Artefactos arqueológicos em Marte?!...

Tópicos considerados como património informativo são conservados aqui, apenas para consulta.
Post Reply
User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 1:26 pm

E o que se conclui disto afinal ? Entrando numa tipica teoria da conspiração se quiserem, a conclusão de muita gente actualmente é que pesando toda a informação na balança e depois daquela entrevista ao Dr Squire no mínimo original, só se pode pensar actualmente que:

1º O Dr Squire disse realmente a verdade portanto conclui-se que não há nas sondas, espaço para os tais laboratórios ciêntificos. A alternativa é que o DrSquire mentiu com todos os dentes. Mas não há qualquer razão para isso, porque e passemos ao segundo ponto:

2º As sondas marcianas estão em Marte publicitadas como sendo missões que serviriam para a confirmação da existência de vida, mas estão na realidade a ocupar-se de uma outra tarefa qualquer não oficial.
A procurar petróleo talvez, como foi sugerido por alguém aqui do forum?
Ou estarão a fazer um discreto primeiro trabalho arqueológico numa area sem impacto mediático em termos do que realmente lá está em Marte a nossa espera ?
Ninguém esperava que a Nasa enviasse de repente uma nave para Marte e aterrasse ao lado de uma pirâmide artificial Marciana pois não ?
Partindo do principio que a Nasa há mais de 20 anos tem conhecimento real de possiveis vestigios arqueológicos em Marte e agora que a Europa também tinha enviado uma sonda que ia revelar ao mundo as verdadeiras cores do planeta escondidas durante décadas, não será lógico que os Americanos começassem a tomar medidas para preparar uma eventual "descoberta" oficial de vestigios arqueológicos no planeta vermelho ?
A confirmarem-se todos os estudos da comunidade cientifica independente defensora da teoria arqueológica, não quererá a Nasa ficar mais uma vez com o mérito de tal "nova" e fantástica "descoberta" e ser a primeira Agência Espacial a anuncia-la ao Mundo ?!
E que tal se, para preparar esse anúncio, a Nasa decidisse começar por investigar uns vestígios arqueológicos mais simples de modo a ter uma ideia do que poderá encontrar quando avançar para os chamados "Monumentos de Marte" ? Quem sabe até comparar uns pedaços de alguma antiga construção para ver se o estilo se encaixa com algo existente do mesmo género na Terra...
Que melhor lugar para encontrar o maior numero possivel desses "artefactos" reunidos num unico sitio em quantidade considerável, do que a foz de um antigo rio Marciano ? Ainda por cima uma foz, limitada por uma parede de uma cratera criando um reservatório natural para tudo o que tivesse vindo um dia na corrente rio abaixo.
Isto enquanto aparenta estar a realizar experiências que passam imediatamente de mediáticas a banais. Tornando-se em aborrecidas noticias merecedoras de pouca atenção por parte do cidadão comum. Especialmente agora que até tem as presidenciais americanas para se divertir.
O "timing" não poderia ser melhor do que este para fazer tudo passar despercebido. Afinal os doidos continuam a gritar "encobrimento" há vinte anos e até hoje só apanharam a Nasa em "inverdades" que imediatamente foram esquecidas pelo público menos atento.

3º A fantástica nova "descoberta" sobre a água, veio apenas dar ao publico desatento a ideia de que afinal tudo está a decorrer normalmente e não se passa nada de estranho. Afinal as missões iam descobrir vida e vestigios de agua e conseguiram provar isso mesmo ainda que num passado remoto.
Básicamente serviu também para desviar a atenção do público e continuar oficial que em Marte não há mais nada do que pedras. Ninguém se vai pôr a pensar sobre a "revelação" e concluir que se calhar um dia até pode ter havido mais do que micróbios em marte.
Assim continua a manter-se entretanto na ideia da população Mundial que a hipótese arqueológica não passa de uma imbecilidade perpetuada por pseudo cientistas para venderem livros á custa do tema aos palermas fa ficção-cientifica.
O que é óptimo, assim quando estiver na altura e a Nasa vir anunciar mais uma espantosa "descoberta" feita pela Agência em Marte e aparecerem uns senhores a mostrar umas fotografias de tijolos e pequenos pedaços de escultura ninguém vai estranhar quando depois na próxima missão a Marte a Nasa aterrar ao lado de uma Esfinge Marciana ou de um templo com colunas e reclamar mais uma vez a descoberta para si.
Mas ainda é cedo para tal acontecer e podem ter a certeza que não será antes dos americanos chegarem o estarem a caminho de Marte.
Aposto com todos voçês que o próximo passo vai ser primeiro a Nasa anunciar daqui a uns quantro ou cinco anos que descobriu uns fósseis e umas conchas de criaturas marinhas em Marte. Podem escrever o que lhes digo. Quando a Nasa aparecer na tv, antes dos tijolos , mostrando uma fotos de fóseis de conchas marinhas voçês vão lembrar-se do que lhes digo neste texto.
Afinal há que seguir uma lógica comum ao aparecimento da vida na Terra. A Nasa não pode de repente aterrar em Marte no meio de ruinas de uma antiga cidade coberta pelas areias e dar de mão beijada a razão a organizações como a Enterprise Mission ou a pessoas como Richard Hoagland que luta por isto ha 25 anos.
A Nasa vai seguir todas as regras.
Primeiro anuncia-se que se calhar houve um dia oceanos e possivel vida em Marte ha muito tempo atrás, descoberta da Nasa. Depois uns anitos mais tarde encontram-se uns fósseis que afinal provam que a vida não era apenas microbiológica mas existiam pequenos animais nos oceanos, descoberta da Nasa. A seguir vai descobrir-se uns fósseis de animais maiorzinhos e isso vai colocar imediatamente na cabeça do público o conceito de que se existem animais podem ter existido "pessoas", descoberta da Nasa.
Então para coroa de glória, vão aparecer umas novas e fabulosas fotografias que de repente vão mostrar em alta resolução e a cores provas mais que evidentes de Ruiínas em Marte e artefactos arqueológicos, descoberta da Nasa evidentemente.
E finalmente enviarse-á uma missão tripulada, muito possivelmente por americanos que dão boleia a um ou dois estrangeiros e a Nasa anuncia ao mundo que depois de anos sózinha a humanidade descobriu que sempre teve uns vizinhos mais ao lado milhares de anos atrás.
Tudo sem esquecer a fantástica conferência de imprensa, claro, para oficializar a coisa nos livros de História.
Depois quando os pseudo-cientistas vierem reclamar estarão mais que registados oficialmente todos os passos da Nasa e um dia ainda se fará com que gerações futuras acreditem que os autores das descobertas terão sempre sido os chamados cientistas a sério que na altura se calhar ainda serão considerados daqueles a fingir.

E se querem uma boa base sobre este assunto, podem espreitar aqui:
http://www.enterprisemission.com/articl ... ver-up.htm

Portanto, tendo em conta o que se tem passado, pode ser tudo uma grande teoria da Conspiração se quiserem mas a verdade é que quem conhece os elementos do Historial deste assunto a fundo tem mais que motivos bem concretos para pensar assim. Justifica-se assim o facto de o "encobrimento" continuar por parte da Nasa. Simplesmente que é mais que claro que vão seguir todos os passos atrás referidos e nunca poderiam ter vindo anunciar ao mundo que haviam descoberto umas criaturas em Marte neste momento. Nem sequer fossilizadas pois isso significaria que haveriam de existir extraterrestres como aparecem nos filmes e tudo.
Não é tempo ainda para isso. Há que começar pelos micróbios na água como toda a gente aprendeu nas escolas. Assim será mais fácil para o povo ignorante assimilar o conceito de uma forma de vida extraterrestre.

Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 1:29 pm

E outra vez perguntam voçês. Então mas em 90 minutos de conferência com uma sala apinhada de jornalistas e ninguém faz perguntas sobre a extravagante entrevista do Dr Squire ? Porque é que eu nunca vi num telejornal alguém fazer realmente uma pergunta importante e fundamental que tenha a ver com todo este assunto ?
Meus amigos o que voçês certamente não sabem, é que aquelas conferências de imprensa da Nasa, são por convite apenas.
Só lá entra quem está do lado da ciência a sério e faz perguntas a sério que enalteçam o brilhantismo das missões.
O Astrónomo Dr, Tom Van Flandern que conseguiu introduzir-se na ultima conferência (afinal é um cientista reputado), chamou ao evento "Um filme publicitário de 90 minutos".
Quem quiser um mp3 com a entrevista ao Dr Fladern em que ele conta em detalhe o que aconteceu é só contactar-me.

Ele foi a única pessoa a fazer uma pergunta sobre o que realmente importava. O engraçado conta ele na rádio, é que o cientista da Nasa que lá estava a responder as perguntas pensou que o Dr Flandern era apenas mais um jornalista e tentou dar-lhe a resposta mais básica possivel contornando a questão essencial sobre as tais experiências que não deviam existir, tendo depois sido encostado á parede acabando depois por nem responder á questão do Dr Flandern.

Existe um outro exemplo desta politica de Convites no que toca ás comunicações oficiais da Nasa. Infelizmente não o posso agora provar aqui, pois nem sequer gravei o mp3 da entrevista, mas vou contar a história na mesma.
Uma jornalista ciêntifica americana que nunca esteve sequer ligada a qualquer polémica relativamente a isto das supostas ruinas de Marte, pois sempre tinha sido céptica, um dia mudou de Estado e de emprego. Dantes trabalhava numa televisão oficial tipo CBS ou do mesmo grupo (não me recordo qual) e como tal durante os anos que fez a cobertura dos anuncios oficiais da Nasa, nunca lhe tinham sequer dito que ela na realidade era Convidada a estar presente. Aparentemente só pelo facto de pertencer aquela estação de televisão tinha imediatamente livre acesso á Nasa.
Quando mudou de emprego, foi trabalhar para uma televisão privada mantendo as mesmas funções de jornalista para assuntos cientificos. Um dia ao tentar ir fazer a cobertura de uma daquelas conferências da Nasa foi impedida de o fazer, pois segundo ela, só a deixariam lá entrar se ela preenchesse um questionário em que tinha de colocar algumas perguntas do tipo que pretenderia fazer durante o evento. Ingénuamente ela referiu que uma das perguntas tinha a ver com um pormenor relativo á polémica da verdadeira côr de Marte. Algum tempo alguém lhe veio comunicar que o acesso á conferência não lhe poderia ser concedido por questões de preenchimento de lugares. Como os jornalistas estariam a ser colocados na sala de acordo com o tipo de perguntas que iriam fazer (era essa a justificação da Nasa para o inquérito), esta senhora ficou de fora pois tinha questões para o qual não havia espaço definido.
E note-se que isto foi com uma pessoa que quando trabalhava para uma televisão oficial nem sequer tinha conhecimento de qualquer sistema de Convite.
Logo surgiu no ar a pergunta lógica. Então se isso é assim porque ninguém fala desse sistema?
Os que já fazem parte do grupo legitimo de convidados, ou pura e simplesmente o desconhecem ou preferem nem falar sobre o assunto, não vá dar-se o caso de para a próxima não receberem convite e os que não são convidados podem falar o que quiserem na imprensa comunicação social privada que nunca se ficará a saber a nível nacional, quanto mais internacional que o Convite é uma parte muito importante na preparação das tão populares comunicações aos Media feitas pela Nasa.
E termina aqui esta parte da história. Infelizmente em relação a isto não posso apresentar nenhuma referência a não ser ter-lhes contado o que ouvi numa emissão de rádio algures na net. Nem sei qual a estação sequer. Mas achei que valia a pena contar a história.

Mas se se contentarem com uma prova alternativa a propósito deste tipo de processo selectivo nos anuncios oficiais da Nasa, espreitem só aqui um exemplo de um tipo de documentos que Richard Hoagland costuma colecionar ás caixas, pois é o que normalmente recebe quando tenta chegar junto da Nasa com o objectivo de fazer as perguntas que importa:

http://www.enterprisemission.com/images/nasa-pr.gif
http://www.enterprisemission.com/club.htm

Paranoias de Conspiradores talvez, agora uma coisa é certa, este assunto podia já nem sequer existir. Bastava para isso que a Nasa tivesse acedido uma única vez ao desafio proposto pelos Independentes e tirado as fotos pedidas por quem ao longo deste tempo todo apenas pediu para que fossem confirmadas as dúvidas que continuam a existir.
Pede-se uma prova final a propósito da Face on Mars e a Nasa é apanhada numa "inverdade" fotográfica, não uma mas por duas vezes.
É obrigada politicamente a tirar uma nova fotografia e a sonda desaparece para sempre no momento em que ia passar por Cydonia.
Pede-se para que se tire uma fotografia a algo anómalo e a Nasa passa com um Rover por cima desse pormenor dizendo que não se passa nada.
Pede-se para em vez disso se fotografar uma pedra estranha e a Nasa diz que a máquina que enviaram não tem resolução suficiente para uma boa foto conclusiva.
Se existe hoje em dia todo este clima de acusação a Nasa é acima de tudo a primeira culpada da situação. Mas bem vistas as coisas, como irão ler mais á frente se calhar só está a cumprir o seu papel.
E anda-se nisto há 25 anos.

Então mas afinal se tudo isto tem algum fundo de credibilidade, porque razão é que não se revelou ao Mundo logo tudo sobre o assunto mal se obteve uma confirmação fotográfica nos anos 70 a propósito de qualquer "artefacto" arqueológico que possa estar neste momento em Marte ?!!!!

Passemos á parte 12.

Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

Fidel
Fanático
Fanático
Posts: 644
Joined: Fri Oct 25, 2002 6:29 pm

Post by Fidel » Sat Mar 13, 2004 1:31 pm

Alquimista, posso-te pedir um favor? PDF! PLEAAAAAAAAAAAASE

Oderint dum metuant

User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 1:32 pm

Perguntavam voçês certamente na parte anterior, sendo isto minimamente real porque não se revelou logo tudo nos anos 70 ?! Porquê deixar as coisas chegar a este ponto?
Afinal a humanidade já tinha ido á lua e certamente estava mais que preparada para aceitar que poderia existir vida fora da terra.
Esta é habitualmente a opinião do cidadão comum, mas na realidade nos corredores do poder parece que sempre houve gente que tinha uma opinião um bocado contrária e muito mais cautelosa.

Aposto que nunca ouviram falar do "The Brookings Report".
Neste caso acho que vou deixar o documento falar por si, por isso aconselho vivamente a sua consulta em detalhe.
Se duvidam da sua autêncidade não se esqueçam das ligações CIA/NASA. Podem confirmar a autenticidade do documento investigando um pouco mais a fundo de onde provém e os pormenores que entenderem. Nem a Nasa o usa contra a Enterprise Mission pois desde que este relatório foi oficialmente descoberto a quando da libertação de muita documentação sobre Marte conseguida pelos esforços do Senador McCain, que o Brookings Report é uma das peças chave nas origens remotas de toda esta embrulhada. Essencialmente agora uma embrulhada politica debaixo da capa da Ciência e uma bota muito dificil de descalçar.
Portanto agora nem vou perder tempo a dizer mais nada e vou deixa-los a ler extractos do agora famoso Brookings Report.
Façam-me então o favor:

http://www.enterprisemission.com/brooking.html

Já acabaram ? Então podem passar ao também igualmente crítico e famoso "McDaniels Report", que foi uma avaliação independente a propósito da qualidade do trabalho da Nasa ao longo dos anos.

http://www.enterprisemission.com/mcdaniel.html

Posto isto, espero que quem já esteja agora a ler estas palavras tenha já examinado em detalhe a documentção acima referida. De outra maneira não vai olhar para o que ainda falta referir a propósito deste assunto da mesma forma. Quem não leu, volte então lá atrás, clique nos links e leia os documentos.
Continuemos então.
A ter tudo um fundo de verdade porque não foi tudo divulgado logo, mesmo sendo o Brookings Report uma das razões?

Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 1:34 pm

<b>Parte 12 - ANTIGOS ASTRONAUTAS, ALEMÃES E DUAS BOTAS PARA DESCALÇAR</b>

"The rash assertion that 'God created man in His own image´ is ticking like a timebomb at the foundations of many Myths "
- Arthur C. Clarke.

Muitos de voçês já ouviram falar certamente das ridicularizadas teorias a propósito de hipotéticos Antigos Astronautas e claro que aposto que a maioria de voçês tem exactamente a mesma reacção, ou seja é tudo uma aldrabice de fantasia para se vender livros e produzirem filmes e nunca teve nada a ver com Ciência a sério ! Certo ?
Além disso voçês até já viram o Stargate e tudo !
É tudo Hollywood e pseudo literatura para pessoas com mais imaginação do que inteligência, correcto ?
Um verdadeiro Ciêntista nem se digna sequer a pensar no assunto duas vezes. Vejam o exemplo de Carl Sagan que passou a vida toda a escrever artigos ridicularizando e desmistificando todas essas histórias para crianças. Inclusive escreveu aquele livro fascinante, "Um Mundo Infestado de Demónios" em que não podia ser mais claro.
Resumindo, é tudo fantasia puramente humana.
Já leram com atenção os parágrafos sobre Cydonia? Já coloco aqui a citação correspondente no momento indicado. Vão é ter de ler umas citações em inglés pois não tenho aqui uma edição Portuguesa.

Mas voltemos um pouco atrás. Hoje existe a ideia de que nomeadamente este assunto a propósito de Antigos Astronautas sempre foi um tema apenas discutido por quem lê muita ficção-ciêntifica, ou algo usado para se fazer piadinhas em telejornais.
O que voçês certamente desconhecem é que essa é apenas a visão moderna da questão.
E começou precisamente nos anos 70 após as primeiras imagens das famosas "Pyramids of Mars" terem imediatamente capturado e feito refém a imaginação popular. O assunto tornou-se tão popular que muita gente conhecia as teorias mas muito pouca gente sabe que toda essa febre teve origem nas fotografias enviadas de Marte.
Este factor, ligado a uma filosofia e a um misticísmo da era Hippie criou um infeliz momento "histórico" que em ultima análise em muito contribuiu para todo o secretismo e ridicularização que se vive até hoje . Especialmente no que toca a um factor social.

Mas voltemos alguns anos atrás.
Antes da moda começar nos anos 70 a tornar-se parte da cultura popular de massas, houve um tempo em que o assunto era considerado serissimo e muito digno de estudo por parte da comunidade ciêntifica dita séria.
Quem se interessa por livros ciêntificos sobre vida extraterrestre conhece certamente o nome do cientista Shklovskii, co-autor juntamente com Carl Sagan de livros sobre o assunto ao longo dos anos.
Para terem uma ideia de como a hipótese de uma possivel intervenção extraterrestre na história da terra era algo levado a sério na ciência "mainstream" anterior aos anos 70, reparem por exemplo nesta passagem do seu livro "Intelligent Life in the Universe" em que cita um outro sábio soviético chamado M.M.Agrest que já nos anos 50 dava destacada importância a este assunto, como curiosamente sempre foi uma característica dos Cientistas do Leste sempre abertos á discussão.
Dizia ele que no tempo geológico do nosso mundo era muito bem possivel,: " That representatives from an extraterrestrial civilization have indeed visited our planet... [it is conceivable] that perhaps a number of events described in the Bible were in reality based on a visit of extraterrestrial astronauts to Earth "

O próprio Sagan, recorreu a este autor para fundamentar uma proposta sua semelhante, de modo a completar uma tese de Sholklovskii no qual estava Sagan. Escrevia então Sagan na altura:
" Some years ago, i came upon a legend wich more clearly than Biblical material fulfils some of our critéria for a genuine contact myth. It is of special interest because it relates to the origin of Summerian civilization. " referindo ainda relatos históricos sobre, "...a legend [Greek], suggests that contact ocurred between human beings of a non-human civilization of imense powers on the shores of the Persian Gulf...in the fouth millenium B.C. or earlier." e concluindo com " ...but stories like the Oannes legend, and representations, especially of the early civilizations on Earth deserve much more critical study than have been performed heretofore with the possibility of direct contact with an extraterrestrial civilizstion as one of the alternative explanations... ", no que se refere a saltos inexplicáveis no desenvolvimento da civilização humana, tal como aconteceu na origem da civilização Suméria de acordo com a opinião do especialista em História Suméria Dr Samuel Noah Krammer, autor da conhecida frase "History begins at summer" que muitos de voçês devem conhecer pois aparece sempre citada em documentários.
Já agora e faço apenas um aparte para citar outra frase do Dr Krammer. Era sua opinião nos anos 60, que a Suméria foi a única civilização terrestre - "...wich suddenly appeared."

Mas sobre este assunto em detalhe se queiserem podemos discuti-lo mais tarde, (deixem-me só depois dist tirar umas férias antes).
Por agora o meu objectivo foi apenas desmistificar a moderna noção de que toda estas histórias sobre Astronautas do Passado nunca foi levada a sério.
Mas se isto até aos anos 70 era um assunto estudado e discutido abertamente no "mainstream" da ciência, o que aconteceu de tão grave que até fez Carl Sagan um dia de repente passar a ser uma bandeira dos chamados cépticos que acenam a todo o momento com a "biblia" escrita pelo "mestre" (Um Mundo Infestado de Demónios) como sendo a prova que arrasa com qualquer teoria vinda dos defensores de soluções alternativas ás da ciência oficial ?
Um dia o assunto passou de hipótese a estudar a imaginação de malucos dos ovnis.
E porquê ?

A resposta está apenas num nome, Erik Von Danniken.

Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 1:37 pm

Penso que toda a gente já ouviu falar deste senhor, responsável pelo maior exito de vendas nos anos 70 e 80 no que toca a livros sobre o tema, Astronautas do Passado. Quase de certeza que também já ouviram falar no famoso livro "Chariots of the Gods" que argumenta a favor de toda esta ideia.
O pior é que argumenta mal.
Aproveitando o entusiasmo popular pelas fotografias das "Pyramids of Mars", Danniken espalhou aos quatro ventos que tinha encontrado as respostas para tudo o que era mistério da humanidade mais remota.
O problema em que em vez de o fazer de uma forma ciêntifica como Sklovskii e Sagan procuravam cautelosamente estudar e comprovar nos anos 60, Danniken usava essencialmente uma comprovação não fundamentada em textos históricamente comprovados e comparações superficiais de artefactos arqueológicos.
Tão bem sucedido foi que na altura, o livro gerou uma onda de entusiásmo tal, que as pessoas leigas no assunto hoje em dia nem fazem sequer ideia. Entusiasmo esse que convenceu muitos ciêntistas a juntarem-se ás "investigações", o que não poderia ter sido melhor para Danniken pois a partir daí foi um nunca mais acabar de reedições do livro cheias de comprovações oficiais.
Tomem nota que nesta época o assunto dos Antigos Astronautas era uma hipótese viável que continuava debaixo de um aberto estudo intenso por parte da Ciência "a sério" e portanto nenhum cientista tinha medo de vir a público falar sobre o tema pois era mais que improvável que a sua reputação ficasse manchada por emitir opiniões sobre remotas visitas extra-terrestres. Estudava-se o assunto e aguardavam-se conclusões sobre o tema.

