Cinema de Leste

Discussão de filmes; a arte pela arte.

Moderators: mansildv, waltsouza

Post Reply
JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2907
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Cinema de Leste

Post by JoséMiguel » Sun Dec 16, 2012 12:24 am

Revisão: Julho/2015 (apenas substiuição de pósters "mortos" e colocação do tópico pelo Drakes, ainda tenho em atraso vários tópicos existentes para acrescentar) Revisão em Janeiro de 2016, para colocar o novo url do dvd mania

Cinema de Leste

Video-montagem musical, feita por mim




Índice de filmes no fórum DVD Mania






































A Trilogia de Henryk Sienkiewicz - Adaptação em 30 anos (1969-1999) do épico da literatura polaca:




Versão antiga do texto "cinema soviético"
1) Introdução.
Na minha opinião, o cinema soviético, nas décadas de 50,60 e 70, produziu alguns dos melhores filmes da história do cinema, que por um motivo ou outro, são tecnicamente superiores a tudo o que se fez no resto do mundo, até hoje.

2) Técnicas de Filmagem e Meios de Produção.

Cineasta Mikhail Kalatozov

Os filmes do cineasta Mikhail Kalatozov, entre 1957-1964 utilizam técnicas de filmagens, que mais tarde nos anos 90 deixaram os realizadores Martin Scorcese e Francis Ford Coppola, completamente pasmados e espantados, a ponto de ambos levarem a cabo uma campanha para restaurar um dos filmes.

No filme The Cranes are Flying (1957), que ganhou a Palma de Ouro, do Festival de Cannes, é montado um trilho de carril em espiral, no interior de um poço das escadas de um prédio, para a câmera acompanhar os actores, enquanto sobem e descem as escadas. Mais tarde este prédio é parcialmente destruído por uma bomba da aviação alemã, e vemos a mesma técnica de filmagem contínua, mas agora com o prédio em ruínas. Na fase final do filme existe uma cena belíssima, filmada pelos olhos de um soldado a chegar de comboio a Moscovo, a câmera filma uma janela e depois move-se para o outro lado do comboio, e vemos milhares de civis moscovitas, na estação de comboio, a festejar o regresso dos soldados. Trata-se de uma filmagem épica, em grande escala. Aqui está a cena no You Tube:



O filme The Unsent Letter (1959), acerca de um incêndio florestal, utiliza um estilo de filmagem onde o cameran anda a correr, ao lado dos actores, no meio do incêndio. Pegaram mesmo fogo a uma secção de floresta, para filmar o filme, e os actores tocam com as suas mãos em brasas, e ficam aflitos dos olhos, com o fumo, Cinema Realista no seu melhor. Esta cena não coloco embebida, pois possui índice temporal, escolhido por mim, a partir da versão completa, disponibilizada gratuitamente pelos estúdios Mosfilm:

https://www.youtube.com/watch?feature=p ... gs#t=2910s

Para o filme I Am Cuba (1964), foi utilizada uma película especial de filme infra-vermelho, de classe militar, cedido pelo exército soviético. Para a transição da filmagem debaixo de água, montaram uma peça especial de um periscópio de submarino, na câmera, que faz com que a mudança entre o ar e a água, não deixe pingos de água na câmera. Este é um filme repleto de técnicas de filmagens inovadoras, as cenas de que mais gostei foram as das câmeras montadas em automóveis. Aqui estão elas:




Envolvimento Militar

Os russos foram mestres no aproveitamento de soldados e equipamento bélico, que com anos de treino e preparação das cenas, conseguiram produzir as mais épicas recriações de batalhas, na historia do cinema. As batalhas de Napoleão podem ser vistas no filme Guerra e Paz (1967), enquanto as batalhas da 2ª Guerra Mundial podem ser vistas no filme Liberation (1970). Para além dos meios, ambos os filme contam ainda com técnicas de filmagens inovadoras.

3) Censura no cinema da URSS, EUA e Portugal.

