Cinema de Leste

Discussão de filmes; a arte pela arte.

Moderators: mansildv, waltsouza

Post Reply
No Angel
Especialista
Especialista
Posts: 1597
Joined: Mon Apr 02, 2012 9:58 pm

Re: Cinema de Leste

Post by No Angel » Wed Jul 05, 2017 9:43 am

JoséMiguel wrote:
Wed Jul 05, 2017 1:52 am
Se mais tarde, eu decidir editar o meu comentário, será apenas a remoção da 2º parte, que diz respeito a ucranianos nazis, o que é um absurdo igual a um judeu nazi, pois apenas revela ignorância de que o povo ucraniano era para "ir à vida" e ser exterminado, imediatamente após a conclusão do extermínio dos judeus. Está aqui tudo explicado no wikipedia:

https://en.wikipedia.org/wiki/Generalplan_Ost

Quanto à primeira parte, eu queria ter falado com a senhora romena acerca do filme Dacii, onde a mesma legião V Alada romana, que conquistou Portugal (60-80 anos após a resistência do Viriato), foi derrotada e aniquilada na Roménia, aquando da primeira tentativa de invasão romana da Dácia/Roménia.

Tenho um vídeo acerca disso:



Gostaria de tirar umas dúvidas históricas e de cinema de leste à senhora romena, e de aprender coisas que não descubro no wikipedia, que possa também partilhar aqui neste tópico, ou nos tópicos do "Mircea" ou "Dacii".

Por exemplo, a senhora é mais velha do que eu eu e terá nascido no final da década de 1960, e eu gostava de saber que filmes estrangeiros passavam na Roménia na TV e Cinema, nas décadas de 70 e 80. Será que passavam filmes americanos do Stanley Kramer (os soviéticos adoravam esse cineasta), filmes franceses, polacos... como era isso?

Também quero saber como o Vlad Tepes (herói nacional romeno) era ensinado em História, entre o 5º e 9º ano de escolaridade, será como o Afonso Henriques e Viriato em Portugal?

O filme romeno Dacii de 1967 é sobre a resistência feroz dácia contra a anexação romana, exactamente igual à resistência do Viriato. Em ambos os casos a Dácia e a Ibéria foram derrotadas mais tarde.
O Vlad Tepes de heroi tem zero, ele empalava pessoas, milhares de pessoas. Se isso pra eles é heroismo, eu tenho medo dessas pessoas eh-)

drakes
Especialista
Especialista
Posts: 1489
Joined: Wed Jun 10, 2015 11:44 pm

Re: Cinema de Leste

Post by drakes » Fri Jul 14, 2017 3:42 am

para quem gosta de curtas, o estúdio alegro tem uma série Legendy Polskie

https://www.youtube.com/user/AllegroTV/videos

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2923
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema de Leste

Post by JoséMiguel » Tue Sep 26, 2017 4:58 am

JoséMiguel wrote:
Fri Mar 07, 2014 8:18 pm
Cinema da Geórgia

Primeiro que tudo, que país é esse da Geórgia?

No meu tempo de vida aparenta ser um país novo, que nunca constou nos mapas políticos dos meus livros de geografia e história, e só surge em 1992 nos noticiários, mas estes tipos são os Iberos de oriente, referenciados pelos gregos da antiguidade, antes da invasão romana dos Iberos do ocidente (Portugal e Espanha), e com estas histórias de há 2.500 anos atrás fiquei realmente bastante intrigado.

O nome actual interno e verdadeiro do país é Kartvélia (Geórgia é um termo oficial externo ofensivo cunhado pelos poderes prepotentes da Europa Ocidental, duranta a idade média, que significa apenas que os kartvélios eram fiéis ao São Jorge, é como se os ingleses chamassem a Portugal de "PortWineLand", e 95% do Mundo seguisse o exemplo).

Link em inglês, para quem quiser investigar mais pormenores: http://en.wikipedia.org/wiki/Georgians (se mudarem de língua para georgiano e traduzirem com o Google Chrome, corresponde a tomarem o blue (ou será red) pill do Matrix).

Ok, mas em relação aos filmes, apenas vi um ainda, que é uma espécie de "Resgate de Soldado Ryan" mas com a mais valia da carga emocional do "A Vida é Bela", aqui está um trailer:



É sobre um pai, já velho demais para combater na 2ª grande guerra, que soube que o filho soldado foi ferido e anda à procura dele, para lhe levar uns chouriços, vinho, tabaco ou afins. É uma história muito triste e comovente, se arranjar tempo para escrever uma crítica, à partida irei dar a nota máxima de 100%.

