O Tópico do Cinema Brasileiro

Discussão de filmes; a arte pela arte.

Moderators: mansildv, waltsouza

User avatar
waltsouza
Moderador
Posts: 3698
Joined: Sat Mar 19, 2005 8:26 am
Location: Sobreda, Terra dos cães e dos gatos
Contact:

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by waltsouza » Thu Apr 09, 2015 6:43 pm

ASSISTIMOS A UMA PRÉVIA DO FILME BRASILEIRO ZOOM


Uma quadrinista ama (e escreve sobre) um diretor de cinema, que dirige um filme sobre uma modelo brasileira, que nas horas vagas escreve um livro sobre uma quadrinista que escreve... Entre um poema antigo de Drummond e um triângulo perfeito de Escher (aquele das imagens cheias de ilusões de ótica), o filme brasileiro Zoom, previsto para estrear no final de 2015, aposta em uma pegada pop que raramente se vê na produção cinematográfica nacional.

Dirigido pelo estreante Pedro Morelli, o longa-metragem conta com Alison Pill, Gael Garcia Bernal e Mariana Ximenes nos papeis principais, além de participações especiais de Jason Priestley (de Barrados no Baile) e Claudia Ohana. Apesar das presenças estrangeiras e da equipe brasileira, Morelli vê o trabalho como um filme global.

Image
Gael Garcia Bernal é um dos protagonistas do filme, que tem previsão de estreia para o fim do ano. (Divulgação/Paris Filmes)

“Zoom é um filme falado em inglês, com trechos em português. Noventa por cento do filme é em inglês, e o elenco é gringo. O diretor é brasileiro, mas o filme é global. Ele não fala sobre o Brasil”, diz o cineasta, que está há cinco anos envolvido no projeto e anteriormente esteve à frente da série Contos do Edgar, que adaptava textos de Edgar Allan Poe para o cotidiano brasileiro.

Zoom tem dois terços de live-action e um terço de animação em rotoscopia -- lembra do clipe de “Take On Me”, do A-Ha? É isso, só que colorido -- em uma produção dividida entre Brasil e Canadá. O orçamento é de US$ 5 milhões, embora pareça bem mais caro à primeira vista, graças especialmente ao acabamento da animação. Entre as principais inspirações para o projeto, Morelli cita Trainspotting, Corra, Lola, Corra e Waking Life -- este último, um trabalho do diretor Richard Linklater (Boyhood, Escola de Rock) que também usa rotoscopia.

Image
A equipe de 25 animadores trabalha para transformar live-action em animação (Divulgação/Paris Filmes)


O IGN Brasil acompanhou o trabalho de finalização da parte de animação longa-metragem, que está sendo realizado nos estúdios da O2 Filmes, na zona oeste de São Paulo. “O nosso filme se passa dentro de uma folha de papel de uma história em quadrinhos. São 29 minutos desenhados frame a frame, em 12 frames por segundo”, explica Morelli.

Atualmente, o diretor chefia uma equipe de 25 profissionais, desenhando e colorindo cerca de 50 frames diários da história do cineasta vivido por Gael Garcia Bernal. O processo é surpreendente, e impressiona pelo esmero com que é feito -- amantes dos quadrinhos vão se identificar e curtir a estética do filme, que ainda não tem data marcada para lançamento. “Vamos inscrever o filme em festivais, o que pode adiar um pouco a estreia por aqui”, diz Morelli, que não tem certeza sobre qual será a repercussão de Zoom com o público brasileiro.

Image
"“O nosso filme se passa dentro de uma folha de papel de uma história em quadrinhos", diz o diretor Pedro Morelli (Divulgação/Paris Filmes)


“A última coisa que eu queria fazer é um enlatado que faz um milhão de espectadores no primeiro fim de semana, mas é descartável. Quero me comunicar com o público. Só faz sentido fazer cinema quando alguém vai assistir o que você fez”, acredita Morelli, que aposta no carisma de seus personagens para emplacar um sucesso. Até agora, no entanto, o filme fez mais barulho por um detalhe curioso: a cena de beijo entre Claudia Ohana e Mariana Ximenes. “Se o cara for ao cinema para ver essa cena, ótimo. É mais gente para ver o filme”, diz o diretor.