EUA

A situação no cinema norte-americano, está muito bem documentada. Basicamente a indústria do cinema esteve nas mãos da igreja, entre 1934-1968, período em que vigorou o Production Code. A mim parece-me algo saído da inquisição na europa, só faltou queimarem pessoas na fogueira. Este código de censura, para além de tornar os filmes pouco credíveis e imaturos, foi muito grave na perpetuação do racismo e segregação racial.

Sugiro a leitura do artigo no wikipédia, acerca deste assunto:

http://en.wikipedia.org/wiki/Motion_Pic ... ction_Code

URSS

Tratando-se de uma ditadura, o governo soviético exerceu forte controle e censura do cinema, o que limitou muito o tipo de temas e pontos de vista, que podiam ser abordados. A adaptação de clássicos da literatura, tornou-se por isso um terreno seguro para os cineastas soviéticos, pois se o livro não está banido, o filme também não será, desde que este seja fiel ao livro. Este ponto é muito importante, e talvez explique a razão pela qual os russos eram mestres em adaptar livros, de forma fiel, para o cinema, numa altura em que Hollywood assassinava, de forma vergonhosa e sistemática, as obras literárias como Drácula e Frankenstein, bem como os trabalhos de Edgar Alan Poe, Júlio Verne e H.G. Wells.

Quanto ao tema de guerra, em contraste com a indústria de Hollywood que glorificava a guerra, este tema era abordado com seriedade na União Soviética, era o próprio governo que obrigava a que a guerra fosse mostrada no cinema, como uma tragédia que deve ser evitada a todo o custo. Por exemplo no filme The Cranes are Flying (1957), um dos personagens principais subornou um soldado, para não ser destacado, e os soldados no geral, tinham medo de ir combater. Os familiares dos soldados estavam aflitos em saber que os filhos foram convocados, não é como em Hollywood que mostrava que morrer pela pátria é bom.

Portugal

Portugal era também uma ditadura, com a sua própria censura, mas apenas queria deixar uma nota de rodapé que explica a razão de nós legendarmos os filmes:

"No cinema, por exemplo, o regime, além de proibir determinados filmes e cenas, procurou dificultar a transmissão de determinadas ideias para o público menos alfabetizado. Assim, a Lei 2027 de 1948, quando António Ferro dirigia o Secretariado Nacional de Informação, proibia a dobragem de filmes estrangeiros: "não é permitida a exibição de filmes de fundo estrangeiros dobrados em língua portuguesa nem a importação de filmes de fundo estrangeiros falados em língua portuguesa, excepto os realizados no Brasil". Esta lei, que hoje em dia agrada a muitos cinéfilos por manter o som original dos filmes não tinha, contudo, qualquer justificação de índole estética: o que se passava era que a legendagem era mais facilmente adulterada, ficando determinadas partes dos filmes sem tradução ou propositadamente mal traduzida, de modo a não focar determinados assuntos proibidos. Mais grave era o que acontecia em Espanha, onde se dobravam os filmes e se colocavam na boca dos actores as palavras que os censores entendiam, sem que o público tivesse oportunidade sequer de confrontar o novo diálogo com o original (o que as legendas permitiam a quem soubesse a língua original)."

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Censura_em_Portugal

4) Atitude para com o espectador.

A sensação com que fico pessoalmente, em ver este cinema soviético, é a de que o espectador era considerado uma pessoa inteligente, e existia um esforço sério para fazer bom cinema. Já no cinema de Hollywood, parece-me, que o espectador é considerado uma mula, que irá comer todo o lixo de cinema que lhe for mostrado, e fica caladinha. A lista de filmes americanos, feitos em má fé, com o objectivo de fazer mau cinema, é muito elevada, e continua a crescer, sem fim à vista. evil-)

5) Profissionalismo, Dedicação e Competência.

Ensaios

Para evitar cortes, e mudanças de câmera, as cenas eram fortemente ensaiadas, de modo a permitir takes muito longos, em que a câmera mantêm-se a rolar em movimentos que permitam ao espectador ver os actores e as paisagens, de vários ângulos, numa experiência imersiva.