IMDB: http://www.imdb.com/title/tt0169828/

Por exemplo nesse trailer anterior, o camponês georgiano (um homem simples do campo) está a refilar com os tanquistas russos, para não esmagarem as vinhas de uma aldeia em solo inimigo (os russos tinham acabado de penetrar em território aliado do eixo, pela 1ª vez no decurso da guerra).

Eu não achei que o filme fosse de comédia, macacada ou palhaçada. Isto é um puro filme anti-guerra de facada no coração, onde os soviéticos eram realmente mestres do cinema. É um filme que marca...

Por último a Geórgia conseguiu preservar o seu alfabeto único no mundo inteiro, e o título do filme no seu idioma original (podem fazer copy paste para o You Tube, quem sabe até surja uma versão em HD :wink: ) tem este aspecto:

ჯარისკაცის მამა
Estou a desenterrar este comentário feito há 3 anos e meio, pois estive a responder a um senhor georgiano num vídeo do You Tube acerca da História da Península Ibérica.

Em 2014 fiquei completamente intrigado com os historiadores da Grécia Antiga considerarem os portugueses como sendo o mesmo povo que a Kartvélia da Europa de Leste, conforme o que eu li no Wikipedia, em vários idiomas.

Como de costume nunca tenho ninguém com quem conversar acerca deste assuntos que eu acho intrigantes...

Mas hoje descobri um tipo georgiano que está intrigado com a mesma questão! salut-) yes-)

Eu estava a cuscar este vídeo, que mostra os mapas da Península Ibérica ao longo dos milénios:



E leio lá o seguinte comentário:
Irakli Gaprindashvili
Há 2 anos (editado)
thats very intresting for me, cos' my country's historical name was Iberia as well. i mean modern Georgia at Caucasus 
É pena que o tipo tenha escrito isso em 2015, e apenas agora eu tenha descoberto o comentário dele... :-(

Mas respondi o seguinte, que irá aparecer em notificação, da próxima vez que o sujeito visitar o You Tube:
Zé da Adega
Há 1 segundo
I'm also very intrigued with Georgian Iberians in Eastern Europe, I've read wikipedia arcticles in portuguese, italian, english, russian (auto-translated) and georgian (auto-translated, because you have a funny alphabet), about "Iberians" from the west (Portugal and Spain) and "Iberians" from the East (Caucasus region in East Europe).

It turns out the division between East and West Iberians was noted in writing by the Ancient Greeks (before the Roman Era). The greeks considered us (portuguese, spanish and georgians) the same people, and that's all I read...

Maybe there was some migrations going on before Ancient Greece?

Very curious fenomenum...

So the Portuguese and Georgians are genetically related?

I learned that your country is called "Kartvelia" and "Georgia" is an offensive name given by the western powers that be, but during the cold war my school maps only showed USSR, and your country didn't even exist on my portuguese school book map (soviet politics).

But I like your cinema, I have seen a great film called "ჯარისკაცის მამა" Father of a soldier", and I even wrote a comment of the georgian film on a cinema forum here:

viewtopic.php?f=11&t=46500&start=30

Maybe some portuguese guys are reading my comment and want to look in wikipedia the english term "Caucasian Iberians"...

In the 1965 georgian film I saw the old georgian guy acts exactly like a portuguese old guy, wanting to protect the precious vineards, when the soviet tanks cross into german farmland and he stops the tanks from destroying the grapes. Our peoples do like our wine... :-)
Escrevi isso um pouco à pressa, com um inglês meio índio, meio manhoso, mas espero que o tipo da Geórgia leia o meu comentário e fique a saber que nem todos os portugueses são ignorantes acerca do país do homem.

Em relação ao filme, ele tem um certo quê de cultura mediterrânica ou do sul da europa, pois o protagonista comporta-se tal e qual um agricultor português do antigamente, nascido no tempo da monarquia portuguesa, que em velhote ralhava comigo por eu andar a partir as cepas das vides, a correr em puto pelo meio da vinha, tal como este personagem velhote georgiano, que se coloca à frente dos tanques russos em 1944, a proteger as vinhas alemãs e a ralhar com os rapazes soviéticos que guiavam os tanques. Esta cena surge no vídeo acima.