Morelli já faz planos para o futuro, e eles envolvem especialmente continuar explorando gêneros pouco presentes no cinema nacional. "Penso em fazer um filme de terror, ou uma aventura infanto-juvenil, ou uma comédia inteligente. São coisas que faltam", diz. A se julgar pelo pouco que vimos do ambicioso projeto, é uma boa você fechar o zoom nesse jovem diretor.

http://br.ign.com/cinema/2565/news/assi ... leiro-zoom

nimzabo
Especialista
Especialista
Posts: 1801
Joined: Tue Jul 16, 2013 9:16 pm

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by nimzabo » Thu Apr 09, 2015 8:36 pm

Neste mês já vi o Cinema, Aspirinas e Urubus mas não gostei tanto como de outros.
Na minha opinião está um bocado overrated.
A premissa do argumento até promete mas depois não achei nada de especial.
Passa-se no Brasil em 1942, em plena 2ª guerra e o protagonista é um alemão desertor que viaja no sertão a vender aspirinas e a passar filmes nos sítios onde vai passando. Arranja ainda um empregado brasileiro e viajam ambos num camião.
Não é que seja mau mas na minha opinião não é tão bom como outros filmes do género por exemplo italianos.
E dentro dos brasileiros prefiro uma mão cheia de outros a este.
http://www.imdb.com/title/tt0373760/?ref_=fn_al_tt_1

User avatar
waltsouza
Moderador
Posts: 3698
Joined: Sat Mar 19, 2005 8:26 am
Location: Sobreda, Terra dos cães e dos gatos
Contact:

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by waltsouza » Fri May 08, 2015 8:51 am

‘Velozes e Furiosos 7′ se torna a maior bilheteria do cinema brasileiro


Filme de ação deixou “The Avengers: Os Vingadores” para trás, com R$ 133 milhões.


Image

No último fim de semana, o filme “Velozes e Furiosos 7″ se tornou a maior bilheteria da história no Brasil ao arrecadar R$ 133 milhões.

De acordo com dados consolidados do site “Filme B”, a ação tomou a liderança de “The Avengers: Os Vingadores” (2012), que conseguiu R$ 129 milhões em bilheteria.

O único longa que ameaça “Velozes 7″ é exatamente a sequência “Vingadores 2: Era de Ultron”. Na terceira semana de exibição, o filme da Marvel já arrecadou R$ 85,6 milhões.


http://almanaque.portalvox.com/cinema/2 ... leiro.html

nimzabo
Especialista
Especialista
Posts: 1801
Joined: Tue Jul 16, 2013 9:16 pm

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by nimzabo » Sat May 23, 2015 9:46 pm

Vi e gostei muito do Terra Estrangeira, quase todo filmado em Portugal.
http://www.imdb.com/title/tt0114651/
Com realização de Walter Salles e Daniela Thomas tem um elenco interessante complementado com alguns atores portugueses.
O filme é todo a preto e branco.
Pela negativa tem alguns clichés sobre Portugal e os africanos mas a história acaba por prender, a musica é bastante boa e vai melhorando à medida que se vai desenrolando.
Tem alguns belos momentos de cinema já na parte final.
Acho que vale a pena.


PS.
utilizando o 'pesquisar do fórum encontrei uma ocorrência de alguém que também viu, o alan_smithee
Continuação do Top Ten brasileiro

2 - (exequo) Terra Estrangeira (Walter Salles) 1996

Terra Estrangeira gira a volta de duas personagens. Paco, um rapaz brasileiro que vive na metrópole de São Paulo, cuja morte da mãe o deixa literalmente perdido, e Alex, uma jovem emigrante brasileira, que vive em Lisboa, e que passa por enormes dificuldades. Estas duas narrativas fluem em paralelo, os planos filmados no Brasil alternam com os planos filmados em Portugal, até que o encontro entre as duas personagens acontece, algures em Lisboa.

Terra Estrangeira é um filme que nos fala sobre a busca desesperada por um lar, por uma raiz, por um sentimento de pertença. Por isso é um filme bastante melancólico, apoiado numa fotografia a preto e branco que nos remete para o cinema noir e uma iluminação algo expressionista. Mas apesar do seu aspecto visual belíssimo, o filme nunca esquece a narrativa, que está ao nível dos bons filmes noir americanos. Nunca é o típico filme noir americano, mas também nunca é um pastiche. É um filme com uma identidade bastante própria.
Digamos que Terra Estrangeira é um filme difícil de classificar, tal é a miscelânea de géneros. O filme começa com aspecto de realismo social, que aos poucos e poucos vai evoluindo para um drama existencialista, do qual passa rapidamente para o filme noir, para por fim, dar lugar ao road movie desesperado e romântico. E o mais espantoso, é que o filme muda de registo, sem nunca perder qualidade, e com uma agilidade narrativa tremenda.

