Хан Аспарух (1981) - Ludmil Staikov

Discussão de filmes; a arte pela arte.

Moderator: waltsouza

Post Reply
JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2564
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Хан Аспарух (1981) - Ludmil Staikov

Post by JoséMiguel » Wed Sep 04, 2013 6:32 am

Khan Asparukh / Хан Аспарух



Título original: Хан Аспарух
País(es) de origem: Bulgária
Data de lançamento: 1981
Realizador: Ludmil Staikov
Género(s): Histórico / Drama / Aventura
Duração: 323 min (92 + 109 + 122) min. (filmes I + II + III)

IMDB / Wikipedia (versão russa) / Wikipedia (versão norte-americana falsificada e destruída pela Warner Brothers, não abordada nesta crítica de cinema)


Sinopse:

Trilogia de escala histórica épica, co-produzida pelos estúdios cinematográficos militar do exército búlgaro e estúdio civil de cinema búlgaro. Trata-se de uma obra sem rival na história do cinema mundial, com treino militar e ensaios pelos soldados genuínos (não-actores), que encenam as batalhas históricas mostradas no filme.

O primeiro filme mostra a Fanagória, país totalmente arrasado e destruído pelo Caganato Cazar.

O segundo filme mostra a evacuação do Canato Búlgaro, para oeste.

O terceiro filme mostra o ataque pelo império romano oriental (bizantino) à fortaleza búlgara, numa encenação histórica de uma batalha registada nos anais romanos e que mudou para sempre a história europeia.

Até a invasão árabe de Portugal e Espanha é indirectamente sugerida nesta trilogia...perante uma defesa forte pelos romanos no oriente, contra os árabes, que fazem com que estes decidam invadir a Península Ibérica...


Excerto provisório do filme III (a substituir mais tarde):




Prémios

Union of Bulgarian Filmmakers main prize "Golden Rose":

- the award for Best Director
- the award for cinematography
- the award for Best Actor (Vasil Mihaylov)
- the award for musical accompaniment (Ludmila Mahalnishka)

- the Audience Award at the Festival of Bulgarian feature films in Varna 1982

- G. Dimitrov Prize 1983


Mapa:

Evacuação da Fanagória no séc. VII, explicada no filme I e encenada no filme II:

Image

E excerto do filme II a mostrar isto:




Notas:

Esta crítica irá ser escrita aos poucos, com uma mensagem/texto por cada filme da trilogia.

Reservo a possibilidade de editar múltiplas vezes este cabeçalho, e para este filme tem mesmo de ser, senão não teria coragem de pegar nele...

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2564
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Хан Аспарух (1981) - Ludmil Staikov

Post by JoséMiguel » Fri Nov 08, 2013 6:33 pm

Filme I

Image

O primeiro filme mostra os dias finais da Fanagória, visto pelos olhos do historiador romano Belarius, que é entregue como refém pelo próprio pai, emissário do Império Romano, como garantia da aliança militar entre as duas nações, contra os bárbaros das terras de leste (Caganato Cazar):

Image

Nesta altura, o Império Romano não contém a Itália, que tinha caído perante Átila, o Huno. Os romanos do império oriental, com capital em Bizantium, consideravam-se romanos. O termo bizantino só surge mil anos depois, e foi cunhado por historiadores estrangeiros, após o colapso do império. Eles eram também demominados de "gregos" pelos povos estrangeiros. Esta é a corte imperial em Bizantium, inclui o típico fanático religioso cristão (ortodoxo) a incitar ódio e violência:

Image

Criei um clip magnífico que mostra os diplomatas romanos, a desembarcarem de galé nas margens da capital da Fanagória. Os búlgaros viviam em tendas ou yurts, protegidas por fortificações. No fundo seria uma vila medieval portuguesa com castelo, estilo Óbidos, mas com a diferença de usarem tendas em vez das casinhas em redor do castelo. Os meus parabéns à técnica e arte do Cinema de Leste, capazes duma reconstituição histórica de um país totalmente destruído... Meus amigos... aqui está a Fanagória:



O último khan da Fanagória pede ao romano Belasarius, que ensine a língua grega ao Asparukh (4º filho mais novo), bem como artes e ciências, ele pode ensinar tudo à excepção da religião cristã. Os búlgaros tinham uma religião muito antiga chamada Tengriismo, um culto da natureza que incluía sacrifícios humanos, mas não possuíam alfabeto ou língua escrita, apenas tinham alguns símbolos (glífos) para cavalos, carroças, sol, terra, etc.