O filme merece uma nota de 100%, mas eu nunca tive tempo/inspiração para escrever uma análise acerca dele. Sei que o filme possui stream oficial HD, autorizado pelo estúdio georgiano ex-soviético, gratuito no You Tube, mas acho que é preciso ir à procura de legendas inglesas, como fiz em 2014. Se houverem interessados aqui no fórum, eu ou o Drakes podemos dar uma ajuda, desde que não seja para o boneco. yes-)

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2923
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema de Leste

Post by JoséMiguel » Sun Oct 01, 2017 3:35 am

Cigarros soviéticos

Image

Isto é só por graça, mas esta semana ofereceram-me esses dois maços de tabaco, um lights e um normal de uma marca de tabaco da antiga República Socialista Soviética da Ucrânia.

A senhora que mos trouxe é um ano mais velha do que eu, e portanto era adolescente quando ocorreu a desintegração da URSS, ela disse-me que esta marca ucraniana (julgo que se pronuncia "Prima") já vem do tempo da guerra fria. Parecendo que não, a diferença entre o tabaco soviético e o tabaco anglo-saxónico capitalista (O tabaco português "SG Gigante" e "Português Suave" é tabaco anglo-saxónico e não possui identidade portuguesa, ao contrário do Gauloise de França ou do Ducados de Espanha) foi tema importante em muitos filmes até de Hollywood, quanto mais em filmes de leste.

Image

Querem ver já um exemplo num filme de espionagem ocidental, em que esta questão surge?



No filme ocidental de espionagem "Le Serpent", o espião soviético interpretado pelo actor Yul Breyner, despede-se do director da CIA com a frase "I will miss your cigarettes", na cena final de troca de espiões numa fronteira europeia entre a NATO e a URSS.

Já em filmes de leste que eu tenho visto e mostrado no fórum, fico muito intrigado com várias diferenças entre os cigarros do lado de lá da cortina de ferro, e até cheguei a ver comentários no You Tube a clips meus, com malta intrigada com os cigarros soviéticos...

Estes dois maços que fumei (feitos agora), julgo serem da era da Perestroika dos anos 80, já com o filtro de cor normal e o papel branco, porque nos filmes antigos os cigarros já embalados tinham o filtro branco e o papel escuro, o que faz com que a malta do Ocidente fique confusa e comente os meus vídeos do You Tube, perguntando porque os russos acendiam os cigarros ao contrário.

Por acaso já tenho tirado dúvidas culturais e históricas a essa senhora ucraniana, acerca de filmes de leste que tenho visto e comentado no fórum, por exemplo um dos primeiros filmes que comentei neste mesmo tópico era acerca de uma menina sopeira num campo de lenhadores na Sibéria, recordam-se deste screenshot?

Image

Perguntei que história era essa da menina usar sobre-botas? Ou seja a actriz primeiro calça umas botas normais e depois mete essas botas dentro de umas segundas botas gigantes... O que é isto!? :roll: A minha amiga ucraniana explicou que só as velhotas da idade da avó dela usam isso, e que é considerado foleiro e arcaico, ou seja é igual ao barrete português, apenas usado como traje tradicional pelos forcados.

Essa senhora contou-me também que os agricultores ucranianos, ainda hoje, alternam uma fileira de couve ou batata, com uma fileira de folha de tabaco, porque os "velhos" dizem que alternando com folha de tabaco, "o bicho" não come as couves e poupa-se dinheiro em pesticidas. Acho esquisito não se plantar tabaco nas hortas portuguesas, pois compensaria 10 mil vezes mais o preço do Kg do tabaco em relação ao Kg da couve.

Seja como for, eu fumei este tabaco ucraniano e realmente é diferente do tabaco anglo-saxónico, mas é bastante bom e não é manhoso como o Ducados espanhol ou o Gauloise francês. Por mim está aprovado! salut-) yes-) E só custa 80 cêntimos o maço. Não sei se se estarão a aperceber, de que só em 2017, 26 anos após a desintegração da União Soviética, é que eu tive a minha primeira oportunidade de fumar um cigarro do lado de lá da cortina de ferro... :biggrin: Para um "velhadas" do tempo da guerra fria como eu, isto foi um acontecimento insólito, hehehe.