É um filme que nos fala da solidão dos imigrantes. De personagens a deriva, numa busca constante por um lugar a que possam chamar seu, por um porto seguro. De um casal a quem nada mais resta, senão o amor. E neste sentido, nunca vi um filme que transmitisse de forma tão eloquente, essa sensação de não pertença, de estranho numa terra estranha.
E para acabar em beleza, a cena final, ao som de "Vapor Barato" de Gal Costa, é uma das cenas mais belas que eu vi na minha vida.

9/10


Vapor Barato - Gal Costa (cenas da parte final do filme)

nimzabo
Especialista
Especialista
Posts: 1801
Joined: Tue Jul 16, 2013 9:16 pm

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by nimzabo » Sat May 23, 2015 10:03 pm

A propósito de cinema brasileiro vale a pena também dar uma vista de olhos às outras escolhas do alan_smithee, que ficaram enterradas no tópico do 'ultimo filme que viste'.
http://dvdmania.co.pt/viewtopic.php?f=1 ... start=1920
(ver ainda as páginas seguintes)

nimzabo
Especialista
Especialista
Posts: 1801
Joined: Tue Jul 16, 2013 9:16 pm

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by nimzabo » Sat Aug 22, 2015 4:37 pm

Hoje vi o 'Bicho de Sete Cabeças'
http://www.imdb.com/title/tt0263124/
Como suspeitei a meio o filme é inspirado numa história real.
Pesquisei e descobri que é inspirado num livro chamado Canto dos Malditos de Austregésilo Carrano.
Um resumo que encontrei do livro serve para dar uma ideia do que trata o filme:
'Canto dos malditos', livro que inspirou o filme 'O bicho de sete cabeças' traz o relato autobiográfico do jovem que passou três anos num manicômio por porte de maconha, que ganhou vida no cinema com a interpretação de Rodrigo Santoro, traz um posfácio inédito do autor, Austregésilo Carrano. Livro de denúncia e de desabafo, 'Canto dos malditos' traça o triste quadro de abandono dos hospitais e pacientes psiquiátricos no país. O relato é ainda mais contundente por ser contado por um ex-paciente - Austregésilo Carrano conheceu de perto o horror das sessões semanais de eletrochoque, das doses diárias de sedativos e as péssimas condições de higiene das clínicas. Carrano descreve em detalhes as atrocidades que sofreu e os terrores que presenciou durante sua temporada nos hospitais psiquiátricos. A nova edição deste livro atualiza os dados sobre o sistema psiquiátrico brasileiro - com números de internações e clínicas espalhadas pelo país, o lobby dos diretores das clínicas e as fortunas conquistadas às custas da dor e do confinamento dos internos - e faz um balanço das vítimas dessa guerra, chamada pelo autor de 'holocausto psiquiátrico brasileiro'.

nimzabo
Especialista
Especialista
Posts: 1801
Joined: Tue Jul 16, 2013 9:16 pm

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by nimzabo » Fri Feb 05, 2016 7:20 pm

Mais dois filmes brasileiros bastante bons que vi entretanto, os dois passados em S. Paulo:

- O Homem do Ano:
http://www.imdb.com/title/tt0312773/
http://www.rottentomatoes.com/m/o-homem ... -the-year/

- Linha de Passe:
http://www.imdb.com/title/tt0803029/
http://www.rottentomatoes.com/m/linha_de_passe

drakes
Especialista
Especialista
Posts: 1439
Joined: Wed Jun 10, 2015 11:44 pm

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by drakes » Tue Feb 16, 2016 1:28 pm

Das minhas apostas para este ano tem a produção argentina/brasileira:

Zama (2016)
http://www.imdb.com/title/tt3409848/

Ainda sem trailer, inspirado no romance Zama, do escritor e jornalista Antonio Di Benedetto, publicado em 1956, é protagonizado por um dos tantos aventureiros espanhóis com título que chegaram à América, mas não para ficar, e acontece no final do século XVIII. Diego de Zamalloa é um funcionário que aguarda sem esperança um barco que o leve da colônia. Como não chega ele se lança em uma perseguição a um bandido em terras indígenas. Daniel Giménez Cacho dá vida a Zama.
Last edited by drakes on Thu Sep 08, 2016 2:21 am, edited 1 time in total.