Image

O alfabeto cirílico foi criado mais tarde na Bulgária, pelos romanos (orientais) que utilizavam o alfabeto grego, pois as letras gregas não eram compatíveis com a fonética eslava. Portanto este alfabeto cirílico que os russos usam hoje, existe devido ao Grande Império Búlgaro que surge após o desfecho do 3º filme.

Um pormenor curioso de grande impacto histórico mundial, por isso eu coloquei o screenshot anterior. Isto não é um filme de fórmula cliché ocidental, com ganância doente de maximizar lucros e entretar as massas, não senhor! Isto é um filme sério, que move consultadorias militares e históricas, com objectivo de maximizar a qualidade da obra. Não existe nenhum outro filme assim no mundo, e seria assim que se devia fazer um filme português acerca dos descobrimentos.

Image

Esta aliança militar entre a Fanagória e o Império Romano, é motivada pela ameaça (militar) da religião islâmica, outra religião irmã ou prima do cristianismo que incita ódio e violência, e que se baseia na evangelização de outros povos, à força e lei da espada, caso os outros povos não acreditem no mesmo que os fanáticos psicopatas religiosos. No 3º filme poderão ver como os acontecimentos históricos referidos nesta trilogia afectaram directa e profundamente a História de Portugal (invasão moura).

Nenhum dos três filmes é superior ou inferior que os restantes, cada um possui ambientes, temas e abordagens diferentes, este primeiro filme brilha na reconstituição histórica, cultural e didáctica.

Clip muito curto com mulheres arqueiras a cavalo na Fanagória:



Este foi o último Khan da Fanagória:

Image

O contador de histórias, um velho cego que transmite a história búlgara oralmente, de geração em geração. Os búlgaros não tinham língua escrita e utilizavam a tradição oral. A família do contador de histórias era a única isenta de combater:

Image

Os quatro filhos do último Khan da Fanagória, que lideram as evacuações históricas do 2º filme, conforme o mapa que já mostrei na ficha técnica (A Fanagória é totalmente destruída no final do 1º filme, mas tal não é mostrado, pois o 1º filme não possui batalhas):

Image

Por agora é tudo, mais tarde irei falar nos outros dois filmes...

Nota: Os meus comentários negativos acerca do islamismo e cristianismo referem-se a fanáticos violentos extremistas, e não a pessoas religiosas pacatas em geral, crenças ou morais.

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2564
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Хан Аспарух (1981) - Ludmil Staikov

Post by JoséMiguel » Sat Mar 22, 2014 6:47 am

Meus amigos, no âmbito da minha crise existencial cinéfila (que espero que seja provisória e mais tarde regresse a inspiração), vou deixar os screenshots em bruto que tinha tirado em Julho de 2013, do filme II.

Ainda não os tinha carregado no Photobucket, pelo que estive agora a fazê-lo.

Existem duas imagens de grande destaque para o povo português!!!

É o momento do gatilho/faísca que determina a invasão de Portugal pelos Mouros, perante o que se estava a passar nos emergentes reinos árabe e búlgaro e no ainda valente, forte e saudável império romano oriental (bizantino), que só viria a cair uns 700 anos mais tarde.

Gostaria de ter investigado isto melhor no wikipédia, mas aqui ficam (é o texto das legendas, conforme o narrador do filme está a explicar):

Image

Image

Pelo que percebi do filme e wikipédia, o que irei escrever de seguida, a ser confirmado pela malta de História, se calhar deveria figurar no programa escolar da História de Portugal: Parece que o imperador romano, perante 2 inimigos, tomou uma decisão, de usar todas as suas tropas contra o inimigo árabe, deixando cair o norte perante os búlgaros. As duas consequências foram a criação do reino búlgaro, que ocupou terras romanas (actual país Bulgária) e afugentar os árabes em direcção a Portugal/Espanha.