Por último, repararam que isto não foi de todo off-topic, porque meti cinema à mistura, com base no pouco que eu sei. :wink: :roll: Não fui investigar em cirílico em que data surgiu este marca de tabaco, pois não tenho teclado cirílico, espero que a minha amiga não se tenha enganado na origem soviética, mas ainda que assim fosse, a maioria do que escrevi mantém-se.

drakes
Especialista
Especialista
Posts: 1489
Joined: Wed Jun 10, 2015 11:44 pm

Re: Cinema de Leste

Post by drakes » Tue Feb 13, 2018 12:54 pm

Mais tópicos abertos de cinema do leste por membros do fórum:

Nelyubov (2017) - Andrey Zvyagintsev
viewtopic.php?f=11&t=52335&p=631856&hil ... ak#p631856

Zashchitniki (2017) - Sarik Andreasyan
viewtopic.php?f=11&t=50932&p=622896&hil ... ia#p622896

Kollektor (2016) - Aleksey Krasovskiy
viewtopic.php?f=11&t=51413

Viking (2016) - Andrey Kravchuk
viewtopic.php?f=11&t=51424&p=626838&hil ... ia#p626838

Ucitelka (2016) - Jan Hrebejk
viewtopic.php?f=11&t=51632&p=623565&hil ... ia#p623565

(M)uchenik (2016) - Kirill Serebrennikov
viewtopic.php?f=11&t=51412&p=621306&hil ... ia#p621306

Duelyant (2016) - Aleksey Mizgirev
viewtopic.php?f=11&t=51208&p=619401&hil ... ia#p619401


Hardcore Henry (2015) - Ilya Naishuller
viewtopic.php?f=11&t=50598&p=613762&hil ... ia#p613762

Urok (2014) - Kristina Grozeva, Petar Valchanov
viewtopic.php?f=11&t=50947

Durak (2014) - Yury Bykov
viewtopic.php?f=11&t=51038

Leviatã (2014) - Andrey Zvyagintsev
viewtopic.php?f=11&t=50004&p=609159&hil ... ia#p609159

Neprijatelj (2011) - Dejan Zecevic
viewtopic.php?f=11&t=51035

Restul e tacere (2007) - Nae Caranfil
viewtopic.php?f=11&t=51034

Filantropica (2002) - Nae Caranfil
viewtopic.php?f=11&t=51036

Strana glukhikh (1998) - Valeriy Todorovskiy
viewtopic.php?f=11&t=51037

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2923
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema de Leste

Post by JoséMiguel » Tue Feb 20, 2018 5:16 am

Invasão otomana da Ucrânia e Polónia em 1672 - Cerco épico com canhões e granadeiros

Fiz este vídeo acerca do cerco, com descrição histórica, mapa e desenhos antigos (meti lá um retrato de um granadeiro português do século XVIII). Em termos de escala épica de cinema, Isto no fundo é uma versão live-action da trilogia "Senhor dos Anéis" do Peter Jackson, imaginem o assalto do 2º filme do Peter Jackon, mas em vez de um exército de desenhos animados, temos um exército com pessoas verdadeiras (live-action). Eu sei que muita gente do fórum aprova a utilização de desenhos animados para representar pessoas, mas já eu não tanto, apesar de adorar a trilogia do Peter Jackson.

A footage é do primeiro filme da trilogia polaca, feito em 1969. Isto não é um trailer (mas quero fazer trailers para os 3 filmes) e o objectivo deste meu vídeo é para já, de dar a conhecer a capacidade épica e técnica do cinema de leste.



O meu tópico de 2013:

A Trilogia de Henryk Sienkiewicz - Adaptação em 30 anos (1969-1999) do épico da literatura polaca

Image

https://en.wikipedia.org/wiki/Siege_of_Kamenets

nimzabo
Especialista
Especialista
Posts: 1843
Joined: Tue Jul 16, 2013 9:16 pm

Re: Cinema de Leste

Post by nimzabo » Fri Mar 16, 2018 2:00 pm




JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2923
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema de Leste

Post by JoséMiguel » Sat Mar 17, 2018 12:50 am

Image

Os meus pensamentos acerca da mulher soviética.

Recentemente surgiu uma menina russa a escrever grandes e belos comentários no meu canal do You Tube, essa menina começou por escrever no alfabeto cirílico (que eu não sei ler), mas eu achei graça e fui colocar a mensagem cirílica dela do Google Translate, para cuscar o que ela estava a dizer, depois respondi em inglês e em cirílico (automático-índio do estilo Uga! Buga! Mim apache não gostar de branco gringo, Uga!).