Elenco

É de realçar a escolha do actor certo, para a personagem certa, bem como o treino e esforço do actor, para evitar a utilização de duplos, nesta perspectiva destaco o filme Acidente de Caça (1978), protagonizado pela actriz Galina Belyayeva, com 17 anos de idade. Na review que fiz deste filme, incluí um pequeno trailer, em que se vê a naturalidade da actriz a montar a cavalo, a alta velocidade, numa filmagem simplesmente fantástica (minuto 2:40).



Filmagens Exteriores

Em contraste à aversão doentia, que os americanos possuem contra filmagens no local, em que fazem 30 por 1 linha, para evitar a todo o custo filmagens no local, os russos procuravam ir para o terreno, simplesmente pelo interesse em fazer bom cinema realístico. Este factor é ainda combinado com as técnicas de filmagens sofisticadas, em cenas fortemente ensaiadas e preparadas, cujo incrível resultado é pura poesia visual.

6) Limitações.

O cinema soviético foi extremamente incompleto e muito fraco nos géneros ficção científica, acção, terror, etc. Se eu tivesse de optar, escolheria claramente o cinema de Hollywood (não me tirem o Star Trek :wink: ).

Mas a guerra fria já acabou, e podemos literalmente ver o melhor de dois mundos...

7) Iniciativa de Streaming Gratuito.

Desde 2011, os grandes estúdios Mosfilm e Lenfilm, disponibilizam gratuitamente uma boa parte da sua colecção via streaming, ambos os estúdios possuem uma parceria com o You Tube, na qual os estúdios recebem uma parte das receitas publicitárias do You Tube. A Lenfilm, ainda não fornece legendas para os seus filmes, mas têm planos de o vir a fazer. No caso da Mosfilm, cerca de metade dos filmes estão disponíveis, com legendas em inglês, quer no You Tube, quer no próprio site.

Secção streaming do site Mosfilm: http://www.cinema.mosfilm.ru/Films.aspx?gmt=0

Para navegar neste site, façam assim:

1) Mudem o idioma para inglês, no botão "Eng" no canto superior direito.
2) Clickem em "subtitled", para que sejam apenas apresentados filmes legendados.

Neste momento, estão lá disponíveis 117 filmes legendados.

8) Secção extinta (links para críticas DVD Mania)

9) Referências, fontes e sugestões de leitura.

- Secção em construção -

a) http://kinobuff.com/

Blog actual, de divulgação do cinema da era soviética, por quem cresceu com ele, escritos em inglês pela russa Anna Fomicheva, no intuito de dar a conhecer ao ocidente, o cinema soviético. Várias das minhas reviews de filmes, aqui no fórum, foram resultado de sugestões dos artigos dela. É uma mulher de poucas palavras, que consegue encontrar romance em filmes de guerra e espionagem, onde eu não o vejo. Até no filme 9 Days In a Year, acerca de físicos nucleares, ela vê romance! Na verdade, eu fiz uma crítica aqui no fórum a esse filme (link na secção anterior), fui pelo lado científico e omiti a existência da mulher física nuclear, colega e esposa do protagonista do filme. No entanto tive o cuidado de incluir o link para a crítica da Anna, onde ela ralha por ser um filme machista.

b) http://kosmikino.blogspot.co.uk/

Iniciativa de grande qualidade, dedicada à divulgação, criação de fichas IMDB, criação de legendas em inglês, carregamento de vídeos no You Tube e Archive.org, pesquisa histórica, etc. de forma ao ocidente poder ter finalmente acesso a séries/filmes dos géneros ficção científica, terror e fantasia, inacessíveis até agora.
fantasia, inacessíveis até agora.[/spoiler]
Last edited by JoséMiguel on Thu Jan 28, 2016 2:19 am, edited 25 times in total.

grayfox
Entusiasta
Entusiasta
Posts: 215
Joined: Mon Feb 27, 2012 1:28 pm

Re: Cinema Soviético

Post by grayfox » Sun Dec 16, 2012 12:59 am

De Mikhail Kalatozov, e se bem me lembro de qualquer cineasta soviético, so vi Letter Never Sent, para além da belíssima fotografia ficaram na memória os planos longos de helicóptero no inicio do filme!