À primeira vista parece-me ser uma decisão inteligente do imperador romano, porque os árabes eram fanáticos religiosos (tal como os cristãos) que pretendiam impôr o seu "arab way of life" sobre os outros povos (à semelhança da malta das coca-colas que tenta impôr o seu "american way of life" sobre os outros povos), ao passo que os búlgaros eram uns desgraçados duns refugiados que só queriam terra fértil para viver, e a sua religião chamada Tengriísmo não era da classe evangelista de se impôr sobre os os outros povos. Por isso teve lógica que o imperador romano consolidasse as suas tropas contra os árabes e deixasse cair o norte do império para os búlgaros.

Essa decisão selou o destino de Portugal.

Europa de Leste no ano 650 D.C., antes dos acontecimentos do filme I (quando os búlgaros ainda estavam na velha Bulgária em terras de Leste), destaque para a curta extensão ocidental do califato árabe, e para os contornos do império romano:

Image

Península Ibérica no ano 750 D.C.:

Image

Com isto não estou a postular que a invasão árabe de Portugal foi negativa, até acho o contrário, pois eles tiraram Portugal e Espanha da Idade das Trevas, enquanto o resto da Europa mergulhou nela. Na altura os árabes trouxeram irrigação, medicina, ciência, etc. (que roubaram dos romanos) que era bem melhor do que a ocupação dos Visigodos, mas isso seria tema para outro tópico... :-D Apenas acho fantástico ver o destino de Portugal a ser selado num filme de leste, que mete as potências militares romana, búlgara e árabe.


As restantes imagens são únicas no cinema do mundo inteiro, e mostram entre outras coisas as tropas romanas (já com roupa colorida e calças por debaixo das mini-saias dos soldados). Eu nunca tinha visto o visual dos romanos, após o colapso da parte ocidental ocidental do império (que é apenas o que Hollywood mostra), e fiquei chocado.

No tempo do Império ocidental, nenhum homem ocidental civilizado vestia calças, pois isso era motivo de gozo e ele passava logo por palhaço. Homem que eram homem, tinha de vestir um vestido de senhora, ou se fosse militar uma mini-saia, que era ainda mais masculina. Apenas os bárbaros das terras de leste, vestiam calças. :lol:

Por isso dentro da mentalidade da Grécia e Roma antiga, estes romanos bizantinos estão vestidos de forma ridícula, com calças. Esta é apenas uma de muitas curiosidades de um filme histórico de Leste, nunca antes vista ou retratada no cinema ocidental.

Obviamente a estética não importa, mas mencionei o tema para mostrar as lacunas e limitações dos cinemas europeu e americano, onde não se veêm soldados romanos do império oriental, que sobreviveu 1000 anos após o colapso do império ocidental. Porque é quie os italianos e gregos não fizeram filmes com romanos bizantinos? É uma boa questão...

Aqui estão as imagens, são bastantantes porque não tive tempo para escolher de entre elas. Mas podem ver muitos soldados do exército búlgaro ao serviço do filme:
Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image
A seguir ainda existe o filme III, todo ele um combate épico em que o imperador romano, após ter afugentado os árabes no filme II (o tipo era esperto e manhoso), ataca os búlgaros com toda a potência militar concentrada do império romano. Os búlgaros tinham construído grandes fortificações defensivas e a longa batalha envolveu grandes estratagemas militares dos dois lados, pelo que ficou gravada na história e por isso hoje existem estes filmes.

Nem toda a gente irá gostar desta trilogia, mas realmente não conheço nenhum outro conjunto de filmes assim, de nenhum outro país. São filmes para serem vistos com muita calma, paciência e concentração. :o Aqui o "target audience" náo é a rapaziada dos 15-25 anos, eu diria que é mais 35-65 anos e apenas para quem aprecia temas históricos e tem bastante paciência, por isso talvez seja um filme especializado e optimizado para um reduzido leque de gostos e audiência, não sei... :|

E por último, Portugal nunca é mencionado em nenhum dos filmes. Isto sou apenas eu a cruzar informação e a analisar as consequências e implicações...

drakes
Fanático
Fanático
Posts: 967
Joined: Wed Jun 10, 2015 11:44 pm

Re: Хан Аспарух (1981) - Ludmil Staikov

Post by drakes » Mon Sep 28, 2015 9:37 pm

Esse filme tem uma versão internacional em inglês de 90 minutos não? 681 A.D. : The Glory of Khan (1984), não??