Afinal a menina russa tinha emigrado para os EUA e falava muito bem inglês, o que evitou traduções-índias pela Google.

Eu já sou muito velho para andar atrás de meninas, mesmo que elas sejam fangirls do meu canal do You Tube, mas fiquei super-interessado nos depoimentos e opiniões dela, enquanto mulher russa; Não só a nível pessoal mas também para eu aprender coisas que me possam ajudar a comentar filmes de leste aqui no DVD Mania.

Infelizmente suspeito que tenha ocorrido contaminação puritana religiosa pelos norte-americanos, que afectou a maneira de ser desta menina russa que agora vive nos EUA...

De seguida surge um pequeno excerto meu de um filme pioneiro russo de 1956, chamado "O Quadragésimo Primeiro", que se trata de um spoiler para quem nos últimos 6 anos ainda não leu a minha crítica do filme.

Nesta cena vemos uma mulher-soldado do exército vermelho, que em 1917 tinha capturado um soldado do exército branco. Em linguagem moderna temos uma gaja militar comunista que capturou um soldado fascista. A ideologia política é uma coisa e a natureza humana é outra, estão os dois sós numa ilha deserta ao largo da costa marítima Este da URSS, e já se sabe que homem e mulher sós numa ilha, mesmo que ela seja soldado do exército vermelho e ele seu inimigo ideológico do exército branco, seguem o seu rumo natural biológico, ou seja eles terão relações sexuais e ficarão apaixonados.

Mas o cinema soviético não é compatível com o cinema de Hollywood, aqui não existe "happy ending" e a gaja fanática comunista mata o amante a tiro, por fanatismo e doença ideológica. Uma militante (e também mulher-soldado e militar) comunista doentia mata o amante em nome do Manifesto Comunista!? Esta descrição não é nenhuma cagada inventada por mim e é mesmo o enredo oficial do filme soviético de 1956.



Este foi o único exemplo que consegui criar agora com o Movie Maker, conheço muito mais exemplos da estranheza da mulher soviética, mas não consigo de momento apresentar nenhum vídeo sobre eles.

Entretanto esta jovem russa e eu tivemos um ligeiro desentendimento nos comentários do You Tube, onde eu a acusei de ser puritana religiosa, isso foi há umas semanas atrás e nem foi nada de especial.

Mas hoje meti-me com ela e aconselhei-lhe o meu trailer do filme brasileiro "Como era gostoso o meu francês", até disse a brincar em inglês "vê la! que aparecem homens nús, não vás ficar ofendida ao ver nudez". Eu escrevi algo assim mesmo a brincar porque nunca imaginei que ela fosse mesmo puritana.

Mas afinal ela era mesmo puritana e ficou toda escandalizada com o meu trailer do filme brasileiro, onde aparecem os actores todos nús...



Uma menina cinéfila tão simpática que fala russo e inglês mas depois fica ofendida com o meu trailer do melhor filme brasileiro feito até hoje... :-(

Até lhe expliquei que o povo dela (a Rússia) adorava este realizador brasileiro que foi convidado como membro do júri do Festival Internacional de Moscovo (equivalente aos Oscars de Hollywood ou ao festival de Cannes)

Isto parece-me bizarro e acho que não é normal! :lol: :roll:

nimzabo
Especialista
Especialista
Posts: 1843
Joined: Tue Jul 16, 2013 9:16 pm

Re: Cinema de Leste

Post by nimzabo » Sat Mar 17, 2018 11:22 am

Parece caso para evitares ficar sozinho com essa tua nova amiga numa ilha deserta.
E se for nu ainda pior.

nimzabo
Especialista
Especialista
Posts: 1843
Joined: Tue Jul 16, 2013 9:16 pm

Re: Cinema de Leste

Post by nimzabo » Tue Mar 20, 2018 11:11 am

Livro da Taschen com posters de cinema russo
https://www.taschen.com/pages/en/catalo ... _garde.htm

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2923
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema de Leste

Post by JoséMiguel » Thu Mar 29, 2018 9:44 am

nimzabo wrote:
Tue Mar 20, 2018 11:11 am
Livro da Taschen com posters de cinema russo
https://www.taschen.com/pages/en/catalo ... _garde.htm
A amostra deles. Hoje pode-se linkar as imagens, amanhã já não sei... A 3ª imagem é do filme "O Quadragésimo Primeiro", o tal da mulher-soldado do Exército Vermelho, de que já falei aqui. :lol: Mas é de uma versão de 1927 que eu nem sequer sabia que existia, acabei de descobrir que a versão que mostrei no fórum é um remake! Mas isto significa que já em 1927 (antes do Estalinismo, conforme o nome do livro indica), os russos faziam filmes com mulheres-soldado bolcheviques do Exército Vermelho a matarem o seu amante a tiro, por este ser de Direita! Hehehe... :lol: Podem ler a sinopse em inglês na foto do livro, diz lá que o amante foi o 41º alvo abatido pela mulher-soldado bolchevique (acho que ela era uma "sniper", não me lembro), o que dá o nome à história.