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2907
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema Soviético

Post by JoséMiguel » Sun Dec 16, 2012 1:17 am

grayfox wrote:De Mikhail Kalatozov, e se bem me lembro de qualquer cineasta soviético, so vi Letter Never Sent, para além da belíssima fotografia ficaram na memória os planos longos de helicóptero no inicio do filme!
Aqueles planos de helicóptero fazem-me lembrar os jogos Full Motion Video, em CD-ROM, do PC e Mega CD, entre 1993 e 1995, onde filmavam a acção do ponto de vista do jogador. Os jogos tinham pequenos filmes de má qualidade, para enganar os miúdos, mas afinal os soviéticos fizeram super-produções com essas técnicas nos anos 50-70, e só agora descobri. :o

Este cineasta foi pioneiro nos anos 50, mas há vários filmes posteriores, que desenvolvem mais as técnicas, como o Guerra e Paz e Liberation, e aqui com o apoio do exército e com anos de ensaios, em que montam cameras em cavalos e tanques. Mesmo no Acidente de Caça, existe um cena belíssima com câmera montada numa carroça.

Por outras palavras, existiu uma evolução destas técnicas, sem o cinema ocidental se aperceber.

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2907
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema Soviético

Post by JoséMiguel » Sat Feb 09, 2013 3:05 am

O meu 1º update a este artigo!

Antes de mais nada, estive a actualizar os links das reviews, aqui do fórum, a filmes soviéticos ( capítulo 8 ). Em 2º lugar inseri a 1ª sugestão de leitura ( capítulo 9 ), acerca do blog Kinobuff, onde fiz uma descrição geral e coloquei o link, basicamente queria falar um pouco mais acerca desse site, porque bem merece.

Ora bem, no mês passado dei uma vista de olhos no blog Kinobuff e encontrei um artigo novo, escrito por altura do natal, que adorei.

Trata-se de um post de recomendação dos 5 melhores "filmes de ano novo" soviéticos, disponíveis legalmente em streaming, com legendas em inglês. (já irei postar o link do artigo)

O que me intrigou de imediato, foi porque não chamam os melhores "filmes natalícios"!!???

"As the New Year festivities are here, I thought it would be a good idea to compile a selection of Soviet films that are either about the New Year’s celebration or that are traditionally shown on Russian TV during this time of year. As many readers will know, Christmas is not celebrated in Russia to the extent it is in the Western world, and therefore New Year is the main holiday of the season."

OK! Revelo a minha ignorância! Os russos não têm filmes natalícios, são "filmes de ano novo"!

Ora bem, estava com o estado de espírito para ver um "filme lamechas", e claro com a curiosidade de ver um filme pela 1ª vez, com a qualidade do cinema soviético, e das sugestões da Anna, escolhi o The Girls (“Девчата”, 1961):

Image
Screenshot courtesy of http://kinobuff.com/

Qué é lamechas não há dúvida, mas ao mesmo tempo é um filme bem feito, e sem qualquer referência ao Natal ou a qualquer religião. Gostei do filme, a actriz principal é baixinha e pequenina, mas muito gira e com interpretação de 5 estrelas, faz lembrar as bonecas dos desenhos animados Animé japoneses... Não é o meu género de filme e não tenciono fazer uma review, fico-me apenas por este breve comentário. Mas não posso terminar sem referir o realismo em grande escala do cinema soviético, estava a ver uma cena no meio da neve que, pela iluminação, me parecia macacada de estúdio de Hollywood, quando de repente começam a cair árvores e a passar tractores a puxar árvores pelo meio dos actores...

O link para este artigo, com reviews da Anna e links streaming encontra-se aqui:

http://kinobuff.com/2012/12/31/new-year ... subtitles/

Ok, depois de ver o filme (que gostei), voltei a esse artigo, onde a Anna diz que o filme também faz parte do Top 5 Filme Românticos, e fui cuscar... Eis que encontro a grande série "17 Momentos de Primavera"!!! Fui logo a correr ver no You Tube, e já cá fiz a review...Uma obra-prima, mas romance não o vejo.