Portanto quando as fotografias das "Pyramids of Mars" descobertas pela sonda Mariner 9, se tornaram famosas no mundo inteiro após uma primeira publicação numa prestigiada revista cientifica soviética da época, se a hipótese dos Antigos Astronautas já era abertamente discutida antes, então mais do que nunca seria discutida agora, pois tudo indicava que as "Pyramids of Mars" poderiam finalmente providenciar as provas que faltavam.
Sendo assim, muitos ciêntistas ingénuamente viram no trabalho de Erik Von Danniken um passaporte para obterem o seu lugar na história, especialmente após os testes em laboratório terem falhado na prova de que as pirâmides Marcianas seriam apenas naturais.
Tudo indicava, que estava eminente um anúncio oficial importantissimo sobre o tema, Danniken estava no auge da popularidade com "descobertas" que suplantavam qualquer trabalho de Skolovskii ou Sagan que haviam sempre chegado ás suas conclusões de uma forma menos mediática.
No meio de tudo isto aparentemente alguém se tinha esquecido de confirmar a reputação de Danniken, tendo os espiritos mais cépticos tornado público que afinal Von Danniken nunca tinha sido um ciêntista, mas era apenas um empresário Alemão ligado á Hotelaria que durante anos tal como toda a gente, tinha lido os livros ciêntificos sobre o assunto mas a sua experiência cientifica tinha-se ficado por aí. Isto explicava óbviamente o súbito aparecimento do senhor que nunca ninguém se tinha lembrado sequer de questionar no meio de todas a euforia sobre o assunto.

Resultado, um enorme balde de água fria na comunidade ciêntifica. Os ciêntistas abandonavam agora Danniken como ratos abandonam navios a se afundar. Danniken era um impostor e já nem importava agora se alguma das suas conclusões ou teorias pudessem inclusive ser verdadeiras pois nenhum cientista sério poderia continuar ligado a Von Danniken, quanto mais admitir que alguma vez o apoiou nas suas conclusões.
Mas era tarde demais, o mal estava feito, os nomes eram do conhecimento publico, muitos estavam citados nas sucessivas revisões e reedições do "Chariots of the Gods" e as reputações e subsequentemente as carreiras de muita gente competente ficaram de um momento para outro reduzidas á insignificância académica.

Gera-se uma histeria geral, o livro vendia milhões e era traduzido em todo o mundo e Danniken tornava-se num dos autores mais ricos dos anos 70 ás custas da reputação de cientistas sérios que julgavam ter encontrado o seu lugar na história ao confirmarem as teorias de Danniken.
Começa a polémica, começam a surgir comprovações de que Danniken quando não conseguia comprovar algo, inventava.

Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 1:39 pm

A partir desse momento a hipótese de Antigos Astronautas terem estado na origem misteriosa de muitos mitos terrestres, passou de algo que merecia um estudo e discussão aberta ao pior dos assuntos que um cientista sério poderia sequer admitir que estudava.
O Antigos Astronautas tinham ido parar definitivamente ao fundo poço.
A partir desse momento tornou-se oficial que só chartões é que se debruçavam sobre este assunto e a comunidade ciêntifica séria não poderia voltar a cair novamente em tamanho desprestígio académico. Quem continuasse a estudar o assunto a partir do desmascaramento de Danniken, teria de o fazer por sua conta.
Tinham-se "inventado" os Pseudo-Cientistas.

Quem insistisse prosseguir no estudo de um tema como este, já não poderia esperar uma aprovação oficial do sistema que acima de tudo precisava agora de voltar a ganhar a credibilidade de anos destruída em meses pelo embuste de um gerente de Hotel alemão que no meio de tudo isto foi o úncio que lucrou.
Acima de tudo a Ciência precisava de arranjar mecanismos de defesa para que tal escandalo não voltasse a acontecer.
Von Danniken foi a pior coisa que aconteceu na credibilidade da ciência das últimas décadas e em última análise o grande responsável pelo actual estado "conspirativo" em que se encontram as investigações sobre o tema.
Ainda hoje as repercursões dos actos de Danniken são a pedra de arremesso dos chamados cépticos contra investigadores sérios, creditados como Robert Temple, Graham Hancock, Colin Wilson, Robert Beuval e muitos outros que na area da História são quase o equivalente ao desgraçado do Richard Hoagland. Por mais teses que apresentem, provas concretas baseadas em documentos tão válidos como quaisquer outros aceites oficialmente ou grau e reputação académica que tenham em termos mediáticos acabam agora remetidos para uma "segunda divisão" no acesso a locais onde possam publicar oficialmente as suas descobertas.
Erik Von Danniken foi o primeiro e o último "ciêntista" a ter o espírito aberto do público em geral e para infelicidade da ciência teve logo de ter sido um pessoa como ele.
Tivesse sido Carl Sagan em vez dele e se calhar hoje viveriamos num planeta bastante diferente onde a expressão "teoria da conspiração" nem sequer seria associada á exploração espacial ou á História.
Mas do Sagan já falarei a seguir, pois a verdade nisto tudo é que a ciência oficial nos tempos modernos continua a defender-se fingindo ignorar, mas a verdade é que já provou por várias vezes que está atenta ao que os pseudo ciêntistas andam a fazer. A sucessiva e aparentemente natural descoloração do vermelho céu de Marte é um bom exemplo de que alguém anda atento.


Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 1:43 pm

Após toda a polémica á volta de Danniken todas as atenções se voltavam para Marte e para as sondas Viking.
Carl Sagan achava na altura que iriamos encontrar água possivelmente liquida em Cydónia e o público que apesar de tudo continuava a comprar os sucessivos livros de Danniken, esperava impacientemente que as sondas fotografassem a prova definitiva de que havia pirâmides "Egipcias" em Marte pois o assunto dos Antigos Astronautas continuava no auge da popularidade.

Eis que de repente, se descobre uma fotografia com aquilo que parece ser a escultura de uma cara humana na superficie de Marte.
Porquê esconder um achado como estes da população mundial ?
Não seria este o momento indicado para se fazer uma revelação destas ao mundo ?
A resposta, tendo em conta a agitação sobre o assunto que se vivia não só nos EUA mas em todo o mundo a propósito de antigos astronautas do passado era óbviamente um rotundo NÃO !
A humanidade tinha ido a Marte para encontrar agua e micróbios. Era isso que tinha sido prometido ao público. Como poderia a ciência de repente vir a público dizer que afinal haviam encontrado logo restos em Marte de uma verdadeira civilização marciana?!