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2923
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema de Leste

Post by JoséMiguel » Mon Apr 02, 2018 11:22 am

Cinema de merda estalinista

O meu primeiro post na secção de Cinema e Filmes, foi acerca da pentalogia "Liberation" (anos 1970), filmes tecnicamente muito bem feitos, até hoje nunca superados tecnicamente. Mas antes disso, já a Mosfilm tinha criado o streaming gratuito de filmes russos, com legendas inglesas, e eu fui engrupido a ver um filme de 1950, feito quando o assassino psicopata do Estaline ainda estava vivo.

Image

https://en.wikipedia.org/wiki/The_Fall_of_Berlin_(film)

Atenção à citação seguinte da Wikipedia! Falam lá no Realismo Soviético (por mim tudo bem, eu sou fã disso) mas também falam no Culto da Personalidade, que é uma espécie de Fascismo comunista de Esquerda, equiparado ao Fascismo religioso de Portugal e Espanha, com a diferença de que os fascistas ditadores dos países "Comunistas" substituíam a idolatração fanática ao Jesus pela idolatração fanática ao ditador. A merda era quase a mesma, mas não tão grave como o fascismo religioso espanhol ou português, em que os ditadores Salazar e Franco se auto-assumiam como paladinos de Jesus Cristo e impunham ditadura fascista aos povos de Portugal e de Espanha, em nome de Deus...
The Fall of Berlin (Russian: Падение Берлина; translit. Padeniye Berlina) is a 1950 Soviet war film and an example of Soviet realism, in two parts separated in the manner of a serial, directed by Mikheil Chiaureli, released by the Mosfilm Studio. The script was written by Pyotr Pavlenko, and the musical score composed by Dmitri Shostakovich. It starred Mikheil Gelovani as Joseph Stalin.

Portraying the history of the Second World War with a focus on a highly positive depiction of the role the Soviet leader played in the events, it is considered one of the most important representations of Stalin's cult of personality.
O "Culto da Personalidade" foi levado ao extremo no actual regime da Coreia do Norte, que é uma monarquia autocrática capitalista, sem nenhuma relação com Comunismo, eles podem se auto-intitular de comunistas mas isso é uma cagada como quando a R.D.A. (Alemanha de Leste) se auto-designava de "República Democrática", isso é ser cara-de-pau (termo brasileiro) ou caradura (termo espanhol), não sei o que aconteceu ao português de Portugal para perder esta expressão idiomática tão interessante usada em Espanha e no Brasil.

Eu perdi o meu tempo a denunciar este filme de merda estalinista, apenas porque tropecei num vídeo no You Tube, sobre o filme (o autor do vídeo também está a denunciar o cinema estalinista).



Se repararem ao verem este excerto, o filme estalinista é bastante similar ao cinema de Hollywood de Direita política ideológica, que enaltecia Deus e o Patriotismo (como os filmes do John Wayne).

Para mim são todos malandros, estes fanáticos poderosos que mandavam nos filmes americanos ou russos, para mim quando os americanos diziam mal dos russos no cinema, era a mesma coisa que o Futebol Clube do Porto dizer mal do Sport Lisboa e Benfica, aquele cinema dos anos 1950 era quase tudo uma merda fascista, quer fosse americano ou russo, só mudava a camisola do clubismo, mas qual fosse o clube (Comunistas ou Capitalistas) eram quase todos uns malandros que faziam filmes idiotas para tentar manipular o povo.

