados a trabalhar em estúdios de segunda categoria que as majors nem se aproximavam deles. O Kazan sabe-se o que aconteceu passados poucos anos.
A nível de estrelas também não me ocorrem grandes exemplos. O James Mason já era uma grande estrela quando participou no caught e no bigger than life?
Para tirar as teimas só andando a ver a filmografia dos atores e não há pachorra para isso.
Se puderes dar alguns exemplos dos noir que foram sucesso agradeço, o saber não ocupa lugar.
CC - 174 MoC - 73 BFI - 21

Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 4253
Joined: Thu Feb 19, 2009 9:07 pm
Contact:

Re: Film Noir - o Tópico

Post by Samwise » Tue Dec 02, 2014 2:05 pm

A noção de autor não existia e o público seguia as estrelas, mas não é só por aí que podemos observar a realidade do mercado americano. O que se passava nessa altura (início dos anos 40), era que os cinco grande estúdios de Hollywood (não sei agora de cabeça quais são, depois pesquiso isso) controlavam não só a produção mas também a distribuição dos filmes, ou seja, as salas de exibição.

Li algures que 95% dos cinemas estariam nas mãos dessas 5 grandes produtoras. Ainda não fui investigar, mas aposto que da lista de filmes que coloquei, acima de 80% dos americanos foi produzida e distribuída por um desses 5 grandes estúdios. O sucesso junto do público dependia por isso, na maior parte dos casos, da forma como era feita a distribuição e promoção/divulgação das obras. Talvez alguns destes filmes (da lista), mesmo assim, passassem depois do intervalo - a chamada "série B"- , como prato secundário para outras obras "mais vistosas", mas creio que a maioria é mesmo série A.

Outro aspecto: é certo que alguns nomes importantes não eram tão importantes assim no início dos anos 40, mas ao longo dessa época "cresceram" e tornaram-se imensamente populares. O Bogart, por exemplo, é o caso mais flagrante. E ele entra em alguns dos melhores e mais populares filmes noir ao longo das duas décadas seguintes - e já que falo no Bogart, falo no John Huston, que atrás da cadeira de realizador seguiu um caminho semelhante. O The Maltese Falcon foi uma produção com meios avantajados ao seu dispor (produzido pela Warner Brothers, um dos cinco grandes), e colocou pelo menos estes dois nomes no mapa. O Bogart a partir daí saltou para a primeira linha do estrelato.

Logo mais para a noite completo esta informação melhor, e vou ver alguns filmes que tenham sido ao mesmo tempo sucessos e grandes investimentos por parte dos estúdios.

--- EDIT

Na wiki:
Between late 1928, when RCA's David Sarnoff engineered the creation of the RKO (Radio-Keith-Orpheum) studio, and the end of 1949, when Paramount divested its theater chain—roughly the period considered Hollywood's Golden Age—there were eight Hollywood studios commonly regarded as the "majors".[56] Of these eight, the so-called Big Five were integrated conglomerates, combining ownership of a production studio, distribution division, and substantial theater chain, and contracting with performers and filmmaking personnel: Loew's/MGM, Paramount, Fox (which became 20th Century-Fox after a 1935 merger), Warner Bros., and RKO. The remaining majors were sometimes referred to as the "Little Three" or “major minor” studios.[24] Two - Universal and Columbia (founded in 1924)—were organized similarly to the Big Five, except for the fact that they never owned more than small theater circuits (a consistently reliable source of profits). The third of the lesser majors, United Artists (founded in 1919), owned a few theaters and had access to production facilities owned by its principals, but it functioned primarily as a backer-distributor, loaning money to independent producers and releasing their films. During the 1930s, the eight majors averaged a total of 358 feature film releases a year; in the 1940s, the four largest companies shifted more of their resources toward high-budget productions and away from B movies, bringing the yearly average down to 288 for the decade.[56]

Among the significant characteristics of the Golden Age was the stability of the Hollywood majors, their hierarchy, and their near-complete domination of the box office. At the midpoint of the Golden Age, 1939, the Big Five had market shares ranging from 22% (MGM) to 9% (RKO); each of the Little Three had around a 7% share. In sum, the eight majors controlled 95% of the market and all the smaller companies combined had a total of 5%. Ten years later, the picture was largely the same: the Big Five had market shares ranging from 22% (MGM) to 9% (RKO); the Little Three had shares ranging from 8% (Columbia) to 4% (United Artists). In sum, the eight majors controlled 96% of the market and all the smaller companies combined had a total of 4%.[57]
Agora é uma questão de associar os filmes da lista a estas "majors".
Last edited by Samwise on Sat Dec 27, 2014 1:21 pm, edited 2 times in total.
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

elfaria
Fanático
Fanático
Posts: 942
Joined: Sat Jan 08, 2011 11:50 pm

Re: Film Noir - o Tópico

Post by elfaria » Tue Dec 02, 2014 5:41 pm

E o Chinatown do Polanski, o Harper do Jack Smight ou o Night Moves do Arthur Penn não tem lugar aqui? ou serão demasiado contemporâneos? :?:

THX
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2030
Joined: Thu Jan 31, 2013 11:04 pm
Location: Invicta

Re: Film Noir - o Tópico

Post by THX » Tue Dec 02, 2014 6:11 pm

E o "The Good German" do Soderbergh...??

Image
Os meus 200 filmes inesquecíveis :
http://www.imdb.com/list/ls077088728/?s ... s077088728

Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 4253
Joined: Thu Feb 19, 2009 9:07 pm
Contact:

Re: Film Noir - o Tópico

Post by Samwise » Tue Dec 02, 2014 6:21 pm

Meus senhores, nenhum tópico sobre filmes noir que se pretenda mentalmente são e fisicamente tonificado ( :mrgreen: ) poderia alguma vez recusar um título como o Chinatown, ideia que estendo sem reservas aos outros filme mencionados - e a lista poderia ser muitíssimo mais extensa por conta de outras grandes propostas mais contemporâneas.

Apenas queria fazer uma ressalva, que tem a ver com uma iniciativa minha, e que foi a de conhecer um pouco mais a fundo a golden-age do noir, conforme mencionado no primeiro post. Por outras palavras, estejam à vontade para falar de todos os títulos que vos apetecer por aqui (desde que tenham algo a ver com o tema). Eu é que me vou restringir à época 40-50, e maioritariamente aos exemplos que indico na lista - assim como assim, ainda me falta ver uns 30 ou 40...
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

No Angel
Especialista
Especialista
Posts: 1602
Joined: Mon Apr 02, 2012 9:58 pm

Re: Film Noir - o Tópico

Post by No Angel » Tue Dec 02, 2014 6:51 pm

elfaria wrote:E o Chinatown do Polanski, o Harper do Jack Smight ou o Night Moves do Arthur Penn não tem lugar aqui? ou serão demasiado contemporâneos? :?:
Esses serao neo-noirs, pelo menos o Chinatown, nao vi o segundo... claro que os generos estao ligados, mas nao fazem parte do noir classico, por assim dizer.

Post Reply