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2564
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Хан Аспарух (1981) - Ludmil Staikov

Post by JoséMiguel » Wed Sep 30, 2015 12:05 pm

drakes wrote:Esse filme tem uma versão internacional em inglês de 90 minutos não? 681 A.D. : The Glory of Khan (1984), não??
Cuidado que essa versão ocidental trucidada é para atrasados mentais! Não vejas isso.

Drakes, a versão que eu vi tinha legendas inglesas SRT no You Tube. Estive a verificar e já não existe esse canal. Mas existem várias versões do filme no You Tube sem legendas como esta:

https://www.youtube.com/watch?v=0LP_ZvVeUTU

Este filme é um épico semelhante à trilogia do Senhor dos Anéis em formato, e o link acima é o filme 1 de 3, sem legendas.

Eu tenho as legendas para os três filmes (versão You Tube), e se tiveres alguma dificuldade com a sincronização ou algo assim, pergunta-me em mensagem privada.

No passado já pedi a duas pessoas do You Tube para colocarem legendas num filme polaco e num filme alemão, e divulguei isso aqui (filmes "Jacob o Mentiroso" e "Petla)". Mas não irei fazer esse pedido para este, porque tirando nós os dois, acho que o pessoal do fórum nem sequer gosta de filmes históricos do bloco soviético, ou de ver filmes no You Tube com qualidade de cassete VHS.

O meu conselho é procurares legendas para o filme I, para veres se gostas e queres ver o outros dois. Se precisares de ajuda pergunta-me em privado, porque não fica bem discutir esses detalhes da legendagem aqui no tópico principal.

Mas acho que poderás gostar muito deste filme, porque não existe nada igual na história do cinema, tanto a nível cinematográfico como a própria história e pré-história da Bulgária que é épica e mais inacreditável do que a ficção. :-)

drakes
Fanático
Fanático
Posts: 967
Joined: Wed Jun 10, 2015 11:44 pm

Re: Хан Аспарух (1981) - Ludmil Staikov

Post by drakes » Thu Oct 01, 2015 1:05 am

José Miguel, premonitoriamente eu já tinha baixado a legenda do primeiro e não caído no truque do filme cortado, assisti agora já que são 92 minutos, é muito bom.

Além do cenário, ótimas atuações, principalmente Vassil Mihajlov (Khan Kubrat), o roteiro é ótimo, eu daria 9,0, mas ainda falta mais dois.

E Agradeço e se precisar das legendas eu te peço, mas acho que dá para acertar.

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2564
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Хан Аспарух (1981) - Ludmil Staikov

Post by JoséMiguel » Sat Oct 03, 2015 7:03 am

Drakes, fico muito contente por estares a gostar da trilogia até agora. yes-)

Este é o filme histórico do cinema de leste mais poderoso que já vi, atrevo-me a dizer que se um aluno de doutoramento em História, cruzasse e analisasse os vários temas apresentados no filme, a partir de livros técnicos, faria uma tese de mil páginas com 20 valores.

E isto porquê? Porque podem cruzar e inter-ligar a pré-história de Portugal e Espanha, com a pré-história da Bulgária. Podem referir que os árabes derrotaram o Império Romano Bizantino e capturaram o conhecimento científico da antiguidade, que foi destruído na Europa pela Igreja Cristã em nome de Deus, na Idade das Trevas. Conhecimento científico esse, que foi trazido de novo a Portugal e Espanha pelos árabes invasores, na altura os guardiões do conhecimento científico (capturado dos romanos bizantinos), que a partir da Península Ibérica se difundiu pela Europa e impulsionou o Renascimento e Iluminismo.

O filme búlgaro não é acerca destas ideias do meu parágrafo anterior, mas ilustra o panorama europeu numa época-chave, em que Portugal e Itália estavam em plena Idade das Trevas, na qual a ciência era pecado religioso. O que o filme indirectamente ilustra e demonstra, são as razões e o background que levaram à invasão árabe da Pensínsula Ibérica, para quem tenha interesse por História.