Peço perdão pelo meu desabafo. :oops:

nimzabo
Especialista
Especialista
Posts: 1843
Joined: Tue Jul 16, 2013 9:16 pm

Re: Cinema de Leste

Post by nimzabo » Sat Apr 21, 2018 7:50 pm


JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2923
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema de Leste

Post by JoséMiguel » Sat Apr 21, 2018 8:52 pm

nimzabo wrote:
Sat Apr 21, 2018 7:50 pm
Mais posters: https://www.theguardian.com/artanddesig ... ?CMP=fb_gu
Em menos de 1 mês bloquearam os posteres que eu incorporei aqui... evil-)

Eu de momento não tenho tempo, mas mais tarde poderei recarregar os posteres na minha conta do Imgur (e mostrá-los aqui).

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2923
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema de Leste

Post by JoséMiguel » Sat Jul 07, 2018 11:03 pm

Лето (Leto) - 2018

Image

https://en.wikipedia.org/wiki/Leto_(film)
https://ru.wikipedia.org/wiki/%D0%9B%D0 ... %BC,_2018)

No seguimento de uma notícia (muito engraçada) do technicolor, onde ele escreveu "deixo mais uma pequena notícia (que até ficaria melhor noutro tópico aqui do forum) sobre o filme russo a concurso Leto cujo realizador estará em prisão domiciliária no fabuloso reino da "Putinilândia"", resolvi investigar o filme e falar dele aqui no tópico do Cinema de Leste.

Talvez fosse melhor a abertura de um tópico do filme, mas como eu não o vi, nem estudei a polémica a fundo, não posso ser eu a fazê-lo. Ao mesmo tempo, falar do pouco que li sobre o filme, aqui no Cinema de Leste, possui a grande vantagem de eu próprio já ter mostrado clips musicais soviéticos no tópico da música, e de já ter lido "alguma coisa" acerca do contexto da Perestroika na URSS. Mas eu também me engano muitas vezes e aceito bem as vossas correcções.

A primeira coisa que salta à vista é que este filme é da mesma natureza e onda do "The Doors" do cineasta Oliver Stone. Nessa perspectiva o Technicolor incorporou o seguinte clip musical. Cuidado, que este filme foi vencedor do prémio de Cannes, de melhor banda sonora. salut-)



Eu achei imensa graça ao clip acima, porque me fez lembrar uma pseudo-banda (com sonoridade dos Nirvana) que eu tinha com 16 anos de idade. A minha "banda" era uma porcaria sem qualquer talento musical, mas nós tínhamos os sons "uhh uhh ahh" das hippies femininas que surgem acima. No entanto não acho o contexto histórico do clip plausível na União Soviética, e o clip parece-me uma americanização errada da URSS.

O movimento hippie foi muito bonito, mas isso foi um fenómeno localizado nos EUA, em Portugal tínhamos a Mocidade Portuguesa (organização fascista juvenil), em Espanha a Falange (Ultra-Direita) e na Rússia soviética tínhamos os Pioneiros, que é o que o clip pretende retratar.

Estes Pioneiros russos são equiparados aos actuais Escuteiros de Portugal, para terem uma ideia das actividades que eles faziam, mas a ideologia obviamente entrava logo em choque, porque os escuteiros são uma para-militarização da Igreja, ao passo que os pioneiros soviéticos eram de ideologia comunista e ateia. Na prática os rapazes e raparigas faziam o mesmo que os escuteiros portugueses e nem tinham idade para analisar a ideologia por detrás.

Atenção: O wikipedia refere que o filme tem erros históricos e biográficos muito graves.

Em relação à banda, ela só ficou famosa nos anos 80 (muito depois da época retratada no clip acima):

https://en.wikipedia.org/wiki/Kino_(band)#Discography

No You Tube encontrei um álbum completo, e a sonoridade é muito parecida com as bandas vanguarda "Sisters of Mercy" e "Cult", se têm passado este som na discoteca Jukebox em Lisboa, os punks e as bruxinhas iam todos dançar isto. yes-) salut-)



Nota: depois edito a mensagem, caso leia mais informação sobre o assunto. Eu nem sei porque motivo o realizador estava preso! (O wikipedia não diz, e vou ter de traduzir de sites russos para descobrir).

Nota 2: Eu vi uma excelente mini-série russa no You Tube, que mostra os personagens antes e após o colapso da URSS em 1991, aquilo tem lá os autocarros no verão a partirem com os jovens de 15-17 anos, para os campos de férias dos Pioneiros, no ano de 1980, mas a série também mostra a escolta policial dos autocarros (ia mesmo um carro da polícia à frente dos autocarros, com o pirilampo aceso), bem como a vigilância policial aos beijinhos e namoricos. As coisas não eram como no vídeo hippie acima. mau-)

Post Reply