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2907
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema Soviético

Post by JoséMiguel » Thu Mar 28, 2013 7:52 am

A história de como surgiu o meu gosto pelo cinema soviético.

Image

Corria o ano de 2007 (ou 2008), e estava a pesquisar filmes e séries acerca de viagens no tempo, um tema que sempre gostei, encontrei uma listagem num site qualquer, não no wikipédia, pois na altura era muito fraco esse site, uma sombra do que é hoje, e vi lá uma série infantil soviética dos anos 80. Quando coloco o título no motor de pesquisa (só estava à procura de informação, por curiosidade), aparece a série inteira, legendada em inglês no You Tube, que na altura não prestava, e proibia até um simples teledisco musical, mas como existia um vazio jurídico de copyright, relativo ao colapso do bloco do pacto de Varsóvia, a série estava lá.

Fiquei totalmente chocado, eu conhecia séries infantis europeias da época dos anos 70-80, que a RTP passou, estilo Verão Azul (Espanha), Raviolli (República Federal Alemã) e "Os Cinco" (Reino Unido), mas com "O Visitante do Futuro" fiquei em estado de choque:


Nesta montagem podemos ver muito...Para além da música bonita, e da qualidade de interpretação dos actores crianças (realismo e credibilidade), temos também a famosa encenação circular 360º na cena do androide a faiscar, com cameraman a girar em volta dele, e cenário total.

Este foi o meu 1º contacto com o cinema soviético. Existe um cantor muito conhecido que que também ficou impressionado, o Sting. Ele explica, que durante a guerra fria, tinha um amigo cientista, que construiu um descodificador do sinal de satélite da TV soviética, na universidade. Depois de uma noitada a beber copos, ele viu pela 1ª vez o descodificador do sinal secreto a funcionar, mas àquela hora já era manhã na URSS e estavam a passar programas infantis. O Sting ficou tão chocado e impressionado pela qualidade dos programas infantis, que escreveu esta música:



Esta cena, do minuto 6 ao 12, é bastante interessante, um estilo diferente de cinema, com o rapaz de 1985 a voar de hovercraft no futuro:



Wikipédia oficial (Inglês); à data, contém o link para a versão completa da série (5 episódios de uma hora cada), legendados em ingles:

http://en.wikipedia.org/wiki/Guest_from_the_Future

A moral pedagógica da série, dirigida a crianças de 6-12 anos, é a de que para este futuro idílico/utópico (igual ao do Star Trek) poder um dia existir, será a geração deles a construí-lo.

Apesar de infantil, este série é uma obra-prima. yes-)

Nota 1: Esta é a minha fonte, para o comentário do Sting, com ele pessoalmente a explicar a história de forma muito elegante:

http://youtu.be/yiduiqbf18I?t=25m20s

Para quem tenha PC's afectados com anomalias, e não consiga processar videos You Tube, com índice temporal, saltem para o tempo 25m20s no video:

http://www.youtube.com/watch?v=yiduiqbf18I
Last edited by JoséMiguel on Thu Mar 28, 2013 11:52 am, edited 1 time in total.

Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 4208
Joined: Thu Feb 19, 2009 9:07 pm
Contact:

Re: Cinema Soviético

Post by Samwise » Thu Mar 28, 2013 11:51 am

Mais uma grande contribuição para o fórum - e para todos os que têm interesse por Cinema. salut-) (Cabeças, tu que gostas de viagens no tempo - de uma perspectiva puramente concptual e teorica, digo :mrgreen: - eis aqui uma sugestão a explorar)
JoséMiguel wrote: Por último, criei este excerto na minha conta do You Tube, de propósito para mostrar aos leitores a encenação circular total a 360º, com filmagem imersiva, tão natural na cinematografia soviética, mas muito rara no cinema ocidental. Aqui não existem 100 mil soldados, cavalos ou tanques, e é apenas uma série infantil, mas o conceito é este:

Muito interessante. Fez-me lembrar o estilo de filmagem que o Kubrick utilizou no The Shining, muito em particular na sequência final dentro do Labirinto - com uma lente Ultra-Grande-Angular, manuseada com toda a liberdade em 360º, e a seguir de perto e aproximar-se dos protagosnistas quase a ponto de lhes tocar (a ideia é basicamente dar ao espectador a sensação de "estar lá", sem que para isso tenha de recorrer à perspectiva da 1ª pessoa).
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2907
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema Soviético

Post by JoséMiguel » Thu Mar 28, 2013 11:57 am

Samwise, infelizmente tive de eliminar esse vídeo, pois recebi uma reinvidicação de uma agência publicitária da Europa de Leste, no You Tube. Acho que eles só queriam colocar publicidade junto do meu excerto de 90 segundos, mas por via das dúvidas eliminei o video, e editei o meu post.

Tenho imensa pena, queria mesmo mostrar a encenação circular e tracking shots. :-(

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2907
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema Soviético

Post by JoséMiguel » Thu Mar 28, 2013 12:10 pm

Mas já que o samwise gostou tanto e visto que existe a versão completa legendada streaming, na página oficial (em inglês) do wikipédia, basta irem lá e saltar para o tempo 30m0s. do episdódio 1 :-D

Ou mais fácil ainda, a versão não legendada do You Tube: http://youtu.be/f5RTTXufhX0?t=30m

Escrevi o nome da série, em cirílico no You Tube, que indica cerca de 19.000 resultados encontrados!

Atenção que esta série infantil não é correcta do ponto de vista científico, eu sou de ciências e doido pelo tema. Aquilo tem piratas do espaço do planeta Saturno :lol: Mas... tem grande elegância do ponto de vista filosófico, artístico em geral, musical e cinematográfico. É uma obra bonita. yes-)
Last edited by JoséMiguel on Thu Mar 28, 2013 12:44 pm, edited 1 time in total.

Samwise
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 4208
Joined: Thu Feb 19, 2009 9:07 pm
Contact:

Re: Cinema Soviético

Post by Samwise » Thu Mar 28, 2013 12:31 pm

Gostei pois! Tenho muito interesse em observar os meios e os truques técnicos usados de forma criativa e original no filmes, fora da "normalidade dominante", e ligar depois essas escolhas ao desígnios dos realizadores - perceber porque escolheram as camaras, os enquadramentos, as perspectivas, a mobilidade, etc... O Kubrick é um dos exemplo de "máxima respeitabilidade" que conheço, mas há muitos mais por aí que têm perolas que merecem ser expostas e divulgadas.
«The most interesting characters are the ones who lie to themselves.» - Paul Schrader, acerca de Travis Bickle.

«One is starved for Technicolor up there.» - Conductor 71 in A Matter of Life and Death

Câmara Subjectiva

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2907
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema Soviético

Post by JoséMiguel » Thu Mar 28, 2013 1:03 pm

Samwise, quero agradecer por dinamizares este meu tópico. A minha ideia é que o post de cabeçalho sirva como índice das reviews (minhas e dos outros), bem como apresentação do estilo de cinema. Um cabeçalho para ir editando e melhorando aos poucos. Mas por aí abaixo, a ideia é mesmo trocar comentários, conforme estás a fazer.

Em relação ao Stanley Kubrick, há coisa de 1 mês ou 2, o Rui Sousa escreveu uma crítica ao filme Barry Lyndon (1975):

http://forum.dvdmania.org/viewtopic.php?f=11&t=46731

Eu não conhecia o filme, e assim que o vi pensava que estava a ver um filme soviético, feito por um americano, fui cuscar o wikipédia, e li que o Kubrick era grande fã da cinematografia soviética. Neste filme em particular, ele ate contribuiu com as lentes para filmar à luz das velas, conceito novo original dele, dentro do estilo realista. Na minha opinião os tracking shots do Shinning têm origem nos filmes soviéticos dos anos 1950, por exemplo ando a escrever uma critica à Balada do Soldado (1959), que usa as mesmas técnicas, mas de forma ainda muito primitiva. Os alemães foram os 1ºs ainda no cinema mudo dos anos 20-30, mas os soviéticos impuseram mesmo esse estilo (ditadura).