O filme não tem nada a ver com a História de Portugal, mas "para bom entendedor" existe ligação.

Image

Eu gosto muito do mapa acima, porque mostra uma Europa Ocidental imersa na Idade das Trevas, em que os livros científicos (da golden age científica greco-romana) foram queimados pela Igreja Cristã, em nome de Deus, livros de matemática, astronomia, física e engenharia que demonstravam que a Terra era um planeta esférico que orbitava em torno de uma estrela chamada Sol, que a Igreja Cristã queimou. O que é curioso é que os árabes que invadiram Portugal e Espanha, preservaram os livros científicos da antiguidade capturados do Império Romano Bizantino. Os árabes dessa época aceitavam e protegiam a ciência, enquanto os cristãos a sonegavam (hoje em dia é o oposto).

Mas o filme não é sobre estas questões, que são meros pensamentos meus. Mas é um bom filme quando me faz debruçar acerca destas ideias... No mapa acima podemos ver as 5 tribos de refugiados da Fanagória. Este mapa parece saído de algum plano militar da 2ª Guerra Mundial...A tribo nº5 rumou a norte e "foi com os porcos" (expressão portuguesa que significa "aniquiliada"), pois nunca mais se soube deles. A tribo nº3 colonizou a Itália da Idade das Trevas, casaram-se com italianos e italianas, tiveram filhos e um happy ending. O filme foca a tribo nº1, com reforços militares da tribo nº2, que volta para trás, em confronto com o poderio militar do Império Romano Bizantino (enfraquecido por ataque árabe a Constantinopla), que resultou no actual país Bulgária.

Comentário para o Drakes:

Quando vi os três filmes, pausei várias vezes para tirar dúvidas acerca da história da Bulgária no wikipédia (espreitei nos idiomas PT-BR, EN, BG e RU). Este filme foi feito para pessoas familiarizadas com a história da Bulgária (em oposição a um filme para analfabetos de Hollywood), pelo que fiquei de boca aberta a pensar "What the fuck? Isto aconteceu mesmo?", pausei o filme e fui ler o wikipédia. Não julgues que em Portugal isto é ensinado na escola, no ensino geral (9º ano de escolaridade), porque eu nunca tinha ouvido falar em nada disto... a única coisa que aprendi na escola foi que o império romano bizantino sobreviveu cerca de mil anos à queda do império romano ocidental, mas o resto era um mistério. Estou a fazer este comentário porque és brasileiro e podes estar com receio de fazer algum comentário histórico ao filme, a julgar que em Portugal aprendemos isto na escola, por sermos europeus. Nada disso!

Por isso Drakes, faz o favor de comentares qualquer pormenor ou aspecto histórico que achaste bom no filme. :-) salut-)

drakes
Fanático
Fanático
Posts: 967
Joined: Wed Jun 10, 2015 11:44 pm

Re: Хан Аспарух (1981) - Ludmil Staikov

Post by drakes » Thu Feb 18, 2016 12:35 pm

Indiscutivelmente é um grande épico, ajuda e muito a entender o quadro das grandes migrações até as tais persistências históricas me parece que teve texto que confundiu o deus Mitra com Tandra, até fiquei com uma questão sobre a proximidade étnica dos primeiros búlgaros com os turcos, já que acreditam no mesmo Deus e vieram da mesma região.

drakes
Fanático
Fanático
Posts: 967
Joined: Wed Jun 10, 2015 11:44 pm

Re: Хан Аспарух (1981) - Ludmil Staikov

Post by drakes » Sun Sep 17, 2017 12:36 am

Existe um filme que complementa a história que seria sobre a conversão posterior dos bulgaros ao cristianismo, no reinado de Boris I, cuja ficha segue abaixo:

Título: Boris I. Posledniat Ezichnik
Diretor: Borislav Sharaliev.
Elenco: Stefan Danailov, Boris Lukanov, Aneta Petrovska, Antony Genov, Ventzislav Kisyov, Kosta Tsonev, Plamen Donchev, Petar Petrov, Ivan Ivanov, Yanina Kasheva.
País(es) de origem: Bulgária
Data de lançamento: 1985
Duração: 263 Minutos.
http://www.imdb.com/title/tt0344952/

Sinopse:
The picture features the life and deeds of Boris I - strong historic personality, which completes his mission to the full and at the end of his life receives holy orders.
Obs: A adoção do cristianismo em 864.