Após todo o escândalo á volta das inconsistências e fraudes de Danniken, após todo o trabalho que a ciência teve para se separar definitivamente do impostor alemão, a ciência oficial tinha agora um problema nas mãos e acima um dilema muito complicado por resolver.
Como poderia a Nasa vir anunciar ao mundo precisamente naquele momento que afinal haviam não só pirâmides em Marte mas ainda por cima um ROSTO HUMANO, esculpido na superficie de um planeta que não é o nosso ?!
Anunciava-se uma coisa dessas e a Ciência, agora apelidada de "Oficial" ficava mais uma vez com a imagem de não saber o que andava a fazer.
Após ter arrasado não só a reputação de Danniken, mas principalmente todas as suas conclusões ainda meses antes, como poderia a Ciência vir agora revelar que afinal existia em Marte algo assim ? Imediatamente aos olhos do público essa descoberta seria vista como uma vitória de Danniken perante quem o acusava ! E quem o tinha acabado mesmo de arrasar ? A Ciência a sério, claro !!
Havia que evitar que o público desse a Danniken o crédito de uma tão importante descoberta mesmo antes de ela ser oficialmente feita.
Mesmo ninguém duvidando que Danniken tinha mentido e imaginado provas a verdade é que se a Nasa tivesse revelado algo do que acabava de confirmar existir em Marte, Danniken teria o seu lugar na História. Não só da exploração espacial mas também na História terrestre humana.
Ainda por cima o homem era um empresário de Hotelaria !!!
E era Alemão !!!!

A Nasa jamais daria de mão beijada a glória de uma descoberta como essa a um estrangeiro que nem sequer era ciêntista e teve apenas a sorte de escrever o livro certo na altura pior. Malditos cientistas soviéticos com os seus artigos e fotos de pirâmides de Marte, deve ter alguém pensado dentro dos centros do Poder Americano.
Não deve ser dificil imaginar os pensamentos dos americanos neste momento, especialmente depois deles terem tido todo o trabalho a enviar naves para Marte e criar uma onda de entusiasmo pelo projecto no público só comparada á da ida á Lua. Os americanos iam a caminho de Marte e iam quase de certeza efectuar mais uma descoberta histórica, água e vida orgânica.
O que ninguém certamente esperava era encontrar uma cara em Marte e ainda por cima no local que era precisamente o indicado pelos cientistas como sendo o mais provavel de conter não só agua como vida.

Isto aliado á euforia (histeria para muitos certamente), que se vivia literalmente nas ruas, culpa de Danniken mas também da publidade feita pela Nasa a propósito de certezas ciêntificas sobre Marte era motivo mais que suficiente para alguém pensar que o momento de uma revelação como esta não podia ainda ser aquele.
E não se esqueçam o "Brookings Report" que anos antes, previra exactamente este tipo de comportamento social no caso de se provar de repente que havia artefactos arqueológicos em Marte. Se a conclusão dos sociólogos estava confirmada no que toca á população ninguém arriscaria certamente a ver o que acontecia á Ecónomia.
E muito menos para no final quem ficar com a fama ao mesmo tempo que ridicularizava a ciência a sério seria o Von Danniken.
Resultado de tudo isto, conclusão oficial a famosa "Face on Mars" não passava de "...a trick of light and shadow."
E já agora não há nem nunca houve vida orgânica em Marte. E não esperem encontrar encontrar água também, pois se um dia pudesse ter existido já se tinha evaporado há muito na fina atmosfera Marciana. E por falar am atmosfera não há céus azuis em Marte. O planeta é completamente diferente da terra e completamente vermelho como as nossas fotos em órbita mostram.
Não água, não há vida, não há bichinhos nem zonas verdes sequer, por isso a Face em Marte só pode ser uma ilusão de óptica porque é a única explicação que resta.
E não há pirâmides também, por isso o Von Danniken que volte para o Hotel e continue a escrever os seus livros de ficção-cientifica.
Caso encerrado.
Mandem a CIA entrar faz favor pois temos que manter isto sobre segredo até estudarmos o assunto em pormenor e determinar que impacto pode causar na população e principalmente garantir que a Nasa é quem ficará com os créditos pelo anuncio da descoberta.

A partir deste momento quem contestava qualquer pormenor era automáticamente apelidado de pseudo-cientista.
Vinte anos se passaram...

Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 1:46 pm

E perguntam voçês, então mas não era já tempo desta história ter sido toda revelada ?
A população está mais que preparada para uma descoberta destas.
Estará ?
Basta olhar ao nosso redor e é mais que óbvio que a resposta é mais uma vez não. Especialmente num mundo como o actual em que a Ecónomia atingiu uma importância tal que é na realidade quem determina a política do Mundo. Se virmos bem as coisas hoje ainda seria muito mais impossivel declarar oficial uma descoberta como esta do que nos anos 70.
E isto nem falando do aspecto religioso do qual nem vale a pena perder tempo a falar agora aqui.
Isto não quer dizer que alguém não ande a sondar a população a propósito do assunto e o "estranho" tema proposto precisamente pelos americanos para uma das manhãs da conferência dos Paises Mais Industrializados não será certamente apenas um pormenor fólclorico.
Mas convençam-se de uma vez que este tipo de descobertas só virão um dia a público quando ficar provado que a Ecónomia resistirá a tal embate, histórico, social e religioso.

Então e os jornalistas que descobrem tudo e mais alguma coisa, porque não conseguem descobrir uma coisa destas ? Se até as fraudes dos americanos no que respeita ao Iraque são noticiadas como é que ainda ninguém noticiou esta história toda sobre Marte ?
Primeiro, a história toda tem mais de 25 anos e como podem ter notado pelo meu texto tem muito que contar de modo a se justificar perante o público céptico muitos pormenores fundamentais.
Segundo, os jornalistas estão fartos de investigar. O que não falta por aí são denúncias sobre o assunto em meios de comunicação americanos. Suficientes o bastante por levar o Congresso por duas vezes a pedir explicações a uma organização como a Nasa que conseguiu mais uma vez contornar o assunto.
Da primeira teve que expor ao público (supostamente) toda a documentação sobre Marte (inclusive documentos cheios de riscos pretos em parágrafos inteiros, o que não deixa de ser curioso para uma organização civil). Da segunda foi obrigada a tirar uma foto definitiva da Cara de Marte após os Independentes da comunidade ciêntifica terem provado em Washington que a foto usada como prova para o mundo de que o artefacto não passava de uma montanha tinha na realidade sido manipulada não só com filtros de "Photoshop" mas inclusivamente sido esticada e distorcida. No preciso momento em que a sonda orbital passa por Cydonia para tirar a comprovativa foto, avaria misteriosamente e nunca mais se ouve falar dela.

O que não falta por aí é gente a fazer barulho sobre o assunto. A diferença é que se se fizer barulho sobre o Iraque toda a gente toma atenção. No caso de caras em Marte quando o tema consegue chegar aos meios de comunicação que realmente fazem a diferença no mundo, normalmente já vai não só completamente distorcido mas acima de tudo pronto para ser ridicularizado. Afinal é tudo fruto de imaginação de novos Erik Von Dannikens não é ?
E depois mesmo que de repente o tema abrisse telejornais em todo o mundo, toda a gente ia ficar á espera do que a Nasa ia dizer poque eles é que sabem. A Nasa dizia que não era nada e voltava tudo para casa.

Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 1:48 pm

Não tenham a mínima dúvida meus amigos, este assunto só se tornará oficial de duas maneiras.
Ou a ESA e Japão chegam primeiro com uma missão a Marte que tenha pelo menos entre os seus objectivos poder confirmar algo deste assunto e são honestos na divulgação de resultados (tudo aponta para que assim será), ou então voçês ainda vão ter de esperar muitos anos até que a Nasa revele alguma coisa do que óbviamente sabe.
Primeiro há que ir preparando o público em suaves etapas, não vá alguém deixar de repente de comer hamburguers da McDonalds caso se descubra vida em Marte. E a questão do petroleozinho no planeta vermelho também não deve estar posta de parte não senhor.
Afinal como se veio a descobrir ainda há dias, afinal a equipa das sondas Oportunity e Spirit é quase exclusivamente composta de geólogos que são quem está em controlo da missão.
O que também não deixa de ser engraçado para uma missão que até há pouco tempo tinha ido comprovar a existência de vida em Marte e agora de repente após a entrevista do senhor Steven Squire, discretamente passou oficialmente a sempre ter tido apenas o objectivo de encontrar provas de que agua existiu um dia (no passado, note-se) em Marte no estado liquido.
Ninguém melhor do que a Nasa transforma discretamente pseudo-ciencia em factos ciêntificos.


