The Last Tycoon (1976) - Elia Kazan

Discussão de filmes; a arte pela arte.

Moderator: waltsouza

Post Reply
rui sousa
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 3644
Joined: Sat Sep 06, 2008 12:05 pm
Contact:

The Last Tycoon (1976) - Elia Kazan

Post by rui sousa » Fri Sep 15, 2017 10:56 am

Image

The Last Tycoon (O Grande Magnate)

IMDb
Wikipedia

Sinopse (Fnac.pt):
O fascinante romance de F. Scott Fitzgerald, sobre as políticas que predominavam nos primórdios dos estúdios de Hollywood, é brilhantemente adaptado ao ecrã pelo realizador Elia Kazan e o argumentista Harold Pinter. Robert De Niro lidera um poderoso elenco, como Monroe Stahr (uma caricatura disfarçada de Irving Thalberg um dos produtores da MGM) um diretor de um grande estúdio assombrado por uma amor do passado.

Tony Curtis, Robert Mitchum, Jeanne Moreau, Theresa Russell,Anjelica Huston e Jack Nicholson completam o elenco e contribuem com interpretações inesquecíveis, neste que se tornou um clássico do cinema.
Trailer
Last edited by rui sousa on Fri Sep 15, 2017 12:12 pm, edited 1 time in total.

rui sousa
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 3644
Joined: Sat Sep 06, 2008 12:05 pm
Contact:

Re: The Last Tycoon - Elia Kazan, 1976

Post by rui sousa » Fri Sep 15, 2017 11:15 am

E não é que descobri um dos filmes mais injustamente esquecidos de Elia Kazan? Este «The Last Tycoon» foi o seu “canto de cisne” e é um retrato da Hollywood dos anos 30 e 40. Tem um elenco excepcional, desde um Robert de Niro irrepreensível até a uma série de “vedetas clássicas” que fazem pequenas-grandes aparições: Robert Mitchum, Ray Milland, Dana Andrews, Jeanne Moreau, etc.

Baseado no romance inacabado de Fitzgerald, o filme filma as peripécias profissionais e românticas da figura criada pelo autor, inspirando-se também na vida de Irving Thalberg, um jovem e genial produtor que mudou a indústria para sempre. A caracterização de Robert de Niro bem faz lembrar Thalberg, e a história, que lida com poder, rodagem de filmes, memórias, amores e rivalidades, está carregada de símbolos da evolução de Hollywood e do cinema da indústria.

É um filme que é um verdadeiro mimo para os cinéfilos, mas é mais do que isso também. Pegando na estrutura fragmentária da história de Fitzgerald, Kazan dá ao filme uma construção narrativa pouco convencional para a época (e para o público americano) que, por isso, poderá não ter caído bem na altura da sua estreia. Não há uma “história” propriamente dita, mas uma sucessão de belíssimos episódios sobre a contínua destruição de um homem obcecado pelo grande amor da sua vida: as fitas. Tudo isto demonstrado por cenas da vida profissional, o confronto entre os traumas do passado com a vida do "presente", sempre com um grande respeito pelo "source material" e pelo legado de Hollywood. Um filme que fala de muitas coisas que se permanecem actuais, e não é tão datado ou "ingénuo" como pode parecer à partida.

Um belo filme e, se bem que não seja “a obra prima” do realizador, conta para mim como um dos seus melhores trabalhos. Desde a direcção de arte à montagem, passando pelo impecável trabalho de argumento assinado por Harold Pinter, «The Last Tycoon» poderá não ser um filme consensual, mas merece mesmo ser descoberto. Espero que o façam!

Uma nota sobre o DVD nacional
Vi este filme na edição recentíssima da NOS (incluída na selecção Inéditos Paramount), "oferecida" graças a um vale da FNAC. O visionamento foi feito numa televisão analógica, que é a que tenho no quarto há uns anos: um "caixote" da Sony com quase três décadas de vida (vou comprar uma moderna em breve). E foi impressionante que, mesmo nesse ecrã tão arcaico, deu para perceber que houve um problema qualquer na compressão do filme. Há partes em que a "pixelização" é constante, como se tivessem diminuído o tamanho do filme para caber num DVD5 ou outra coisa manhosa qualquer. Ou então talvez seja problema da edição original? Enfim, apesar de não ser um problema gravíssimo, que não prejudica o visionamento, é pena que apresentem o filme nestas condições e peçam 10 euros por ele. Se alguém adquirir esta edição ou tiver outra do mesmo filme, que me dê feedback aqui.

Post Reply