Sobre a figura real de Boris I:
https://pt.wikipedia.org/wiki/B%C3%B3ri ... g%C3%A1ria

JoséMiguel
DVD Maníaco
DVD Maníaco
Posts: 2564
Joined: Tue Aug 30, 2011 9:33 pm
Location: Lisboa

Re: Хан Аспарух (1981) - Ludmil Staikov

Post by JoséMiguel » Wed Sep 20, 2017 2:09 am

drakes wrote:
Sun Sep 17, 2017 12:36 am
Existe um filme que complementa a história que seria sobre a conversão posterior dos bulgaros ao cristianismo, no reinado de Boris I, cuja ficha segue abaixo:

Título: Boris I. Posledniat Ezichnik
Diretor: Borislav Sharaliev.
Elenco: Stefan Danailov, Boris Lukanov, Aneta Petrovska, Antony Genov, Ventzislav Kisyov, Kosta Tsonev, Plamen Donchev, Petar Petrov, Ivan Ivanov, Yanina Kasheva.
País(es) de origem: Bulgária
Data de lançamento: 1985
Duração: 263 Minutos.
http://www.imdb.com/title/tt0344952/

Sinopse:
The picture features the life and deeds of Boris I - strong historic personality, which completes his mission to the full and at the end of his life receives holy orders.
Obs: A adoção do cristianismo em 864.



Sobre a figura real de Boris I:
https://pt.wikipedia.org/wiki/B%C3%B3ri ... g%C3%A1ria
Drakes, desconhecia a existência desse filme! Então um filme histórico de leste, do cinema da era soviética, com duração de 263 minutos é o que eu chamo de um figo. O problema é encontrar e poder ver esse filme...

Isso está no You Tube, existirão legendas em srt nos sites do costume... qual será a situação aqui?, tenho de ir de carro de Lisboa à Bulgária, para comprar lá o DVD por 1 euro e meio, e regressar a Lisboa e procurar um srt na net para combinar com um RIP meu do DVD que comprei, junto com o jornal búlgaro? Como é isso?

drakes
Fanático
Fanático
Posts: 967
Joined: Wed Jun 10, 2015 11:44 pm

Re: Хан Аспарух (1981) - Ludmil Staikov

Post by drakes » Wed Sep 20, 2017 3:44 pm

JoséMiguel wrote:
Wed Sep 20, 2017 2:09 am
drakes wrote:
Sun Sep 17, 2017 12:36 am
Existe um filme que complementa a história que seria sobre a conversão posterior dos bulgaros ao cristianismo, no reinado de Boris I, cuja ficha segue abaixo:

Título: Boris I. Posledniat Ezichnik
Diretor: Borislav Sharaliev.
Elenco: Stefan Danailov, Boris Lukanov, Aneta Petrovska, Antony Genov, Ventzislav Kisyov, Kosta Tsonev, Plamen Donchev, Petar Petrov, Ivan Ivanov, Yanina Kasheva.
País(es) de origem: Bulgária
Data de lançamento: 1985
Duração: 263 Minutos.
http://www.imdb.com/title/tt0344952/

Sinopse:
The picture features the life and deeds of Boris I - strong historic personality, which completes his mission to the full and at the end of his life receives holy orders.
Obs: A adoção do cristianismo em 864.



Sobre a figura real de Boris I:
https://pt.wikipedia.org/wiki/B%C3%B3ri ... g%C3%A1ria
Drakes, desconhecia a existência desse filme! Então um filme histórico de leste, do cinema da era soviética, com duração de 263 minutos é o que eu chamo de um figo. O problema é encontrar e poder ver esse filme...

Isso está no You Tube, existirão legendas em srt nos sites do costume... qual será a situação aqui?, tenho de ir de carro de Lisboa à Bulgária, para comprar lá o DVD por 1 euro e meio, e regressar a Lisboa e procurar um srt na net para combinar com um RIP meu do DVD que comprei, junto com o jornal búlgaro? Como é isso?
Eu não assisti, mas enviei em privado as alternativas possíveis ao meu ver para ver.

Post Reply