Por outro lado, alguém agora tem uma valente bota para descalçar, pois aposto que ninguém contava nos anos 70 com várias coisas quando resolveram encobrir o segredo.
Primeiro não havia precedentes sérios de que alguém duvidasse da integridade da Nasa. Se a Agência tornasse oficial que não havia nada em Marte além de terra e ilusões de óptica era quase certo que ninguém pensaria mais sobre o assunto.

Segundo aposto que ninguém nos anos 70 ia pensar que dali a uns anos toda a gente ia ter em casa um computador com Photoshop. Aquilo que era virtualmente impossivel de provar no que toca a montagem fotografica, tornou-se de repente uma das coisas mais fáceis até para pessoas que não são Especialistas de Imagem com doutoramentos. Qualquer pessoa que trabalhe em artes gráficas , pode reconhecer imediatamente um trabalho de "Photoshop", pois pequenos pormenores que antes dos computadores eram invisiveis ao olho humano, tornam-se de repente faceis de serem confirmados por qualquer pessoa. Sendo assim qualquer brincadeira mais antiga da Nasa com fotografias será sempre evidente. E quanto ás brincadeiras modernas, a verdade é que quem quiser aldrabar uma fotozinha vai ter de usar os programas que toda a gente tem. Ou melhor a mesma técnologia e portanto terá de ter mais cuidado no que faz para não ser apanhada em flagrante como já aconteceu há Nasa por duas vezes em relação á "Face on Mars".

Terceiro, ninguém imaginava certamente que os piores "doidos da Conspiração" pudessem sair exactamente dos quadros da própria Nasa.
Uma coisa é ridicularizar o leitor que compra os livros do Erik Von Danniken e que não tem qualquer background cientifico. Outra coisa é conseguir "abater" cientistas sérios com obra comprovada e reputação reconhecida, ainda por cima quando na sua maioria já foram ciêntistas da Nasa. Daí as sucessivas tentativas para se desacreditar não apenas o seu trabalho mas cima de tudo as suas credenciais cientificas. Facto que já valeu a muita gente alguns processos em tribunal que ainda decorrerm.
O que a Nasa não refere é que após ter sido constantemente desafiada para um verdadeiro debate ciêntifico nacional em directo a propósito deste assunto em que ambos os lados trocariam provas das suas afirmações e o público poderia comparar os dados em directo, até hoje nem sequer existe oficialmente na comunicação social oficial qualquer referência a este desafio como a Nasa continua a dizer só fala com pessoas creditadas e que apresentem provas do que afirmam. Quais provas ? Daquelas fácilmente desmentidas como grande parte do material do Von Danniken para a Nasa aparecer bem na televisão ?!
Dados sufientes para um verdadeiro debate aberto sobre o assunto é coisa que não faltam. A vontade é que certamente não será muita da parte da Nasa.

Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 1:51 pm

Portanto, como pode neste momento agora a Ciência oficial revelar uma descoberta deste tipo ? Não pode vir dizer que afinal até se encobriram umas coisas mas foi para bem da população, pois não ? Isso seria o mesmo que admitir perante toda a gente que tentou ridicularizar durante anos a fio, dizendo agora que afinal eles estavam certos.
Como pode agora a Nasa aparecer perante o público sem ficar mal vista nesta história toda ?
Repete-se novamente e 20 anos depois, a mesma situação gerada inicialmente por causa do Von Danniken, mas desta vez ainda é pior pois a Nasa não está a lidar com pessoas de reputação duvidosa e sim com ciêntistas que apenas são "pseudo", porque emitem uma opinião que a Nasa rejeita não por motivos válidos mas apenas porque aceita-los agora sem arranjar uma maneira com que tudo pareça ter sido descoberto oficialmente pela Agência Espacial Americana
Aposto que o plano inicial era mesmo estarem quietinhos a estudar o assunto em segredo e depois recolher a glória na altura certa. Não contavam era com os doidos da conspiração, pseudo cientistas e "traidores infiltrados" da Agência.
Como pode a Nasa encontrar maneira de de cara limpa nesta história toda?

Uma resposta possivel pode estar mais uma vez em usar a reputação de Carl Sagan.
A sua experiência e pioneirismo no assunto da "Tese Arqueológica Extraterrestre", muito antes de existirem malucos das conspirações pode ser uma das soluções para fazer a ciência oficial sair de cara limpa neste assunto.
Afinal apesar de ter passado os anos seguintes, numa espécie de missão de porta-voz da Nasa difundido a versão oficial dos acontecimentos do período das missões Viking, entre colegas corria o rumor de que o que Sagan dizia para os outros fazer não era o que ele próprio seguia.
Independentemente o seu amigo (apesar de "mortal" adversário) Richard Hoagland afirma a pés juntos que chegou a discutir esporádicamente o assunto muito "off the record" com Sagan durante breves minutos em intervalos de conferências ciêntificas e que Sagan tinha as suas teorias também sobre a questão muito bem guardadas para si próprio. Estas declarações de Hoagland (entre outros), têm o valor que se lhes quiser atribuir, é verdade, mas o facto é que as ultimas declarações "oficiais" de Carl Sagan (publicadas) antes da sua morte, subitamente apresentavam o mistério (nem sequer era referido como polémica), de Cydonia como sendo algo que merecia muito mais atenção da Ciência séria do que oficialmente tinha sido o consenço durante os anos a seguir ás Viking.
Ora isto no mínimo era uma contradição totalmente inesperada tendo em conta que o mesmo Sagan anos antes era a principal voz na desmistificação de Cydonia, podendo-se ainda hoje encontrar-se entrevistas antigas em que ele afirma que todas as supostas anómalias não passam de ilusões de óptica, enganos humanos motivados por um desejo de se querer ver o que não existe e principalmente motivos para Erik Von Danniken e sucessivos imitadores continuarem a vender livros.

Aparentemente afinal Sagan também não se excluia de vender uns livros que falavam sobre o assunto de Cydonia.
Na famosa "biblia" dos cépticos convictos , "A Demon Hunted World" o último livro sério públicado por Sagan , quase tudo é motivo para desmistificação. Quase tudo excepto Cydónia, chegando ao extremo até de afirmar que muitos dos Investigores chamados de pseudo-cientistas que investigam esta questão há anos são dignos de reconhecimento por estarem a fazer um trabalho sério sobre o assunto.
Eu ia citar agora o livro, mas acho que nem vou perder tempo com isso e passo imediatamente a sugerir-lhes alguns links sobre o assunto que os poderão esclarecer ainda mais sobre a ambiguidade da posição de Sagan perante a tese arqueológica extraterrestre.