User avatar
waltsouza
Moderador
Posts: 3698
Joined: Sat Mar 19, 2005 8:26 am
Location: Sobreda, Terra dos cães e dos gatos
Contact:

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by waltsouza » Sun Mar 27, 2016 12:01 am

25 filmes essenciais do novo cinema brasileiro

http://pausadramatica.com.br/2015/04/14 ... rasileiro/

nimzabo
Especialista
Especialista
Posts: 1801
Joined: Tue Jul 16, 2013 9:16 pm

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by nimzabo » Wed Apr 20, 2016 2:59 pm

Vi hoje O Lobo Atrás da Porta que o drakes já tinha referido.
http://www.imdb.com/title/tt2861532/
http://www.rottentomatoes.com/m/wolf_at_the_door_2015
É um bom filme mas a história é bem torcida, assim a modos que para o negro.
Não recomendado para os mais novos ou os mais sensíveis.

drakes
Especialista
Especialista
Posts: 1439
Joined: Wed Jun 10, 2015 11:44 pm

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by drakes » Tue Sep 13, 2016 12:05 am

waltsouza wrote:
ASSISTIMOS A UMA PRÉVIA DO FILME BRASILEIRO ZOOM


Uma quadrinista ama (e escreve sobre) um diretor de cinema, que dirige um filme sobre uma modelo brasileira, que nas horas vagas escreve um livro sobre uma quadrinista que escreve... Entre um poema antigo de Drummond e um triângulo perfeito de Escher (aquele das imagens cheias de ilusões de ótica), o filme brasileiro Zoom, previsto para estrear no final de 2015, aposta em uma pegada pop que raramente se vê na produção cinematográfica nacional.

Dirigido pelo estreante Pedro Morelli, o longa-metragem conta com Alison Pill, Gael Garcia Bernal e Mariana Ximenes nos papeis principais, além de participações especiais de Jason Priestley (de Barrados no Baile) e Claudia Ohana. Apesar das presenças estrangeiras e da equipe brasileira, Morelli vê o trabalho como um filme global.

Image
Gael Garcia Bernal é um dos protagonistas do filme, que tem previsão de estreia para o fim do ano. (Divulgação/Paris Filmes)

“Zoom é um filme falado em inglês, com trechos em português. Noventa por cento do filme é em inglês, e o elenco é gringo. O diretor é brasileiro, mas o filme é global. Ele não fala sobre o Brasil”, diz o cineasta, que está há cinco anos envolvido no projeto e anteriormente esteve à frente da série Contos do Edgar, que adaptava textos de Edgar Allan Poe para o cotidiano brasileiro.

Zoom tem dois terços de live-action e um terço de animação em rotoscopia -- lembra do clipe de “Take On Me”, do A-Ha? É isso, só que colorido -- em uma produção dividida entre Brasil e Canadá. O orçamento é de US$ 5 milhões, embora pareça bem mais caro à primeira vista, graças especialmente ao acabamento da animação. Entre as principais inspirações para o projeto, Morelli cita Trainspotting, Corra, Lola, Corra e Waking Life -- este último, um trabalho do diretor Richard Linklater (Boyhood, Escola de Rock) que também usa rotoscopia.

Image
A equipe de 25 animadores trabalha para transformar live-action em animação (Divulgação/Paris Filmes)


O IGN Brasil acompanhou o trabalho de finalização da parte de animação longa-metragem, que está sendo realizado nos estúdios da O2 Filmes, na zona oeste de São Paulo. “O nosso filme se passa dentro de uma folha de papel de uma história em quadrinhos. São 29 minutos desenhados frame a frame, em 12 frames por segundo”, explica Morelli.

Atualmente, o diretor chefia uma equipe de 25 profissionais, desenhando e colorindo cerca de 50 frames diários da história do cineasta vivido por Gael Garcia Bernal. O processo é surpreendente, e impressiona pelo esmero com que é feito -- amantes dos quadrinhos vão se identificar e curtir a estética do filme, que ainda não tem data marcada para lançamento. “Vamos inscrever o filme em festivais, o que pode adiar um pouco a estreia por aqui”, diz Morelli, que não tem certeza sobre qual será a repercussão de Zoom com o público brasileiro.