Mas é tudo uma questão de gostos, eu gosto de filmagens imersivas mas outras pessoas preferem filmes de estudio, com angulo fixo, tipo Hollywood.

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2907
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema Soviético

Post by JoséMiguel » Thu Mar 28, 2013 1:12 pm

Na minha segunda revisão, acrescentei o blog do kosmkino (ver descrição e link na secção final do texto principal).

Graças ao grande esforço dele e de outros, deixo algumas sugestões do canal You Tube dele:


"Onde estás, Luísa?" (1964) Ficcção científica polaca "old school", que envolve o 1º contacto extra-terrestre. Alguma componente filosófica, e diálogo inteligente dos extraterrestres, por exemplo quando é dito que os humanos só surgiram por causa de uma doença da mãe, quem não estudou biologia (replicação do ADN) + Física (bombardeamento permanente da Terra por raios cósmicos), se calhar não entenderá essa frase. Uma noção básica da evolução, que não é ensinada nas escolas portuguesas. Será que na Polónia este conceito era ensinado no regime geral do ensino secundário?


"Se eu fosse... O Mouro Branco" (1965) Filme romeno de fantasia, baseado num conto tradicional. A malta das artes é capaz de gostar disto. Eu gostei e não devia, mas a qualidade é tão alta, que aceitei bem o estilo artístico do visual. Especial destaque para o actor principal lutar com um urso verdadeiro, realismo soviético! O actor só descobriu a meio das filmagens, que teria de lutar com um urso enorme. Ser actor nesses países era uma profissão de risco.

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2907
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema Soviético

Post by JoséMiguel » Sat Mar 30, 2013 12:47 am

No genéro terror, se alguém estiver interessado, encontrei um filme com uma história interessante por detrás, eu ainda não vi o filme e estou à espera de algum voluntário.

É um filme de terror jugoslavo de 1973, em que morreu logo um homem de susto, na 1ª exibição. A imprensa soviética acusou o filme de ser "filme terrorista" e não foi exibido em nenhum outro país do Bloco de Varsóvia. A única cópia do filme esteve trancada nos estúdios, e nem deixavam o realizador ter acesso a ela.

O filme apareceu recentemente no You Tube, com legendas em inglês:



Eu acho isto tudo muito estranho, e estou curioso, mas não quero ter nenhum ataque cardíaco. Voluntários procuram-se. :biggrin:

Update: Pelo que pude entender, a única cópia existente da película original, permanece ainda trancada e inacessível, num estúdio de televisão em Belgrado. O filme só foi transmitido 2 vezes na televisão jugoslava: A 1º vez em 1973, quando um espectador morreu de susto, e uma segunda vez nos anos 80, quando alguém o gravou numa cassete VHS, e é essa a versão que surgiu agora. O filme está também disponível no arquivo de domínio público archive.org, com ficheiro de legendas em separado, útil para alguém que o pretenda ver numa box ou assim:

http://archive.org/details/Leptiricathe ... titles1973

Se calhar o filme não mete medo nenhum, e o problema era a falta de contacto com o género Terror, pelo público de Leste na altura. Por outro lado fiquei mal-disposto com 3 filmes de guerra soviéticos que vi recentemente, os filmes de terror ocidentais não me assustam nada, mas sei lá o que irá sair na rifa, neste "Leptírica".

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2907
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema Soviético

Post by JoséMiguel » Mon Apr 01, 2013 7:51 am

Ikarie XB-1 (Checoslováquia, 1963)
Wikipédia: http://en.wikipedia.org/wiki/Ikarie_XB-1

Parece que encontrei finalmente o Star Trek Soviético...ou algo parecido.

Este filme é de alta qualidade, a nível de cenários, interpretação, argumento, cinematografia. Parece-me superior ao Star Trek original e Espaço 1999. O wikipédia até sugere que o filme terá inspirado o 2001 - Odisseia no Espaço.