http://www.mcdanielreport.com/sagan.htm

http://www.mcdanielreport.com/standing.htm

http://www.enterprisemission.com/MTM.htm

Posto isto, não será de excluir que um dia a Ciência oficial vá tornando discretamente público que o grande Carl Sagan, esteve secretamente ligado á investigação de uma tese arqueológica sobre Marte. Assim usando esse facto como oficial a Ciência séria, aos poucos irá colocando nas pessoas a ideia de que a Nasa e respectivos ciêntistas já estavam em cima do acontecimento há muito antes dos pseudo-cientistas chegarem á questão.
A ciência oficial terá assim uma boa maneira de se usurpar do trabalho de pessoas que nunca serão reconhecidas porque simplesmente isso seria suicidio politico para muita gente. Além disso no momento em que a Nasa anunciar ao mundo que existem umas ruinas de cidades antigas em Marte, o zé-povinho nem vai querer saber quem descobriu o quê primeiro e se a Nasa diz é porqu será assim.
Resumindo é vital que o segredo se mantenha ainda hoje até estarem criadas todas as condições politicas para que quem perpetuou esta situação durante anos sai vencedor perante a comunicação social e assim possa manter o seu prestígio académico e escrever o que bem entender nos livros ciêntificos.
Acho muito pouco provavel que a História oficial humana venha um dia a registar e a selar como mereciam os nomes de pessoas como, Richard Hoagland, John Brandenburg, Vicent DiPietro, Gregory Molenaar, Keith Laney, Robert Temple, Collin Wils on, Grahm Hancock, Mike Bara e muito menos o excentrico animador de rádio e grande defensor desta tese Gary Legiere, ou os saudávelmente cépticos Art Bell e George Noory que durante anos deram tempo de antena aos pseudo-cientistas e os fizeram chegar ao mundo contra tudo e contra todos, inclusive tentativas da Nasa para que se impedisse algumas pessoas de chegarem aos microfones de algumas rádios.
O facto é que a registar um nome conhecido, a História registará provavelmente o nome de Carl Sagan por nos ultimos dias da sua vida ter vindo a público apoiar a tese arqueológica mesmo contrariando tudo o que disse sobre o assunto durante anos.
De resto a Nasa fará tudo para que fique na História que a Agência foi a responsável pela prova definitiva da descoberta de vida passada em Marte.


Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 1:53 pm

<b>Parte 13 - NOTAS FINAIS A PROPÓSITO DE MARTE</b>

Muito ficou por dizer e muito ficou por fundamentar.
Para aqueles que ainda acham que isto tudo não passará de uma grande história de ficção-cientifica, aqui vão mais uns factos que ainda tornarão isto tudo ainda mais fantástico.
Muitos livros se têm escrito sobre a origem dos mitos e religiões terrestres e é comum entre muitos autores, especialistas e investigadores, a ideia de que existem suficientes indícios para que se possa cientificamente acreditar que a Terra poderá ter sido alvo de visitas de uma civilização extraterrestre há milénios atrás.
Tal como no campo da Astronomia e exploração espacial, a area da História também tem os seus compartimentos secretos e aquilo que chamamos História na realidade como disse Napoleão um dia é apenas aquilo que é escrito pelos vencedores.
O inicio da História humana está cheia de buracos e missing links inexplicáveis que não são óbviamente referidos nas Universidades e Academias pois acima de tudo quem detem o controlo da História detêm as bases de uma justificação para o seu poder e como tal qualquer anómalia que venha alterar essa condição se não for imediatamente explicada será gradualmente remetida para as caves de um museu qualquer ou então oficialmente integrada com sendo apenas uma história, uma metáfora, um mito.
Essa atitude ao longo das décadas por parte do Poder Académico Instituído levou a que muitos investigadores sérios e com ideias realmente inovadoras tivessem sido tratados como charlatães ciêntificos ou pior ainda tratados com paternalismos por parte daqueles que acima de tudo têm sempre razão porque tudo oficialmente já está muito bem provado.
Pessoas como o arqueólogo que descobriu as ruínas de Troia, por exemplo foram ridicularizadas durante anos a fio pelos seus colegas, tendo inclusive arrastado a sua carreira pela lama por causa de afirmar que a Troia de Homero não era um mito, inventado para uma historia, mas sim um local físico e exacto e que poderia ser localizado com base na análise do texto da suposta lenda.
Como se veio a confirmar totalmente. Contra tudo e contra todos , conseguiu-se provar que as lendas ás vezes podem ser muito mais que histórias para crianças. As lendas podem ser registos históricos e não podem ser simplesmente desmistificadas apenas porque esse tipo de registo histórico já não se usa hoje em dia, ou não é comum á sociedade em que hoje vivemos.

Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 1:59 pm

Um exemplo interessante deste género de censura intelectual é o caso da polémica á volta da verdadeira idade da esfinge egípcia. Durante mais de uma década o Egiptólogo e o Geólogo que se atreveram a afirmar que a Esfinge continha elementos que provavam que era ainda mais antiga que os primórdios da civilização egipcia, tiveram os seus nomes arrastados pela lama pelos seus próprios colegas e passaram a estar remetido para a chamada "Egyptologia Alternativa" ou "Pseudo Egyptologia".
Agora os mesmas pessoas que foram arrasadas pelas suas ideias, hoje são novamente reconhecidos naquilo que se convencionou chamar Ciência a sério. Aos poucos foi-se tornando oficial toda e qualquer conclusão a que os dois homens já tinham anteriormente chegado e é hoje oficial que a Esfinge é um monumento muito mais velho do que as próprias pirâmides. Em vários milhares de anos.
Chegando segundo algumas opiniões a datar de um período onde ainda nem devia existir o conceito de civilização tal como foi proposto a partir do surgimento da civilização Suméria.
Continua a polémica e a discussão. Continuam as versões oficiais escritas nos livros de História.
Espeitem este link interessante. Não faço ideia de quem é o responsável pela sua manutenção mas o seu conteúdo aponta correctamente para um breve resumo das opiniões de muitos investigadores consagrados. Ou melhor, para muitos mais pseudo-cientistas daqueles que a Cinência tão gosta de desprezar oficialmente enquanto não eles não lhes são úteis para que se certos Egos se mantenham no poder.
E já agora tomem nota da posição das pirâmides do Egipto.

http://www.perceptions.couk.com/sphy.html#theorize

Posto isto regressemos a Marte.
Adivinhem qual a posição exacta das supostas "Pyramids of Mars"...
Já adivinharam ?
Então não preciso dar mais detalhes sobre isto por agora. Apenas posso dizer que isto não se resume apenas á simplicidade da minha pergunta nem a brevidade da minha resposta. Na realidade até a não a formulei da maneira mais correcta mas isto é algo que não posso agora detalher aqui e vão ter de descobrir por voçês mesmo atravez dos livros que recomendarei no fim e dos links que vou dar.
Muitos de voçês estarão a pensar que isto já está a ir lonje demais. Então já que estamos neste ponto, cá vai mais uma, Cydonia está exactamente localizada na mesma latitude em que aqui na Terra entre outras coisas conhecidas, as pirâmides de Giza e as suas irmãs, as pirêmides da américa do Sul.
E para rematar, ficam a saber que o verdadeiro nome da cidade do Cairo é "Al Qahira" que é uma palavra em Arabe antigo que significa "MARTE", sendo o nome completo do Cairo na sua lingua mais antiga, "CIDADE DE MARTE". Resta apenas dizer que o nome original têm realmente uma origem ligada á "estrela" que brilha nos nossos céus e que hoje todos conhecemos como sendo o planeta Marte.

http://stardate.org/egypt/glossaryL-R.html

Querem saber qual é a explicação da Nasa e da Ciência sobre este e muitos outros pormenores do género que cobrem a superficie Marciana ?
É simples meus amigos, é tudo uma simples coincidência á escala planetária de eventos naturais. Caso encerrado. E o curioso desta vez é que a Ciência oficial nem entra em polémicas fundamentalistas sobre os dados referentes a estas medições. Apenas se limita a remeter tudo para coincidências geológicas.