Image
"“O nosso filme se passa dentro de uma folha de papel de uma história em quadrinhos", diz o diretor Pedro Morelli (Divulgação/Paris Filmes)


“A última coisa que eu queria fazer é um enlatado que faz um milhão de espectadores no primeiro fim de semana, mas é descartável. Quero me comunicar com o público. Só faz sentido fazer cinema quando alguém vai assistir o que você fez”, acredita Morelli, que aposta no carisma de seus personagens para emplacar um sucesso. Até agora, no entanto, o filme fez mais barulho por um detalhe curioso: a cena de beijo entre Claudia Ohana e Mariana Ximenes. “Se o cara for ao cinema para ver essa cena, ótimo. É mais gente para ver o filme”, diz o diretor.

Morelli já faz planos para o futuro, e eles envolvem especialmente continuar explorando gêneros pouco presentes no cinema nacional. "Penso em fazer um filme de terror, ou uma aventura infanto-juvenil, ou uma comédia inteligente. São coisas que faltam", diz. A se julgar pelo pouco que vimos do ambicioso projeto, é uma boa você fechar o zoom nesse jovem diretor.

http://br.ign.com/cinema/2565/news/assi ... leiro-zoom
Sem contar a história, na verdade, a história passa em três planos de realidade como informado acima, é relativamente confuso por que quem escreve a ação de quem, o problema ao meu ver que o filme não cria um drama até por isso, fica um pouco disperso. Das atuações, gostei da Alison Pill, talvez um roteiro com menos personagens teria dado um resultado melhor.

nimzabo
Especialista
Especialista
Posts: 1801
Joined: Tue Jul 16, 2013 9:16 pm

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by nimzabo » Tue Sep 13, 2016 4:00 am

Já falei neste tópico de vários filmes que gostei mas há um que queria reforçar por ser um filme com crime e alguma acção que se vê bastante bem: 'O Homem do Ano'.
Penso que agradará à maior parte das pessoas.

drakes
Especialista
Especialista
Posts: 1439
Joined: Wed Jun 10, 2015 11:44 pm

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by drakes » Fri Sep 16, 2016 8:08 pm



Pequeno Segredo
dir: David Schurmann

sinopse: O longa-metragem de ficção, baseado na história real de Kat Schurmann e que também inspirou o best-seller homônimo de Heloísa Schurmann, revela a força do amor no destino de duas famílias. Ao adotar Kat, o casal Schurmann convive com a delicada escolha de manter ou não um segredo que vai além da adoção.

Obs: É o candidato oficial indicado pelo Brasil ao Oscar de 2017.

User avatar
waltsouza
Moderador
Posts: 3698
Joined: Sat Mar 19, 2005 8:26 am
Location: Sobreda, Terra dos cães e dos gatos
Contact:

Re: O Tópico do Cinema Brasileiro

Post by waltsouza » Thu Jan 12, 2017 11:27 am

Andrey Lehnemann: Os 10 melhores filmes brasileiros de 2016

Image

Quando se fala em filme brasileiro, é comum que o primeiro pensamento do público seja a Globo Filmes. Afinal, com um orçamento um pouco maior para distribuição, é o acesso direto que os cinemas fora do eixo Rio-SP possuem. A produção independente ou de distribuidoras menores, infelizmente, acaba atingindo uma parcela mínima de mercado, ainda que estreie em algumas salas. Outra saída é o festival. Trazer ao público longas-metragens que podem ganhar notoriedade e, assim, conquistar bons olhos de distribuidoras maiores para o lançamento. Um grande filme de 2014, por exemplo, A Despedida, de Marcelo Galvão, só chegou aos cinemas brasileiros efetivamente em 2016 – dois anos depois de ser transmitido na Mostra de SP. Assim, as listas de fim de ano contam com obras a que o público pouco assistiu, porém com o entusiasmo que em um futuro breve ele possa ter contato. E, finalmente, desfrutar do vasto cinema nacional, cada vez mais maduro. Confira dez recomendações de filmes brasileiros de 2016:

(...)

http://dc.clicrbs.com.br/sc/entretenime ... 56745.html

Post Reply