Excerto:



O filme possui a cinematografia soviética e encenação circular completa a 360º, cenário interior da nave total, incluindo chão, tecto e luminárias totalmente funcionais, bem como turbo-lifts, e portas automáticas.

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2907
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema Soviético

Post by JoséMiguel » Tue Apr 09, 2013 2:08 pm

Criei uma conta no You Tube, para experimentar criar excertos de filmes para as minhas críticas. Vamos ver como corre esta ideia, a nível de permissões do You Tube, não quero arranjar problemas de copyright, ainda que esteja a agir de boa fé a divulgar os filmes. Poderei por isso mais tarde remover os videos. :roll:

Aqui vai o primeiro excerto de um filme Romeno de 1989, ainda com o puro cinema soviético. Julgo que o Francis Ford Coppola roubou a ideia do visual do Drácula deste filme. Aqui aparece o pai (ainda criança) e o bisavô do famoso Drácula histórico, a defender a Europa das invasões turcas.
Consultadoria de professores de história romenos, conselheiros militares ucranianos e colaboração do exército romeno. :o

Esta batalha é mais longa do que se vê aqui, e antes aparecem os cruzados de toda a europa a convergir e a discutir estratégia para a batalha épica. :-)))

Cuidado com o cinema do Uzbequistão, Cazaquistão, Turquemenistão, Polónia, República Checa, Roménia, etc. Os tipos estavam habituados a estas super-produções durante a era soviética, mas nós em Portugal não fazíamos ideia, devido ao bloqueio da cortina de ferro. o-(

http://www.imdb.com/title/tt0126439/

Aqui está um bom material para uma próxima review minha, já andei a ler a genealogia do antepassados do Drácula e a ler documentos da época, mas ainda tenho de ler sobre as batalhas do filme. :biggrin:

PS: No meu canal do You Tube, coloquei também um excerto de um filme da altura dos descobrimentos, é off-topic, mas o tema interessa-nos:
Atenção que este clip contém nudez, como quase todo o filme, devido ao realismo, nesta cena os indios tupi (filme falado em tupi) estao a ouvir o sotaque dos europeus, quem tiver sotaque portugues é comido. Baseado num relato verídico de um marinheiro alemão do séc. XVI. Podem comentar, se quiserem saber mais, mesmo sendo off-topic.


JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2907
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Cinema Soviético

Post by JoséMiguel » Tue Apr 09, 2013 3:12 pm

Ficção Científica Infantil Soviética II

Encontrei um filme juvenil curioso chamado Moscovo-Cassiopeia, que começa com cientistas a calcular a dilatação de tempo de Einstein, para uma viagem de ida e volta a Alfa-Cassiopeia, à velocidade da nave de 2,98 x 10^8 m/s^2, que implica uma passagem de tempo a bordo da nave de 54 anos, contra passagem de séculos na Terra. Esta é a justificação para a tripulação ser de adolescentes com idade máxima de 14 anos. Os tipos sabiam o que tavam a fazer! :shock:

http://www.youtube.com/watch?v=q1DZ9KhQ4Yk
Esta é a parte sovietico-patriótica, a fazerem continência ao Kremlin, antes de partirem.

http://www.youtube.com/watch?v=q_eamZ8KgI8
Aqui tão a festejar 1 ano de missão, no holodeck da nave, após uma cena em que se vê o irmão mais novo do astronauta, já velho na Terra a festejar os anos do irmão que partiu à 26 anos. Isto é potente, saído dos livros do Stephen Hawking. yes-)

Chamada de atenção: No clip acima, podemos ver o cameran a andar à volta dos 4 rapazes num take contínuo. Não é estúdio pois vemos a sala a 360º e não está lá nenhum realizador sentado numa cadeirinha de praia, nem mais ninguém. Apenas um cameraman e os actores. Já a cinematografia do clip abaixo é simples mas elegante.

Em tom mais infantil, demasiado infantil para adultos, achei este clip do "Big Space Travel" espectacular:

http://www.youtube.com/watch?v=7Q8U7h4F040

Post Reply