Isto exceptuando alguns sites que tentam desmistificar o assunto apresentando calculos baseados em apenas partes do trabalho de quem investigou as estranhas anómalias e não no seu conteúdo integral.
Isto tem sido uma das queixas de quem investiga isto o assunto a sério. Ou seja se querem contestar um resultado final, ao menos que o fizessem com base em observações reais e na posse de todos os dados presentes nos trabalhos. Na realidade o que acontece é que parece que alguém seleciona um bocado á sorte e depois apresenta criticas a um trabalho que não conhece por inteiro.
Uma das grandes lutas dos pseudo-cientistas é exactamente para que se realize o tal debate aberto ao público onde se possam apresentar provas. Sempre que alguém aparece numa rádio acaba sempre por referir o desafio e até agora da parte da Ciência oficial só tem obtido o silêncio total a esse repto.

Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 2:02 pm

Como se isto não bastasse existem ainda os estranhos mapas de Piris-Reis, um navegador do século XVI que deu a conhecer ao mundo mapas estranhamente exactos. Imediatamente a ciência oficial desvalorizou a descoberta e criou varias explicações para o método com que poderiam ter sido criados até por povos primitivos. Método que envolvia truques com cordas enormes e viagens solitárias de pessoas que as iam desenrollando pela costa fazendo medições entre outras teorias divertidas mas prontamente aceites pela ciência oficial como sendo a única explicação possivel para a existência de tão anómalos mapas.
Acontece que nada explica a exactidão moderna dos mapas de Piri-Reis.
Tão exactos que chegam a mostrar desenhada em detalhe a costa da Antártica, que não só ainda não tinha sido descoberta na altura como até ao dias de hoje se manteve claro, debaixo de gelo e só foi possivel desenhar mapas do que estava por debaixo desse gelo após a invenção do mapeamento por satélite. Resultado, a costa que existepor debaixo do gelo é exactamente identica há que ja estava desenhado nesses mapas Quinhentistas e que mostravam uma Atártica sem estar coverta de gelo e tão cheia de caracteristicas como se fosse o mapa de Portugal.
Foi aqui que a Ciência a sério, afirmou que os mapas só podiam ser fraudes pois toda a gente sabe e é oficialmente cientifico que se a Antártica pudesse ter estado alguma vez livre de gelo, no mínimo seria á 6000 anos atrás.
Portanto como os satélites ainda não tinham sido inventados e ninguém podia andar a passear com cordas a fazer medições por lá os mapas de Piri-Reis só podiam ser uma fraude. Além disso segundo a Ciência, (pelo menos até ao último documentário NG que vi), nada aponta para que a Antártica alguma vez estivesse completamente livre de gelo, porque apesar de muitas teorias semi-oficiais sobre o assunto existirem a verdade é que se tivesse estado, naturalmente deveria ter tido, vegetação ou vida animal terrestre e nunca nenhum esqueleto ou fóssil foi encontrado por qualquer expedição portanto seria mais que aceite que a Antártica sempre estivera coberta de gelo e por isso os Mapas de Piris-Reis não poderiam existir. Ponto final caso encerrado.
Mais recentemente a nova justificação ciêntifica oficial é de que os Mapas não são tão precisos como têm fama de o ser, afinal têm umas incorrecçôes e isso é a prova definitiva segundo a ciência de que só podem ser falsos. Acontece que os Mapas não são os originais, pois são certamente cópias de outros documentos muito antigos cujo a proveniência julga-se poder inclusive ser a antiga Biblioteca de Alexandria. É mais que natural que ao ser copiado á mão sucessivas vezes as imprecisões técnicas podessem vir a acumular-se até chegarmos ás cópias que hoje conhecemos.
Uma explicação dessas continua a não explicar porque razão existe um mapa de uma Antártica que só pode ser vista hoje em dia, do espaço e atravez do uso de um moderno satélite para ver o que está debaixo do gelo.
Aposto que muito cientista sério agora já vai pensar duas vezes antes de abrir a boca após o anuncio da semana passada feito por ciêntistas independentes.
Consultem então os dois links:

http://www.world-mysteries.com/sar_1.htm

http://channels.netscape.com/ns/news/pa ... antarctica

Na mesma semana em que aparentemente cai por terra mais uma verdade ciêntifica provada, eis que surge outra noticia de que se calhar a história da civilização é mais antiga do que se pensa. É só um bocadinho...1000 anos...mais nova...por agora.
E onde é que a descoberta que levou a esta conclusão foi feita e ainda se anunciam novas surpresas ? No Iraque !!! Ou seja...antiga Suméria, berço da civilização, local da lenda sobre contacto extraterrestre tão importante para Carl Sagan !

http://www.cnn.com/2004/TECH/science/03 ... index.html

E tudo isto após a outra fantastica descoberta da Nasa afirmando que agora se calhar até houve água liquida em Marte !!!
Digam lá se isto de repente não parece a primeira etapa para uma muito futura confirmação de que algo em Marte irá re-escrever a História da civilização humana na terra...

Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

User avatar
alquimista
Especialista
Especialista
Posts: 1978
Joined: Fri Nov 02, 2001 6:26 pm
Location: Marte...só venho cá abaixo trabalhar...
Contact:

Post by alquimista » Sat Mar 13, 2004 2:04 pm

*(LINK DE BUSH EM MARTE)*
Não estranhem este aparte aqui, pois pretendo colocar neste ponto assim que o voltar a conseguir, um link extremamente curioso que gerou muita gargalhada quando os cientistas pseudo que defendem estas coisas da arqueologia estiveram uma noite num programa de rádio. Não sei se sabem, mas é habitual fazer-se uma pintura "de Estado" cada vez que um presidente chega á Casa Branca.
É uma espécie de tradição na Nasa também fazer algo semelhante. Adivinhem qual foi o quadro a Nasa encomendou ha um par de anos sobre o actual presidente.
George W Bush a frente da habitual bandeira americana com uma paisagem marciana por detrás. E não é que por coincidência nessa paisagem marciana ao canto do ecran se encontram desenhados uns vestigios aqrqueológicos do que seria uma antiga civilização em Marte?! Nomeadamente uma pequena coluna esculpida com motivos alienígenas.
Questionada sobre o motivo de tão curioso pormenor a justificação apresentada é de que tinha sido apenas uma liberdade criativa do artísta. Questionado a artista este não fazia declarações dizendo apenas que o quadro tinha sido uma encomenda apenas.
Infelizmente desde que o pormenor da pintura foi referido nos programas de rádio que abordam este assunto, deixou de se poder conseguir encontrar imagens da pintura online. Eu tinha inclusive um link na altura, mas há muito que o perdi e agora não consigo encontrar a imagem na net novamente, porque nem sequer nos sites da Nasa agora ja está.
Portanto se alguém encontrar isso na net agradecia que me indicassem onde está.

Também para aqueles que perguntam porque razão é que ainda não encontramos nenhuma cidade perdida cheia de computadores e um hangar com naves extraterrestres abandonadas pois se tudo isto tivesse uma base hipotéticamente real já havia mais que tempo para se ter descoberto uma coisa assim, a verdade é que agora são voçês que estão influenciados pelos conceitos de ficção-cientifica que vêem nos filmes de Hollywood. A história da técnologia tem muito que se lhe diga, mas agora nem vou sequer tocar no assunto pois sobre isto são mais umas centenas de linhas.
Podemos discutir isto mais tarde se quiserem.
Apenas fiquem com a certeza de que há gente a achar coisas anómalas sem precisar de ir a Marte.
E também fiquem com a certeza de que há jornais da imprensa regular que costuma abordar estes assuntos sem qualquer estigma. na Europa claro.

http://english.pravda.ru/science/19/94/ ... lien.html



Luis Peres (34 (já?!) anos)
Gostam de ilustração de Fantasia ? Visitem www.world4mysheep.com

Post Reply